Cervo: tipos e características deste animal presente também no Brasil

Cervo: tipos e características deste animal presente também no Brasil

Aqui você irá conhecer a família dos cervídeos, incluindo o cervo do pantanal. Abordaremos características, curiosidades e os vários tipos deste animal!


Conheça tudo sobre o cervo!

Grupo de cervos

Quando o nome cervo aparece, a primeira coisa que vem a cabeça da maioria das pessoas são os animais de porte grande, beges, com galhadas e que costumam aparecer no meio de estradas em alguns filmes de terror e drama. No entanto, esses animais têm muito mais curiosidades do que você imagina.

Os cervos, que também são conhecidos como veados, são animais herbívoros e ruminantes que se diferenciam por terem galhadas ao invés de chifres. Nesse artigo, vamos conhecer um pouco sobre essa família, passando por suas características principais, seu modo de viver e mostrando algumas espécies.

Características gerais do cervo

Cervo na floresta

Como dissemos, além das características mais marcantes, os cervos têm muitas outras que podem ser interessantes de conhecer. Por isso, vamos ver quais são as características gerais de um cervo.

Características físicas do cervo

Os cervos são animais de pelagem marrom e lisa, com algumas áreas de coloração branca. Além disso, eles também possuem grandes orelhas e pernas longas.

Existem cervos de tamanhos variados. Alguns possuem cerca de 30 cm de altura, como o cervo Pudu. Já o maior cervo, o Alce, pode chegar a 2,1 m de altura.

O que diferencia os cervos de outros animais ruminantes é o fato deles desenvolverem galhadas ao invés de chifres. Elas são estruturas ósseas, presentes apenas nos machos, que podem quebrar ao longo da vida e crescer novamente.

Origem e habitat do cervo

Os cervos são nativos da Ásia, América do Norte e do Sul, Europa e norte da África. Eles foram levados pelos homens para outras regiões do mundo em que não são espécies endêmicas, como Austrália e Nova Zelândia. O veados vivem em uma grande variedade de ambientes, mas sempre perto de locais com água disponível. Os mais comuns são florestas, pantanais, pântanos, desertos e tundras.

Hábitos e comportamento do cervo

Os cervos costumam viver em pequenos grupos formados pelas fêmeas e seus filhotes. Os machos, quando adultos, costumam ser mais solitários e viver sozinhos.

Por serem presas muito comuns, tanto entre humanos quanto entre outros animais, os cervos se adaptaram para evitar caçadores. Em alguns casos, como o do cervo canadense, é comum vê-los no meio de estradas. É uma forma de garantir que os caçadores não os acharão.

Reprodução da espécie

Os veados são animais que ficam aptos à reprodução a partir dos dois anos de idade. Os que vivem em regiões de clima quente acasalam em qualquer época do ano. Já os que vivem em regiões frias, esperam pelo outono ou inverno para cruzarem. O tempo de gestação da fêmea dura de 7 a 8 meses.

Alimentação do cervo

Os animais da Família Cervidae são herbívoros. Entretanto, como o estômago deles é pouco desenvolvido, eles não digerem vegetação com muita fibra, como as ervas. Sendo assim, os cervos alimentam-se principalmente de rebentos, folhas, frutos e líquens.

Outra informação importante é que os cervos são animais ruminantes. Isto é, eles mastigam a comida, engolem e depois trazem de volta do estômago em forma de massa, para mastigar novamente.

Expectativa de vida

Por serem presas de diversos animais e caçadores, a expectativa de vida de um cervo fora de cativeiro não costuma ser muito alta. Cervos adultos fora de cativeiro costumam viver cerca de 10 anos, enquanto um cervo bem cuidado, que vive em cativeiro ou consegue escapar de capturas, pode viver cerca de 20 anos.

Algumas espécies de cervo

Existem cerca de 30 espécies diferentes de cervo ao redor do mundo. Algumas delas são o cervo-canadense, cervo-do-pantanal, veado-campeiro, rena e alce. Veja agora algumas das principais características desses animais.

Cervo-canadense

Cervo-canadense

O cervo-canadense é uma espécie encontrada principalmente na América do Norte e na Ásia. Nessa espécie, os machos pesam em média 320 kg e podem chegar 2,5 m de comprimento. Já as fêmeas pesam 225 kg e podem medir até 2 m.

Animais dessa espécie costumam acasalar nas épocas de outono e inverno. Os machos dominam grupos de até 20 fêmeas que, por sua vez, dão à luz na primavera.

Cervo-do-pantanal

Cervo do pantanal

Também conhecido como suaçupu, essa espécie é comum apenas no Pantanal, na bacia do Rio Guaporé, na Ilha do Bananal e em Esteros del Iberá. Isso porque é uma espécie considerada vulnerável na lista de animais em extinção, desde o século XX.

O cervo-do-pantanal é o maior de sua família na América do Sul, podendo pesar até 125kg e ter até 1,27 m de altura. As fêmeas são sempre um pouco menores que os machos e não possuem galhadas.

Esse animal é preferencialmente diurno e solitário. Seus predadores são a onça-pintada e a onça parda. Sua alimentação é geralmente feita de plantas aquáticas.

Veado-campeiro

Veado campeiro

O veado-campeiro é um cervídeo de porte médio, medindo até 1,20 m de comprimento e pesando até 40 kg. Assim como em outras espécies, os machos são mais altos e mais pesados que as fêmeas, além de apresentar galhadas.

São animais diurnos que se alimentam de folhas, principalmente de gramíneas. Seus predadores são a onça pintada, jaguatirica e o lobo guará.

Apesar de ainda não ser considerado um animal em extinção, as organizações de preservação da natureza consideram essa uma espécie ameaçada. Atualmente, eles podem ser vistos em poucos locais do Brasil, Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai.

Rena

Rena

Muito famosas pelos contos de natal, as Renas são animais de grande porte que habitam a Groelândia, Escandinávia, Rússia, Alasca e Canadá.

Nessa espécie, o macho atinge 1,2 m de altura e podem pesar 250 kg, enquanto as fêmeas costumam pesar um pouco menos do que isso. Os chifres podem ter até 1,4 m de comprimento, e, curiosamente, essa é a única espécie dos cervídeos em que a fêmea também possui chifres.

Alce

Alce

O Alce é o maior cervo da família dos cervídeos. Ele pode atingir, na vida adulta, mais de 2 m de altura e pesar mais de 450 kg. Já quando ficam idosos, chegam a ultrapassar 500 kg. Além de serem os maiores de sua família, eles também possuem galhadas diferentes das outras espécies. Presentes apenas nos machos, elas têm formato de taça e podem chegar a 1,60 m de amplitude. O alce é um animal típico das regiões da Finlândia, Suécia e da Noruega, na Europa.

Curiosidades sobre o cervo!

Cervo fêmea com filhote

Agora que você já conheceu as principais informações sobre o cervo, vamos falar de algumas curiosidades que podem ser relevantes sobre ele. A Família Cervidae apresenta alguns hábitos e costumes que diferem bastante de outros mamíferos.

Não possuem o hábito de viver em grupos

Com exceção da espécie das Renas, os cervos são animais que preferem viver separados ao invés de caminhar em manadas. As fêmeas andam juntas em momentos de migração, mas ao se estabilizarem, se separam.

Os machos, por outro lado, costumam passar a maior parte do tempo sozinhos, mesmo em tempos de migrar para outros ambientes.

Causas de extinção das espécies

Como vimos, algumas espécies de cervos estão em extinção ou ameaçadas. Os principais motivos disso são a caça desse animal, a alteração de seus habitats para construções e doenças como a febre aftosa.

A caça é um dos motivos que mais contribui para eliminação das espécies. O cervo é caçado porque serve de troféu para os caçadores. Em alguns lugares, a sua carne e pele também são aproveitados pelos humanos.

Principais predadores

Os cervos servem de presa para muitos outros animais. Os predadores de cada espécie variam muito do lugar em que ela vive. Mas de maneira geral, os principais são animais carnívoros, em geral, mamíferos ou répteis. Alguns exemplos são a onça-pintada, a jaguatirica, lobo-guará, jacarés e a sucuri.

A caça de cervo é legalizada?

O processo de permissão de caça, depende muito de cada país. No caso do Brasil, a caça de cervos apenas é permitida em espécies fora de risco ou ameaça de extinção. Isso significa que para que a caça seja legalizada, é preciso que a espécie possua um número significativo de indivíduos e esteja em áreas em que a caça é permitida.

O Cerco Axis e o Cervo Colorado são exemplos de espécies que podem ser caçadas. Já no caso do Cervo-do-pantanal, por exemplo, a caça é proibida por lei uma vez que essa é uma espécie em extinção.

Os cervos são mais interessantes do que você pode imaginar

Grupo de cervos

Apesar de serem conhecidos por suas cores, sua galhada e pela fama de serem os animais que aparecem no meio de estradas em filmes, os cervos têm muitas características especiais por trás dessa fachada. Nesse artigo, vimos que eles são animais solitários, que vivem em áreas verdes e se alimentam de plantas.

Além disso, os cervídeos são muito inteligentes. Por serem desejados por diversos predadores e caçadores, com o tempo aprenderam a se esconder e evitar a sua caça.

Apesar disso, os cervos possuem algumas espécies em riscos de extinção. Sendo assim, é muito importante a presença de órgãos de conservação, assim como a conscientização do homem para que esse grupo seja preservado. Afinal eles são parte importante da riqueza do reino animal!

Autor deste artigo

Artigos relacionados


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


Como cuidar de periquito: guia completo do filhote ao adulto

Como cuidar de periquito: guia completo do filhote ao adulto

Neste artigo, você verá que os periquitos são aves de fácil adestramento de ótima convivência e que sua presença traz leveza ao ambiente doméstico.


Cachorro idoso: veja os sinais da idade e os cuidados

Cachorro idoso: veja os sinais da idade e os cuidados

Quem não quer seu cachorro idoso feliz e saudável até o fim de seus dias, não é mesmo? Vamos aprender os sinais de idade e os cuidados com amigo fiel!


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.