Tem um cachorro perdido ou achou um? Veja dicas de como agir

Tem um cachorro perdido ou achou um? Veja dicas de como agir

Tem um cachorro perdido e não sabe o que fazer? Ou, então, encontrou um cão e não sabe como ajudar? Continue lendo e descubra como agir nessas situações.


Você tem um cachorro perdido ou encontrou um?

Cachorro perdido

Encontrar um cão perdido ou lidar com o desaparecimento de um, são situações angustiantes para os tutores, mas há medidas a serem tomadas que podem facilitar o retorno do animal para os braços de seus donos!

Neste artigo, você poderá aprender a melhor forma de divulgar, dentro e fora da internet, casos de cães que foram encontrados na rua ou que fugiram de suas casas, como, por exemplo, divulgando e colando cartazes, criando grupos de busca e, até mesmo, encontrando instituições, site e aplicativos que podem ajudar.

Além disso, abaixo traremos dicas do que fazer para evitar ao máximo que seu cachorro se perca, como uso de coleira com identificação, cuidados ao passear e muito mais! Acompanhe o artigo e confira todos os cuidados que você deve ter nessa difícil situação!

O que fazer para achar meu cachorro perdido

Cachorro deitado na areia

Quando um cachorro foge de casa, a primeira coisa a se fazer é controlar a emoção e agir para recuperá-lo. Descubra a seguir algumas atitudes que você pode tomar para encontrar o seu amigo canino.

Crie panfletos e cartazes

Em muitos casos, os cachorros que fogem de suas casas permanecem nos arredores do imóvel ou em bairros vizinhos e, por isso, acabam sendo vistos por muitos moradores da região que podem auxiliar os tutores a recuperá-los!

No entanto, para que as pessoas saibam que o cão que está perambulando pelas ruas tem tutor e está perdido, panfletos e cartazes são essenciais. Neles, deve-se colocar informações como o nome do animal e do tutor, um telefone para contato, a região onde a fuga aconteceu e uma foto do animal.

Faça um grupo de busca

As buscas realizadas por tutores à procura de cachorros perdidos podem ser mais eficientes se feitas de maneira organizada. Para isso, um grupo de busca pode ser de grande ajuda.

Esse grupo pode ser criado na vizinhança onde o cão fugiu, sendo formado por moradores do bairro que estão interessados em ajudar, ou até mesmo através das redes sociais por meio de grupos virtuais que terão como objetivo reunir pessoas dispostas a realizar buscas em locais e horários específicos.

Em ambos os casos, os grupos podem se dividir para que as pessoas procurem simultaneamente pelo animal em locais diferentes.

Faça anúncios em grupos de redes sociais

Além do tutor divulgar o sumiço do cachorro em seu próprio perfil nas redes sociais, é possível também solicitar a entrada em grupos de proteção animal para fazer publicações sobre o cão perdido nesses espaços.

Dentre os grupos, há inclusive aqueles que são voltados à busca de animais desaparecidos e que podem ser bastante úteis. No entanto, para que as publicações tenham um bom alcance, é importante pedir compartilhamentos.

Para tentar convencer as pessoas, levando-as a compartilhar a postagem, faça um relato comovente. Com os compartilhamentos, as publicações chegarão a mais internautas e as chances do cão ser encontrado aumentarão.

Procure por instituições de acolhimento

Dentre as ações que podem ser executadas pela família que busca por um cachorro desaparecido, fazer contato com instituições de proteção animal é bastante importante, já que essas ONGs podem auxiliar nas buscas.

Boa parte dessas entidades têm muitos seguidores nas redes sociais e, por isso, anúncios de animais desaparecidos repercutem quando feitos pelas ONGs em publicações na internet.

É importante também estar em contato com os voluntários das instituições para saber se alguma delas realizou o resgate do cão perdido ou recebeu notícias sobre ele através de um morador que o encontrou.

Se puder, ofereça uma recompensa

Havendo condições financeiras para oferecer uma recompensa pelo cachorro desaparecido, não deve-se pensar duas vezes antes de fazê-lo.

Isso porque o dinheiro oferecido irá aumentar as chances do animal ser encontrado, já que algumas pessoas se engajarão mais nas buscas por estarem cientes de que serão recompensadas caso consigam localizar o cachorro.

Procure em sites e aplicativos para cachorros perdidos

Sites e aplicativos para animais desaparecidos podem se tornar aliados de tutores que buscam cães perdidos. Cadastrar um cachorro nestes espaços virtuais pode ampliar as ações de buscas, o que permite alcançar um maior número de pessoas, aumentando as chances do reencontro com o animal acontecer.

Dentre as opções disponíveis, estão os aplicativos “Achem-me” e “PetMe!” e os sites “Viu Meu Pet?”, “Perdi o Meu” e “Procure 1 Amigo”, além do perfil no Instagram “Procura Cachorro”.

Conte sempre com as autoridades competentes

Nas ocasiões em que cachorros forem furtados, roubados ou desapareçam em casos que exista suspeita de crime, é primordial que as ocorrências sejam relatadas às autoridades.

Casos divulgados pela mídia com finais felizes mostram que o envolvimento das autoridades competentes aumenta as chances dos animais retornarem para casa, já que o registro policial permite que investigadores atuem nas buscas.

Tenha muito cuidado com golpistas

Pessoas mal intencionadas estão sempre atentas à fragilidade alheia para tentar se beneficiar. Por isso, donos de cães desaparecidos devem ter cautela durante as buscas para não caírem nas mãos de golpistas.

Mesmo quando nenhum valor é oferecido pelos tutores, podem surgir pessoas alegando estar com o animal, mas se comprometendo a entregá-lo apenas sob pagamento. Nesses casos, e também naqueles em que o tutor oferece recompensa e recebe telefonemas suspeitos, é importante recorrer à polícia.

Achei um cachorro perdido, e agora?

Cachorro com um menino

Ao encontrar um cachorro perdido, há ações primordiais a serem executadas, como verificar o estado físico e psicológico do animal. Para te ajudar, separamos dicas importantes sobre esse momento. Confira!

Aborde o cão com cuidado

A rua é um ambiente inóspito para cachorros, já que eles não têm condições de se proteger dos perigos apresentados por ela, tampouco conseguem se ver livres de situações de maus-tratos. Por isso, é importante abordar cães encontrados na rua com bastante cuidado, pois podem reagir de maneira agressiva por estarem assustados.

Estender a mão para o animal cheirar é a primeira ação a se tomar. Conhecendo seu cheiro, ele poderá confiar em você. É importante também respeitar o tempo do cachorro e deixar que ele se aproxime. Conquistá-lo com comida e petiscos também é uma boa tática.

Observe o estado do cão

Após ganhar a confiança do cachorro, observe se ele aparenta estar doente ou se tem ferimentos pelo corpo. Cães debilitados por doenças podem caminhar com dificuldade, ter ossos aparentes, além de secreções nos olhos ou no nariz, dentre outros sintomas.

Uma ida ao veterinário já é recomendada para qualquer animal retirado da rua, por conta de doenças silenciosas. Logo, a busca por um profissional da medicina veterinária se torna ainda mais necessária quando o cachorro resgatado esteja visivelmente doente ou ferido.

Veja se há identificação no cachorro perdido

Preocupados com o bem-estar de seus animais e pensando no risco de fugas, muitos donos recorrem à plaquinhas de identificação para facilitar o retorno do animal ao lar em caso de desaparecimento.

Por isso, uma das primeiras coisas a se fazer ao encontrar um cachorro perdido é observar se ele tem uma coleira e se nela há alguma identificação por meio da qual seja possível entrar em contato com o responsável pelo animal.

Pergunte a algumas pessoas da localidade

Indagar moradores da região onde o cachorro foi encontrado pode ajudar a levantar informações que possibilitem encontrar o tutor do pet. Durante esse processo, é importante que a pessoa questione sobre o dia em que o cão apareceu no local e de forma chegou à região para saber, inclusive, há quanto tempo o animal está em situação de rua.

Além disso, deve-se também perguntar aos moradores do bairro se algum deles conhece o tutor do animal ou alguma família da região que esteja procurando um cão desaparecido. Com essas respostas, a pessoa que encontrou o cachorro poderá tomar os próximos passos, seja ao devolver o animal ao tutor localizado nas buscas ou ao abrigá-lo em local seguro.

Leve o cachorro perdido para casa

Caso a busca pelo tutor nas proximidades tenha sido infrutífera, a melhor opção é, após encaminhar o cachorro a uma clínica veterinária, levá-lo para casa e mantê-lo em um local seguro até que sua família finalmente seja encontrada.

Em casa, o ideal é fornecer ao cão um local adequado, onde ele poderá se alimentar, beber água, fazer suas necessidades fisiológicas e descansar em um espaço confortável e limpo.

Procure ajuda especializada

Recorrer a instituições de proteção animal, sites e aplicativos de cães perdidos, além de grupos em redes sociais voltados à busca por animais desaparecidos, é o próximo passo a se tomar após resgatar um cachorro encontrado na rua.

Com ajuda especializada, o cão poderá voltar mais rapidamente para os braços de seus tutores e, assim, a missão de quem o resgatou estará completa.

Cuidados para não ter seu cachorro perdido

Cachorro nos trilhos do trem

Para que seu cachorro não desapareça, medidas simples que reduzem as chances dele conseguir escapar podem ser executadas. Usar coleiras com identificação e tomar cuidados específicos em casa e nos passeios estão entre as ações que devem ser realizadas. Entenda melhor nos tópicos abaixo!

Use uma coleira com identificação e em bom estado

A coleira com identificação é item de primeira necessidade para cães tutelados por pessoas preocupadas com a segurança desses animais. A identificação pode ser feita através de plaquinhas ou outros acessórios presos à coleira.

Usando coleiras em bom estado, os cães identificados pelas plaquinhas podem voltar para casa mais facilmente, já que carregam consigo informações como o nome do tutor e um contato telefônico.

Não deixe seu cachorro sair sozinho

Deixar cachorros saírem sozinhos de casa é perigoso não só para os animais que vão para a rua pela primeira vez, mas também para os que saem todos os dias e já são acostumados a voltar ilesos.

Além dos riscos de maus-tratos, atropelamento e envenenamento, os cães que saem às ruas também podem desaparecer. Sejam por se assustarem com algo ou por decidirem caminhar um pouco mais e não conseguirem voltar, passando a sofrer sem comida e abrigo.

Tenha atenção na hora do passeio

Os passeios com os cachorros devem ser feitos sempre com coleira e guia para garantir a segurança dos animais. É importante também que se use coleiras em boas condições, com fechos seguros e bem colocados.

Ao caminhar com os cães nas ruas, o tutor deve estar sempre atento para evitar possíveis acidentes. Além de segurar a guia de maneira a não deixá-la escapar das mãos, o tutor também deve ater-se ao ambiente para estar preparado para agir, segurando o cão de maneira firme, caso algo deixe o animal agitado.

Muita atenção com cadela no cio

Cadelas no cio tendem a buscar pelas fugas com mais insistência por estarem à procura de cachorros para procriar.

E, assim como deve-se ter cuidado para evitar fugas de machos em busca de fêmeas no cio, é importante também ter atenção com as cadelas para evitar fugas que podem levar a uma prenhez, além de acidentes que ocorrem nas ruas.

A felicidade de rever um cão desaparecido é indescritível

Cachorro feliz com seu dono

O desaparecimento de um animal não é, necessariamente, o fim, pois muitos deles conseguem voltar para casa. Isso acontece mais facilmente em casos em que as dicas apresentadas neste artigo, como o uso das plaquinhas de identificação e o anúncio do desaparecimento em sites e aplicativos, são compreendidas e implementadas pelos tutores.

Após a fuga, muitos cães sofrem nas ruas, mas parte deles vivem a felicidade de voltar para casa. Nesses momentos, a euforia toma conta dos cachorros, que lambem os donos, pulam sobre eles e abanam os rabos freneticamente. Uma imagem que não deixa dúvidas sobre o quanto vale a pena dar o melhor de si na busca por seu melhor amigo desaparecido.

Autor deste artigo

Jornalista formada pela PUC, atua na área do jornalismo animalista há quatro anos e está sempre antenada sobre assuntos relacionados aos animais, já que é apaixonada por eles desde à infância.

Artigos relacionados


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.


Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Conheça a expectativa de vida de um gato e quais são os aspectos gerais que podem influenciar essa qualidade.


Como cuidar de periquito: guia completo do filhote ao adulto

Como cuidar de periquito: guia completo do filhote ao adulto

Neste artigo, você verá que os periquitos são aves de fácil adestramento de ótima convivência e que sua presença traz leveza ao ambiente doméstico.


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.