Cuidador de cachorro: o que fazem, como se tornar e mais!

Cuidador de cachorro: o que fazem, como se tornar e mais!

O cuidador de cachorro é o profissional responsável por cuidar do seu pet quando você precisa se ausentar. Saiba como escolher ou se tornar um!


Você conhece a profissão de cuidador de cães?

Cuidador de cão

O cuidador de cães é o profissional que, como o nome já diz, irá cuidar do seu animal de estimação quando você precisar se ausentar por um período relativamente longo de tempo. Existem vários tipos de cuidadores e cada um deles possui serviços diferentes para os mais variados tipos de necessidade.

Para saber qual tipo escolher, confira as dicas abaixo. Nesse artigo, você também encontra informações caso queira tornar-se um cuidador de cachorros, onde encontrar e oferecer esse tipo de serviço, quais as atividades realizadas por esse profissional e o que é preciso saber antes de contratar algum deles. Boa leitura!

O que fazem os cuidadores de cachorros?

Cuidador de cão

Passear, dar banho, alimentar, brincar: todas essas atividades são realizadas por um profissional, o cuidador de cachorros! Alguns oferecem diferentes tipos de serviços para seu pet. Quer saber quais são e como encontrar o melhor serviço para seu cãozinho?

Hospedagem

Os hotéis para cachorros são espaços completos para manter os animais felizes e saudáveis na ausência dos donos. Eles oferecem desde o básico, como alimentação e passeios, a espaços para brincar e quartos privativos para que seu amigo descanse com comodidade e segurança.

Fora esses serviços, os animais podem contar com banhos, tosas, banhos de sol e até programas de TV especialmente para eles. Costuma ser um local mais caro, mas oferece tudo o que é necessário para que o animal se mantenha entretido enquanto espera seu dono.

Creche

As creches são espaços para aqueles animais que não se incomodam com a presença de outros, isso porque eles estarão sempre em contato constante. As exigências das creches, entretanto, geralmente são as de que os animais estejam com todas as vacinas em dia, sem pulgas e carrapatos, além de vermifugados.

Nesses locais, os cachorros podem brincar com brinquedos e outros animais, fora os cuidados que recebem durante o monitoramento de especialistas nesse tempo, além de alimentação e horas de sono controladas. Quando o calor é intenso, os cachorrinhos podem até nadar em piscinas! Claro, com toda a segurança necessária.

Pet sitter

Os pets sitters, serviço crescente no país, são cuidadores que tomam conta dos cãezinhos em sua própria casa para que eles estejam em um ambiente familiar onde não irão se estressar ou ficar ansiosos. Os donos podem dar informações e instruções específicas sobre o animal, já que ele terá atenção individual do cuidador.

Nesse caso, os donos podem optar por um profissional que faça visitas periódicas durante o dia ou que permaneça ao lado do animal o dia todo, até que o dono retorne. Além disso, o cuidador pode aproveitar para regar as plantas e conferir a segurança da casa.

Passeio com os cães

O passeador é uma pessoa com quem um dono atarefado pode contar para passear com seu cão, que normalmente precisa de algumas voltinhas para socializar e fazer suas necessidades. Normalmente um passeador caminha com diversos outros cães, mas é algo que pode ser conversado caso o animal não goste de contato com outros.

O serviço de passeio pode durar de trinta minutos a uma hora, mas é outro ponto que pode ser discutido com o profissional. Eles acabam oferecendo serviços mais baratos porque não precisam, necessariamente, ter contato com o cachorro o dia todo.

Apoio veterinário

Por trabalharem com a saúde e o bem-estar dos animais, os cuidadores normalmente possuem conhecimento suficiente para saber quando seu cãozinho precisa de auxílio veterinário. Em locais como as creches e hotéis, por exemplo, é possível que existam profissionais da área por perto.

Além disso, alguns animais possuem um veterinário específico para onde vão em casos de emergência. Os cuidadores normalmente pegam o contato do profissional para que, se algo acontecer, possam cuidar do animalzinho sem obstáculos. Fora isso, muitos até podem saber como fazer os primeiros socorros em caso de algum machucado leve.

Como se tornar um cuidador de cachorros

Cuidador de cão

Se você tem grande afinidade com cachorros e gostaria de começar a trabalhar cuidando desses animais, mesmo que não tenha experiência com isso, que tal tornar-se um cuidador e aprender mais sobre esse serviço? Confira algumas dicas!

Procure plataformas de trabalho

No início do serviço, é importante conseguir clientes para que seu trabalho seja comentado e, assim, atraia mais serviço. Para facilitar, você pode realizar cadastro em plataformas que estreitam as relações entre donos necessitados e cuidadores em busca de emprego.

Um aplicativo interessante é o DogHero, onde você pode cadastrar seu serviço para encontrar interessados. Outro aplicativo é o Pet Booking, que oferece os mesmos serviços na área. Outro que também funciona para esse fim é o app Petlove. Os três estão disponíveis para Android e iOS e não requerem experiência.

Preencha seu perfil de cuidador

Um ponto importante na hora do cadastro é preencher seu perfil com informações importantes, como contatos de telefone, e-mail e redes sociais, além do que você pretende fazer (passear, alimentar, brincar) e, se houver, algo que ateste suas capacidades, como cursos relacionados, experiências, etc.

Esse é o momento em que você capricha nas informações para passar segurança para o dono dos pets que entrarão em contato, além de tornar o acordo entre vocês mais sólido e simples. Se puder, coloque fotos suas com animais para causar uma boa impressão e facilitar sua identificação.

Faça contatos para outros serviços

Contatos são muito importantes para que seu serviço se expanda, principalmente enquanto você estiver começando. O feedback recebido pelos clientes e passado de boca em boca vai te ajudar bastante a se consagrar no meio dos cuidados com os cães.

Por isso, sempre que possível continue o acompanhamento daquele animal do qual você cuidou: troque contatos com o dono, pergunte sobre os cãezinhos, faça uma boa divulgação do seu serviço nas redes sociais e faça questão de informar quando estiver disponível. Sempre há pessoas que precisam de um bom cuidador!

Preste um bom atendimento

Esse ponto também abrange o tópico anterior: quando o cuidador mantém um bom relacionamento com os animais e com os donos, sendo responsável com o bichinho e atencioso com o humano, ele pode ter certeza que os laços irão se estreitar e sempre vai haver serviço.

O atendimento começa antes do serviço e não termina mesmo depois que o animalzinho voltou para casa: se mostre interessado no animal e na sua rotina, trate-o bem e de acordo com o que o dono solicita e crie um bom relacionamento com a família. Essa relação positiva vai render bons frutos!

Dicas de como contratar um bom cuidador de cachorros

Cuidador de cão

Agora, se você quer encontrar um cuidador de confiança para tomar conta do seu cãozinho e não sabe como selecionar o melhor para cuidar do seu animal, abaixo seguem dicas de como se preparar para contratar os serviços desse profissional.

Analise a capacitação do cuidador e o preço

Como você entregará seu animal de estimação a um profissional, não é errado saber quais as qualificações dessa pessoa antes de confiar a ele seu melhor amigo. Confira tanto com o cuidador quanto com outros clientes como ele trabalha, quais métodos utiliza para determinadas atividades e peça feedbacks.

Além disso, tenha em mente que comparar preços entre esse tipo de serviço não é errado: se o dinheiro é curto e um serviço básico já ajuda, basta se atentar à capacitação do profissional. Alguns oferecem um trabalho mais em conta que os outros e praticam as mesmas atividades.

Faça uma visita ao local

Se por algum motivo o cuidador não pode ir até sua casa ou você prefere deixá-lo em um espaço especializado, lembre-se de visitar o local para saber se seu animal irá se adaptar ou não a ele. Você conhece seu amigo mais do que ninguém e sabe quais suas necessidades, então aposte nisso.

Além disso, é importante saber se o local é de confiança, se há espaço suficiente para suprir as necessidades do seu pet, quais os serviços oferecidos e como eles são realizados. Tudo isso vai ajudar seu amigo a ficar confortável e você a não ficar preocupado.

Informe se há problemas de saúde e restrições

Alguns animais possuem necessidades específicas, como dieta restrita, medicamentos, frequência de atividades físicas, problemas de saúde específicos e até dificuldades de socialização, como ansiedade. O cuidador precisa conhecer esses aspectos do animal para tomar os cuidados necessários com ele.

Dessa forma, ele poderá, por exemplo, fornecer os remédios certos nas quantidades e horas corretas, oferecer a alimentação adequada, ficar atento em caso de problemas e até respeitar o tempo dos bichinhos para brincarem ou se abrirem com ele no começo dos cuidados.

Converse sobre rotina e comportamento do seu cão

Animais tendem a ser mais receptivos quando têm sua rotina e limites respeitados, principalmente por alguém que eles não conhecem tão bem. Mesmo que seu cachorro seja muito dócil, ele ainda pode estranhar uma pessoa nova dentro de casa ou estar em outro ambiente.

Informe quais atividades seu cachorro está acostumado a realizar, em quais horários ele costuma brincar ou sentir vontade de fazer necessidades, se tem algo que ele não gosta de fazer e até em que momentos ele se sente mais disposto. Quanto mais informações você puder dar, melhor vai ser o atendimento que seu amigo irá receber.

Fique atento à adaptação dos pets

Mesmo animais bastante sociáveis podem enfrentar algum tipo de desconforto em locais com os quais não estão acostumados, como as creches ou hospedagens, o que pode deixá-los estressados, acuados ou mesmo desanimados para frequentar esses locais. Por isso, é importante que você observe como seu animal se comportará nessas situações.

Às vezes ele pode não se acostumar com o local e, devido a isso, você precisará buscar outros lugares ou alternativas para deixá-lo mais confortável. Nesse caso, é importante testar a qual desses tipos de serviço ele se acostumará melhor para ajudar nas próximas vezes.

Deixe dados para contato

Por mais que o local onde você deixe seu cãozinho seja seguro e cumpra com o que foi acordado entre vocês, ou que o cuidador responsável por ele seja de confiança, ainda não se deve descartar possíveis emergências que possam ocorrer. Nessas horas os cuidadores necessitam dos seus dados para informar sobre possíveis problemas.

Além disso, eles podem querer te contatar apenas para enviar informações no fim do dia sobre atividades que seu animal realizou para te deixar mais tranquilo e te manter atualizado ou perguntar alguma informação que possa ter não ter sido mencionada.

Peça fotos e informações durante a estadia

Por mais que a maioria dos cuidadores já envie informações sobre como seu pet se saiu em determinados momentos do dia, é importante que você também se mostre interessado no que seu pet fez ao longo desse tempo.

Sinta-se à vontade para pedir fotos das atividades realizadas, bem como informações do que ele comeu, onde passeou, por quanto tempo ele brincou, se dormiu, se tomou banho ou os remédios. Assim você pode ficar despreocupado e incentiva o cuidador a te manter sempre informado sobre seu amigo.

Agora você já sabe qual o serviço de um cuidador de cachorros!

Cuidador de cão

Como vimos aqui, um cuidador profissional vai se atentar às necessidades de todos os que estiverem sob sua responsabilidade, desde as mais básicas até as mais específicas. Justamente por oferecer serviços variados, ele irá cuidar do animal de estimação de alguém como se fosse o seu próprio, de forma individual ou não.

Agora que você já conhece os principais serviços desse especialista, já sabe onde encontrá-los ou até mesmo como se tornar um. Lembre-se de que o cachorro precisa de cuidados para se manter sempre feliz e saudável, então que tal aproveitar uma ajudinha profissional para deixá-lo em boas mãos?

Autor deste artigo

Formada em Letras - Português pela Universidade do Estado de Minas Gerais, trabalho como redatora freelance e revisora de textos acadêmicos, e-books e artigos. Apaixonada por gatos e roedores.

Palavras-chave relacionadas


tipos dicas cuidados criar

Artigos relacionados


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Conheça a expectativa de vida de um gato e quais são os aspectos gerais que podem influenciar essa qualidade.


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.