Como fazer um cachorro se acostumar ao novo dono? Veja dicas

Como fazer um cachorro se acostumar ao novo dono? Veja dicas

Está com dificuldade do seu cão se adaptar ao novo ambiente? Venha descobrir diversos fatores que influenciam nisso e várias dicas para ter sucesso com ele!


Um cachorro consegue se acostumar com novo dono?

Uma mulher sentada na grama com o seu cachorro

Os cachorros são animais extremamente inteligentes, e, apesar de conseguirem se acostumar a um novo dono, eles necessitam de cuidados e atenção quando são introduzidos à uma nova família. O ambiente precisa estar bastante favorável para que ele se sinta confortável e tenha uma boa adaptabilidade.

Além disso, é importante criar laços de confiança entre vocês. Os cães são animais muito sensitivos e precisam de atenção e treinamentos consistentes para uma evolução positiva com o novo dono. Dessa forma, vamos entender com mais detalhes todos os fatores que você deve considerar antes de levar o seu cãozinho para a nova casa, além de dicas gerais e fatores comportamentais.

Para o cachorro se acostumar com novo dono, considere:

Homem agachado ao lado do seu cão

Existem diversos fatores que são extremamente importantes para a adaptação do seu novo cãozinho em sua casa, tais como diferença de idade, análise da saúde dele e planejamentos para ele acostumar com o ambiente. Vamos detalhar um pouco mais a seguir!

Diferença na adaptação de filhote e adulto

Sabe-se que o comportamento de cães filhotes e adultos podem ser bem diferentes. Os filhotes geralmente são mais curiosos e ativos, gostam de estar sempre fazendo algo, como morder e brincar, mesmo os bebês que são de uma raça mais antissocial ou quieta.

Já os cães adultos possuem um comportamento “pré” definido da casa que eles moravam antes, ou canil/feira de adoção. É igual um ser humano adulto, que já carrega diversas decisões, traumas e manias. Assim, adaptá-los pode ser um pouco mais difícil e pode demorar mais tempo.

Check-up na saúde do cão

Antes de tudo, é essencial você levar o seu cãozinho ao veterinário e realizar exames de rotina. O check-up em sua saúde pode prevenir problemas futuros e já mostra se o cão possui alguma tendência a ter um determinado problema de saúde.

Por isso, faça exames de sangue, ultrassom, radiografia e outros que achar necessário. Além disso, forneça todas as vacinas que ele precisar, além dos vermífugos e suplementos alimentares (se for recomendado).

Planejar a adaptação a longo prazo

Claro que a adaptação não acontece da noite do dia. Diversos fatores influenciam, tais como o seu trabalho, disponibilidade, energia do cão, a idade dele, outros moradores da casa, rotina, entre outros. Assim, planeje semanalmente como será feita essa adaptação.

Seria interessante separar várias horas do dia para dar atenção à ele, dividindo as tarefas em treinamento, adestramento, companhia e brincadeiras. Não incentive tudo isso de uma vez só, vá aumentando as atividades gradualmente até que ele se sinta confortável e possua um comportamento adequado.

Dicas iniciais para o cachorro se acostumar com novo dono

Filhote cheirando rosto da mulher

Vamos entender adiante quais são as principais responsabilidades nos primeiros dias em que o seu cãozinho chegou em sua casa, desde a apresentação dos moradores, do ambiente, estabelecimento de rotina e recompensas.

O cão precisa de tempo para se adaptar

Qualquer cachorro vai demandar um tempinho para se acostumar com o novo ambiente. De início, eles chegam e começam a cheirar a casa, para entender o local que estão. Alguns podem ficar mais acuados e tímidos, ficando em cantinhos ou lugares escondidos.

Assim, respeite o tempo dele e não fique bravo ou o incentivando demais com brinquedos para ganhar a atenção dele, pois isso pode levar ao comportamento contrário. Alguns cães já acostumam depois de 2 a 3 dias, enquanto outros podem ficar até duas semanas desconfortáveis.

Aja discretamente com seu cão

Um erro muito frequente é deixar se levar pela empolgação do cãozinho novo e sobrelotar o animal de atenção e brincadeiras. Em alguns casos isso pode até não ser ruim, com cães muito amigáveis e ativos. Mas na grande maioria eles se sentem receosos e amedrontados por essa ação.

Sendo assim, é importante você agir de forma discreta. Mostre os alimentos com calma, os potinhos de comida, o cantinho que ele vai dormir. Não precisa soltar o animal para ele ficar descontrolado pela casa. Você precisa ser discreto para que ele entenda que está tudo bem naquele ambiente, mostrando paciência.

Apresente os moradores gradualmente

Outro erro é o animalzinho chegar e vir diversas pessoas em cima, querendo pegar no colo e jogando bolinhas para o cão. Isso realmente pode assustá-lo, ainda mais se ele for um filhotinho.

Assim, mostre os residentes do local progressivamente. Separe uns minutos com um e no outro dia separe mais alguns com outra pessoa e assim por diante. O cãozinho precisa se acostumar com o cheiro e os comandos das pessoas. Por isso, sobrecarregar o cachorro com vários indivíduos no mesmo intervalo de tempo não é legal e pode confundi-lo.

Estabeleça uma rotina

É extremamente importante você estipular uma rotina de horários e atividades, principalmente se a maioria das pessoas da casa trabalham fora e o animal precise ficar um tempo sozinho. Assim, o costume dele vem da repetição. Não é legal cada dia você dar comida em um horário diferente, e brincar em horários aleatórios.

Também opte por escovar sua pelagem e os dentes em escalas fixas, por exemplo, toda manhã. Caso opte por levá-lo ao pet shop para banhos, tente deixar horário fixo no mesmo dia da semana. Isso ajuda bastante o cão a se ajustar ao novo ambiente.

Ofereça recompensas sempre

Uma ótima opção para o seu cãozinho aceitar a casa nova e se sentir bem, é ele ser recompensado positivamente pelos seus atos corretos. Essa recompensa pode ser um petisco, um pedaço de uma fruta, algo que ele goste de comer, ou até mesmo um carinho ou uma brincadeira rápida.

É interessante você mesclar o adestramento com exercícios físicos e sempre recompensá-lo quando vocês chegarem em casa do passeio. Ele irá entender que aquela atividade trará algo que ele gosta, então isso se tornará prazeroso à ele.

Espaço para fazer o cachorro se acostumar com novo dono

Homem junto do seu cachorro

Depois que você entende a personalidade do seu cão, é bem mais fácil adequar suas atividades e o local para que ele se sinta bem. Por isso, vamos descobrir o que você pode fazer para que ele se sinta aconchegante, reservando locais específicos para ele!

Passeio pela casa na chegada

Quando o seu cãozinho acabar de chegar em sua casa, aja com calma e deixe ele cheirar o ambiente. Mostre os cômodos aos poucos, levando ele ao canil ou local principal que terá as suas coisas. Eles adoram jardins e quintal, caso possua, deixe ele farejar e se acomodar.

Opte por mostrar quartos e banheiros, que são locais íntimos, mais adiante, pois ele acostuma com o cheiro dos donos e gera ansiedade quando o cão estiver dormindo longe ou na área externa.

Reservando um lugar ideal

Muitas casas hoje em dia não possuem canil, pelo fato de muitos animais viverem dentro de casa com os donos ou em apartamento. Assim, reserve um cantinho somente para ele. Não deixe o cão à mercê de todos os cômodos para ele se aproveitar de tudo.

É importante você impor limites e fazer com que ele entenda que somente um cantinho é dele e lá ele pode ficar à vontade. Dessa forma, coloque a caminha, potinhos de comida, brinquedos e mostre os locais em que ele pode entrar e ficar. Caso possua um canil, faça a mesma coisa e sempre deixe o local aconchegante para que ele não se sinta excluído.

Separando um lugar para as necessidades

Esse é um tópico importante, pois os cães necessitam de ensinamento sólido para aprenderem onde devem fazer as necessidades fisiológicas.

Assim, caso possua área externa, coloque o cão na grama nos horários em que ele faz as necessidades para ele ir acostumando que aquele local é indicado para esta finalidade (alguns até aprendem sozinhos).

Se não possuir jardim ou grama, utilize tapete higiênico e deixe sempre o cão ali perto quando for os horários de costume.

Brinquedos e acessórios

Forneça alguns brinquedos para que ele tenha com o que se divertir e descontar a ansiedade do novo ambiente. Se ele for filhote, mordedores são essenciais, além de bolinhas e cabo de guerra.

Outra opção é você pegar uma blusa sua usada e colocar junto com os brinquedos em sua caminha, para que ele se sinta o seu cheiro e fique mais acomodado com o local. Isso pode trazer conforto para que ele não se sinta “sozinho” e já intensifica o laço de união entre vocês.

Dieta para fazer o cachorro se acostumar com novo dono

Ração sendo oferecida ao cão

É muito bom você prestar atenção na alimentação do seu animal, principalmente quando ele está em um novo ambiente. Dessa forma, vamos entender com mais detalhes quais são as dietas que você pode oferecer para ele se sentir saudável.

Ele pode perder o apetite no começo

Alguns cães, dependendo do estado de adaptação podem perder o apetite nos primeiros dias. Isso acontece devido à essa mudança radical de vida, alinhada com novas pessoas e rotinas. Assim, se o seu cão não estiver comendo, não force ele.

Se ele não está comendo a ração, não fique oferecendo carne, frango, fruta, ovo, sardinha, pão, entre outras. É importante você entreter o cão com outras coisas, fornecendo carinho e brincadeiras e o que ele estiver necessitando para se adaptar. Às vezes é só o tempo mesmo.

Ofereça uma dieta saudável

A alimentação mais adequada aos cães é a ração. Existem diversas marcas renomadas que oferecem uma ração extremamente nutritiva para um completo funcionamento do corpo do filhote ou adulto, mesmo se o cão for muito ativo.

Além disso, você pode optar por pequenos pedaços de frutas em dias intercalados, ou pequenas porções de carnes magras e vegetais. Entretanto, nunca substitua uma refeição de ração por essas opções. Se for recomendado pelo nutricionista, você pode introduzir outros alimentos específicos ou suplementação (em alimentos ou comprimidos).

Evite mudanças bruscas na dieta

Como já foi dito, todo o foco na adaptação de um novo cãozinho se dá por meio de repetições. Assim, evite ter mudanças muito bruscas em sua alimentação. Caso vá trocar de ração, não ofereça o novo pacote de uma vez, isso pode gerar aversão por parte do animal.

Vá equilibrando as porções com porcentagens pequenas da nova ração, aumentando gradualmente até que esteja 100% da nova dieta. O mesmo acontece com outros alimentos, como frutas e vegetais. Vá adicionando porções bem pequenas e se for retirar, também reduza aos poucos para ele não ficar passando vontade.

Socialização para fazer o cachorro se acostumar com novo dono

Pessoa brincando com seu cão

A socialização é essencial para que o seu cão se sinta acolhido e amado por todos os membros da casa. Vamos entender o que vocês precisam fazer para ter sucesso entre vocês e com outros pets.

Apresente outros pets com o tempo

Quando um cãozinho chega a uma nova casa, é importante que ele tenha tempo e paciência para lidar com a nova rotina. Assim, não seria legal você já trazer novos pets para já apresentar a ele nos primeiros dias.

Isso pode assustar e criar inimizades e receio. Caso queira outro animal, espere ele se adaptar com vocês e com o novo ambiente. Apesar disso, se você já possuir outro pet em sua casa, seria bom você deixá-los separados por uns dias e ir introduzindo a presença aos poucos, mesmo se forem cães amigáveis.

Permita o primeiro contato pelo cheiro

Aquela velha imagem de que você oferece a sua mão para o cachorro cheirar é bem importante. Isso acontece porque os cães possuem o olfato altamente desenvolvido e usam isso a seu favor, para detectar informações sobre o novo indivíduo.

Dessa forma, ao cheirar você, isso mostra um respeito da sua parte. Isso acontece com outros pets também, eles precisam se cheirar para conhecer o outro animal. Assim, coloque os dois em coleiras e vá aproximando aos poucos até que se sintam confortáveis com esse contato.

Faça brincadeiras com os dois separados

Para que um pet não se sinta enciumado ou excluído pela presença de outro cão, forneça brincadeiras separadas para que eles entendam que os dois possuem espaço em sua vida, sem grandes problemas.

Entenda o comportamento deles e qual é a brincadeira favorita. Estipule horários diferentes para que os dois consigam brincar e de preferência evite que um veja o outro brincando, para não criar atritos. Um ambiente amigável é essencial para uma boa adaptação.

Depois, tente brincar com os pets juntos

Posteriormente, quando os dois cães estiverem familiarizados com a presença em conjunto, vá introduzindo brincadeiras com os dois, de preferência bolinhas ou objetos que eles estão acostumados.

Com certeza, um dos dois vai assumir a liderança, tentando comandar o espaço, demarcar território ou manipular a bolinha. Nesse momento você precisa ser firme e mostrar que os dois possuem a sua atenção, brincando igualmente e evitando o monopólio do objeto.

Cuidados ao fazer o cachorro se acostumar com novo dono

Homem segurando seu cão no colo

Todos os cães, filhotes ou não, necessitam de cuidados na nova casa para agirem de forma correta e evitar acidentes, fugas e comportamentos inadequados. Vamos entender mais adiante.

Jamais puna seu cão

A punição não deve ser uma alternativa viável para ensinar o seu cão. Você precisa treiná-lo com recompensas positivas, incentivando o comportamento correto e não punindo o errado. Os cães não possuem a maturidade de entender que algo é “errado” igual nós humanos.

Por isso, quando você agride, prende ou machuca o seu cão, ele não vai entender o real motivo, causando confusão e medo.

Evite fugas

Algumas vezes pode acontecer de os animais fugirem de casa quando encontram um portão aberto. Isso acontece com mais frequência em cães adultos, pois eles já possuem uma maturidade mais avançada e podem estar mais tediosos.

Já os filhotes geralmente conseguem se entreter com o novo ambiente mais facilmente. Porém, sempre deixe os portões fechados e se o seu cão demonstrar qualquer motivo de querer sair correndo quando vê uma porta aberta, adestre ele e evite prender, pois isso reforça ainda mais a vontade de fugir.

Supervisione brincadeiras com crianças

Por mais amigável que o seu cão seja, é sempre essencial você supervisionar os momentos com crianças. Mesmo sem querer, alguns animais são muito estabanados e empolgados, podendo derrubar algumas crianças, ou bater a pata ou o rabo nelas.

Assim, sempre fique por perto para evitar acidentes e entenda o comportamento do seu cão, agindo de forma preventiva também.

É muito importante adaptar o seu cão ao novo ambiente sem pressa!

Homem abraçando seu cão

A chave para se relacionar com seu cão é simples: passem muito tempo juntos, levando para passear, brincando, fornecendo carinho e uma alimentação saudável. Uma ótima maneira de estabelecer um vínculo com seu novo cão é ensinando-o com recompensas positivas quando ele possui alguma atitude correta e ter muita paciência com o tempo dele.

Quando se trata de se relacionar com seu novo cachorrinho, mantenha as coisas mais naturais possíveis. Você não quer apressar e deixá-lo ansioso. Por isso, tenha calma e não desanime se não notar os resultados automáticos.

Depois de ter a confiança e o amor do seu cão, ele se tornará o seu melhor amigo e essa recompensa é a melhor de todas. Você nem se lembrará das semanas ou meses de incerteza e adaptabilidade.

Autor deste artigo

Palavras-chave relacionadas


Cuidados Treinamentos Curiosidades

Artigos relacionados


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Como deixar o cachorro bravo? Dicas para seu cão de guarda

Como deixar o cachorro bravo? Dicas para seu cão de guarda

Você tem a intenção de deixar seu cão bravo para ele realizar a guarda da sua casa e da sua família? Então, confira este artigo e confira todas as dicas!


O que hamster pode comer? Banana, cenoura, morango e mais

O que hamster pode comer? Banana, cenoura, morango e mais

Você já se perguntou o que um hamster pode e o que não pode comer? Neste artigo, falaremos sobre o que oferecer em uma dieta correta para o seu pequeno roedor!


Quantos dias depois do cio a cadela pode cruzar

Quantos dias depois do cio a cadela pode cruzar

Você tem uma cadela e quer deixá-la engravidar? Se possui alguma dúvida, leia este texto e entenda quantos dias depois do cio o animal pode cruzar!


Cachorro sofre quando muda de dono? Veja sinais e dicas!

Cachorro sofre quando muda de dono? Veja sinais e dicas!

Você sabia que um cachorro pode sofrer quando está se adaptando a um novo dono? Confira essa e muitas outras informações sobre os cães neste artigo!


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.