Javali no Brasil: veja história e curiosidades do animal

Javali no Brasil: veja história e curiosidades do animal

Conheça um pouco mais sobre esse peculiar animal, descubra a sua origem, os traços mais marcantes da sua presença no Brasil e muito mais!


Entenda a história do javali no Brasil

Javali com um filhote

O javali é uma das espécies de porco selvagem mais abundantes no planeta, presente em todos os continentes, com exceção da Antártida.

No Brasil, esse animal é conhecido por ser uma praga principalmente em plantações e bolsões de mata nativa. Sua presença é caracterizada pela destruição da vegetação nativa e cultivada, bem como pelo impacto na vida de outras espécies que já vivam nesses.

Nesse artigo você conhecerá um pouco mais sobre essa peculiar espécie, descobrirá a sua origem, os traços mais marcantes da sua presença no Brasil e muito mais. Confira!

Javali no Brasil e os efeitos da sua presença

Javali na floresta

Confira agora cinco tópicos em que apresentaremos algumas peculiaridades sobre a presença do javali no Brasil, como os efeitos que esses animais causam no território do país e o questionamento sobre a existência, ou não, de perigos relacionados ao consumo da sua carne.

Chegada do javali ao brasil

O IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), estima que a introdução da espécie no Brasil se deu pela chegada de exemplares ao Rio Grande do Sul, que faz fronteira com Uruguai e Argentina. Acredita-se que a introdução do javali-europeu, subespécie do Sus scrofa, na América do Sul, se deu através dos referidos países vizinhos.

Hoje em dia, sabe-se de forma comprovada que o animal está presente em mais de 20 estados da federação, com a confirmação de avistamentos recentes em mais de 30% dos municípios brasileiros.

Efeitos causados pelo javali no Brasil

Por não possuir predadores naturais no Brasil, o javali proliferou livremente. O animal tornou-se um problema gigante, sobretudo para pecuaristas e agricultores das regiões sul e centro-oeste do país.
Por terem uma preferência a se alimentar de vegetais e frutas, os javalis simplesmente invadem plantações deixando um rastro de destruição por onde passam.

Segundo dados do próprio IBAMA e de órgãos de controle de zoonoses, os estados brasileiros que menos reportam problemas com javalis são Alagoas, Amapá, Rio Grande do Norte, Roraima e Sergipe.

Motivo da caça ao javali não ser proibida

Em alguns países do mundo, a caça de javalis não só é permitida como também incentivada, por ser vista como uma medida de controle populacional. No Brasil, a caçada ao animal é legal, mas possui uma série de regras que, na prática, dificultam a sua execução.

Apenas os chamados CAC’s (Controladores Atiradores Caçadores) possuem o direito de caçar javalis legalmente no país. Essas pessoas possuem certificações liberadas pelo IBAMA e as polícias Militar, Civil, Federal e Ambiental dos seus respectivos estados.

A caça não pode ocorrer em períodos de reprodução dos animais e o CAC que deseje praticar a caçada de javalis precisa fazê-la dentro de uma propriedade privada, mediante autorização do proprietário. Além disso, o animal abatido precisa ser enterrado no local em que foi pego.

A carne de javali é apreciada

A carne de javali é extremamente apreciada e procurada em todo o mundo por causa do seu sabor peculiar e o seu teor nutritivo. Porém, o seu consumo não é recomendado em todas as ocasiões por causa dos riscos sanitários.

Apenas frigoríficos certificados estão autorizados a comercializar o produto e o recomendado é que só se consuma carne de procedência, evitando a carne de javalis selvagens abatidos por caçadores.

O javali pode ser um agente transmissor de enfermidades?

Sim, o javali pode ser um vetor de transmissão de doenças. Esses animais carregam diversos tipos de vírus e parasitas como pulgas, carrapatos e vermes. Com isso, o javali pode transmitir doenças como cólera, cisticercose, antraz e outras.

Outro fator de risco é que, por percorrerem grandes distâncias, os javalis acabam entrando em contato com porcos domésticos, que por sua vez estão no convívio de humanos servindo como alimento em muitos casos. Além disso, o hábito de consumir a carne de javali selvagem, o que é proibido no Brasil, pode ocasionar infecções diretas.

Características do javali no brasil

Javali na floresta

A seguir detalharemos os pontos principais no que diz respeito às características da presença do javali no Brasil e no mundo. Descubra informações como nome e origem dessa espécie de porco selvagem, seu tamanho, lugares aonde pode ser avistado e muito mais!

Nome e origem do javali

O javali ou porco selvagem, que tem como nome científico Sus scrofa, é um animal da família dos suínos que tem suas origens remontadas às regiões do oeste asiático, leste da Europa e norte da África. Uma subespécie do javali, conhecida como javali-europeu, de alguma forma foi introduzida nas Américas e Oceania.

Por ser um animal de fácil reprodução, o javali rapidamente proliferou e se espalhou por todo o globo, onde novas subespécies do animal apareceram.

Características físicas do javali

Essa espécie de porco selvagem possui membros dianteiros bem mais avantajados que os traseiros, o que lhes confere uma grande força física. Outra característica que diferencia os javalis dos porcos domésticos, por exemplo, é a quantidade de pelos negros ou castanho-claro que cobrem os seus corpos.

Nas patas, esses animais possuem grandes cascos, que usam para cavar a terra. Mas um dos traços físicos mais característicos dos javalis são os grandes caninos que eles possuem. Tanto os inferiores quanto os superiores nunca param de crescer, por isso se projetam para fora da boca.

Tamanho e peso do javali

Os machos podem ir de 50 a 250 kg, enquanto as fêmeas vão de 40 a 200 kg. Chegam a medir de 1,40 a 1,80 m de comprimento, enquanto podem chegar a 1,10 m de altura.

O peso e tamanho dos javalis variam de acordo com o ambiente onde vivem, bem como as características genéticas da subespécie em questão. Quanto mais comida houver no habitat maior ele será.

Distribuição geográfica

Como dissemos, é possível encontrar o javali em todo o planeta, distribuídos em várias subespécies que se adaptam às especificidades de cada região.

No Brasil, os javalis podem ser encontrados em, praticamente, todas as regiões do país. Porém, a incidência deles em regiões de alta concentração de plantios e culturas diversas é bem mais acentuada, como é o caso da região centro-oeste do país.

Hábitos e comportamento

Os javalis são animais muito sociáveis, porém agitados. Eles geralmente andam em bandos entre cinco e vinte animais. Os grupos são comandados por fêmeas-alfa que guiam sua prole até atingirem a maturidade.

Enquanto isso, javalis machos costumam andar sozinhos ou em grupos menores, compostos por “barrões”, como são chamados os javalis mais maduros, e “escudeiros”, que são os animais mais jovens, incluindo os que acabaram de desmamar. Durante o dia os javalis costumam passar mais tempo descansando à sombra, mas durante a noite eles saem para procurar comida e caminhar.

Alimentação do javali

Esse animal é um onívoro, ou seja, basicamente come de tudo. Entretanto, a preferência do javali é por raízes, frutas, folhas e todo tipo de vegetal. Por vezes o animal pode se alimentar de pequenos animais, ovos e restos de animais mortos.

Outra grande preferência alimentar dos javalis são os insetos e vermes. Não é incomum encontrar buracos na terra e restos de troncos podres que foram destroçados por javalis, pois eles “fuçam” esses lugares em busca de alimento.

Reprodução e expectativa de vida

O período de reprodução dos javalis vai de Novembro a Janeiro. Nesse tempo os javalis machos procuram fêmeas receptivas para acasalarem. A gestação de uma fêmea de javali costuma durar cerca de 110 dias, podendo gerar de dois a dez leitões, que são os “bebês” javali.

Os pequenos javalis desmamam em até quatro meses, e a partir dos oito começam a entrar no período de amadurecimento sexual. Javalis podem viver por até vinte anos em cativeiro, sendo essa a expectativa de vida estimada também para aqueles que vivam na natureza.

O javali é um animal resistente presente em quase todo o mundo

Dois javalis na floresta

Esse animal magnífico é, também, um sobrevivente. O javali mostrou na prática a sua capacidade de sobrevivência e adaptação. Porém, o seu ponto forte é também a sua fraqueza e o motivo da crescente perseguição que sofre.

O seu comportamento e traços instintivos, faz do javali uma espécie invasora em muitos territórios onde está presente. Eles destroem plantações, interferem no ciclo vital de outros animais nativos e até cruzam com outras espécies de suínos, dando origem a novas subespécies como é o caso do javaporco.

É responsabilidade de governos e entidades do setor de zoonoses promover um justo e eficaz modelo de controle e proteção desses animais. Agora que você já sabe tudo sobre o javali, continue navegando em nosso site para conhecer e aprender um pouco mais sobre diversos outros tipos de animais.

Autor deste artigo

Professor de História, técnico em Recursos Humanos e Redator Web.

Artigos relacionados


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


Como cuidar de periquito: guia completo do filhote ao adulto

Como cuidar de periquito: guia completo do filhote ao adulto

Neste artigo, você verá que os periquitos são aves de fácil adestramento de ótima convivência e que sua presença traz leveza ao ambiente doméstico.


Cachorro idoso: veja os sinais da idade e os cuidados

Cachorro idoso: veja os sinais da idade e os cuidados

Quem não quer seu cachorro idoso feliz e saudável até o fim de seus dias, não é mesmo? Vamos aprender os sinais de idade e os cuidados com amigo fiel!


Peso e tamanho do Shih Tzu pelos meses: veja o crescimento!

Peso e tamanho do Shih Tzu pelos meses: veja o crescimento!

Confira aqui como acontece o crescimento do Shih Tzu, no tamanho e no peso, do primeiro mês até a fase adulta, além dos cuidados com a raça.


Surucucu pico-de-jaca: Conheça esta enorme cobra venenosa

Surucucu pico-de-jaca: Conheça esta enorme cobra venenosa

A surucucu pico-de-jaca é uma cobra enorme e com um poderoso veneno que pode matar rapidamente. Veja aqui características marcantes desta espécie.


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.