Bulldog Alemão: conheça esta forte raça já extinta!

Bulldog Alemão: conheça esta forte raça já extinta!

Você já ouviu falar do Bulldog Alemão, como ele era e quais foram suas utilidades? Reunimos neste artigo tudo sobre essa raça já extinta. Confira!


Você já ouviu falar no Bulldog Alemão?

Provavelmente você nunca ouviu falar sobre o Bulldog Alemão, somente sobre o Dogue alemão e o Bulldog Inglês, por exemplo. Isso é normal, afinal essa raça já foi extinta há muitos anos, mas ao longo deste artigo, você descobrirá tudo sobre este cachorro.

Neste artigo, falaremos sobre suas características, qual era o seu tamanho, seu peso e sua expectativa de vida. Entretanto, para que você entenda o por quê essa raça foi extinta, você lerá sobre a história desse cachorro, desde sua origem até como ele ganhou popularidade.

Para finalizar, é muito importante que você saiba como era a personalidade e quais cuidados o Bulldog Alemão necessitava. Todas essas informações ajudarão você a entender os seus descendentes.

Características do extinto Bulldog Alemão

Sendo o bisavô do Bulldog que conhecemos atualmente, confira a seguir as características do extinto Bulldog Alemão. Saiba qual era o seu tamanho, peso, pelagem e expectativa de vida, por exemplo.

Tamanho e peso da raça

Ao longo dos anos o bulldog passou por mudanças até chegar no que conhecemos hoje. O extinto Bulldog Alemão média entre 38 e 71 cm de altura, crescendo bem mais do que os atuais, que medem no máximo 40 cm, sendo assim, um cão de médio porte.

Além disso, como o tamanho do Bulldog Alemão variava, o seu peso também. Esse cão pesava entre 18 e 45 quilos, isto quando era de grande porte, sendo nítidas as diferenças de tamanho entre os Bulldog Alemão e o atual.

Pelagem do Bullenbeisser

O Bulldog Alemão também conhecido como Bullenbeisser, possuía uma pelagem curta, lisa e dura rente ao corpo. Esse animal podia ser encontrado em uma ampla variedade de cores, desde o preto, marrom, tigrado ou até em um tom de bronze claro. Porém, a cor trigrado era a predominante dessa raça.

Expectativa de vida da raça

Embora esse cão seja o bisavô dos bulldogs atuais, a expectativa de vida do extinto Bullenbeisser não era muito diferente dos cães atuais. Esse cão de porte atlético podia chegar a viver entre 9 a 11 anos, não muito diferente dos seus descendentes. Dessa maneira, essa raça era ótima para ser criada como cão de guarda.

História do extinto Bulldog Alemão

Agora que você já sabe quais são as características do Bulldog Alemão, descubra a seguir a origem desse cachorro, qual era o seu preço, quais eram suas utilidades e como ocorreu sua extinção.

Origem desse cachorro

O Bullenbeisser foi mencionado pela primeira vez em 370 D.C, quando ocorreu a migração dos assírios da Ásia para a Europa. Esses migrantes levaram essa raça de cachorro porque precisavam de grandes cães que caçassem e lutassem para ajudá-los a sobreviver.

Sendo uma raça do tipo Molosser, o Bullenbeisser era nativo da Alemanha, mas podia ser encontrado em todo o Sacro Império Romano. Desde o século XVI o Bulldog Alemão era conhecido apenas na Alemanha, porém com o passar dos anos, ele pôde ser encontrado em toda a Europa.

Utilidades

Ao longo dos anos essa raça teve várias utilidades, mas inicialmente, assim que surgiu, era muito usado para caçar javalis e touros. Ainda nos anos de 300 D.C. Durante este tempo, os Bulldog Alemães foram usados para proteger durante a guerra.

Os proprietários os acorrentavam do lado de fora de suas casas, pois as pessoas os chamavam feios, então, com medo, não se atreviam a entrar. Além disso, essa raça durante décadas participou de corridas, chamada na época de Bärenbeisser.

Ganho de popularidade e preço elevado

O Bulldog Alemão se tornou muito popular ainda na época do Império Romano, quando esses cães eram colocados para lutar com outros animais. À medida que as cidades foram crescendo, as pessoas necessitavam de um cão de guarda em casa, fazendo com que a raça se tornasse popular em toda a região.

Por ser uma raça que teve muito prestígio, estima-se que tinham um preço elevado. Devido aos poucos registros, não se sabe quanto custava ao certo essa raça. Mas, o cachorro da raça Boxer, o parente mais próximo do Bulldog Alemão custa em torno de R$ 2.000,00.

Extinção da raça

Atualmente existem duas teorias que explicam o motivo da extinção do Bulldog Alemão. Primeiramente, a explicação mais aceita é que em meados do século XIX, os cuidadores tenham começado a realizar cruzamentos desta raça com outras para se tornarem menos agressivos. Porém, o cruzamento foi feito com muita frequência que a raça entrou em extinção.

Em meados do ano de 1870, os alemães Hopner e Karl Dietrich König, Roberth, foram uma das famílias que começaram os cruzamentos a fim de formar novas raças. Além disso, outro motivo é que essa raça tenha sido extinta devido à paralisação das corridas.

Como era a personalidade do Bulldog Alemão

Você já sabe que o Bulldog Alemão era um cão de caça, mas como será que era a sua personalidade? Nos próximos tópicos você descobrirá tudo sobre o temperamento desse cachorro.

Era uma raça muito barulhenta ou bagunceira?

Durante muitos anos, o Bulldog Alemão foi criado como um cão de guarda, principalmente quando as cidades começaram a crescer e as pessoas já não necessitavam dele para caçar. Essa raça não era muito barulhenta, logo sua aparência afastava os intrusos e ele não necessitava latir.

Essa raça podia ser considerada bagunceira, afinal, o Bulldog Alemão adorava brincar quando não estava caçando. Embora fosse uma raça fiel ao comando do seu dono, ele era um tanto teimoso e difícil de ser adestrado, exigindo assim muita paciência.

Tinha compatibilidade com outros animais

Como você já pôde ler até aqui, essa raça era criada para caçar e em seu tempo livre participar de corridas, o que fez com que se tornassem uma raça muito agressiva. Dessa maneira, o Bulldog Alemão não tinha muita compatibilidade com outros animais.

Mas, se você criasse esse cachorro e quisesse que ele se acostumasse com outros animais, como cachorros, por exemplo, seria possível. Você teria que acostumar o cão desde filhote a conviver com cães diferentes.

Costumava se dar bem com crianças e desconhecidos?

Assim como o Bulldog Alemão não se dava muito bem com animais desconhecidos, com as crianças não era diferente. Devido suas habilidades de caça e seu alto nível de agressividade, esse cachorro poderia machucar facilmente uma criança, por isso não podia deixar crianças sozinhas com ele.

Entretanto, quando se tratava de estranhos, ele costumava não se dar bem. É importante considerar que essa raça foi durante muitos anos criada para proteger as casas, normal esse comportamento de intolerância com desconhecidos.

Podia ficar sozinho por muito tempo?

Atualmente, sabemos que os cães não podem ficar muito tempo sozinhos, principalmente algumas raças. Os cachorros quando ficam muito tempo sozinhos em casa podem desenvolver quadros de depressão e ansiedade.

Já o Bulldog Alemão, não se sabe se ele podia ficar muito tempo sozinho, já que não existem muitos registros sobre essa raça. Mas, o que se sabe, é que os seus descendentes, como Dogo Alemão e o Boxer, são raças que não podem passar grandes períodos sozinhas pois se estressam facilmente.

Quais eram os cuidados com o Bulldog Alemão?

Assim como os cachorros de hoje em dia, o Bulldog Alemão precisa de certos cuidados para desempenhar suas funções. Continue lendo e descubra quais eram os cuidados.

Atividades físicas

Por terem sido raças que passavam o dia trabalhando, se tornaram resistentes e enérgicos. Como seu trabalho principal era a caça, certamente teriam se exercitado em grande quantidade. O cachorro da raça Boxer que é o descendente mais próximo do Bulldog Alemão, precisa de mais de duas horas de atividade física.

O Bulldog Alemão, teria passado grande parte do dia trabalhando nas fazendas com seus donos. Isso incluiria proteger e vigiar ameaças ao gado. Ao longo do dia, realizando todas essas atividades já era o suficiente.

Alimentação

Como trabalhavam o dia todo se exercitando, ou seja, caçando, acredita-se que essa raça necessitava de muito alimento para manter-se saudável. Provavelmente o Bulldog Alemão tinha um apetite saudável. Porém, tudo indica que o apetite do animal foi diminuindo.

Como as pessoas de classe baixa não tinham condições financeiras suficientes para manter a alimentação do animal, passaram a oferecer menos comida ao cão. Consequentemente, o Bulldog Alemão teve que se adaptar a essa nova realidade, tornando-se cada vez menores com o passar dos anos.

Cuidados com o pelo

O Bulldog Alemão era uma raça fácil de ser cuidada, logo seu pelo era curto, liso e caia pouco. Embora suas atividades cotidianas, como caçar, lutar com outros animais lhe sujasse muito, sua pelagem era fácil de ser limpa e não era preciso ser feita com frequência.

Essa raça, ao contrário de alguns Bulldogs atuais, eles não tinham as mesmas rugas profundas no rosto e no corpo que exigissem limpeza frequente. Além disso, como eram cães que praticavam esportes sangrentos, eles cuidavam de si mesmos.

Saúde

Apesar do Bulldog Alemão ter sido um cachorro muito resistente, existem alguns problemas de saúde que esses cachorros tinham devido à sua estrutura óssea. Como tinham pernas finas e musculosas, acredita-se que tiveram problemas nos joelhos e nos quadris, como a displasia de quadril.

A displasia de quadril era ocasionada devido o seu rápido crescimento e a grande ingestão de carboidratos, que fazia com que seu peso aumentasse. Como também, provavelmente tiveram tendência a inchaço, problemas intestinais e hipotireoidismo.

Alguns cães descendentes do Bulldog Alemão

Você já sabe que o Bulldog Alemão foi extinto devido aos vários cruzamentos ao qual foi submetido. Desses cruzamentos nasceram outras raças que existem até hoje e podem ser domesticadas.

Dogue Alemão

Assim como o antigo Bulldog Alemão, o dogue Alemão também é um cão de grande porte. Essa raça chega a medir cerca de 86 cm de altura e pesar até 90 kg, assim maior que o seu ancestral, o Bulldog Alemão.

Além disso, possui uma pelagem curta e grossa também. O Dogue Alemão pode ser encontrado nas cores, tigrado, fulvo, preto e azul. Bem como, é um cão muito gentil e dócil com crianças, confiável e fiel aos seus donos.

Boxer

Os cachorros da raça Boxer são muito leais e afetuosos, conhecidos por se darem muito bem com crianças, já que adoram brincar. Quando devidamente adestrado e educado, ele também pode conviver normalmente com gatos.

Embora tenham um porte grande, medindo cerca de 60 cm de altura e pesando 32 kg, eles parecem ser perigosos, mas não são. Quando criados desde pequenos com uma família, eles se tornam muito fiéis aos seus donos e ótimos cães de guarda.

Rodesian Ridgeback

Assim como Bulldog Alemão, o Rodesian Ridgeback tem uma expectativa de vida de 10 anos. Medindo cerca de 63 cm de altura e pesando 34 kg, esse cachorro é de médio porte. Tem a fama de conquistar as pessoas pelo seu temperamento gentil e de companheirismo.

Possui um corpo atlético e muita resistência física, características essas que herdou do Bulldog Alemão. Por ser um cão de médio porte, esse cachorro precisa se exercitar ao menos uma vez por dia, seja com passeios ou brincadeiras.

Boerboel

Se você quer adotar um cachorro que seja descendente do Bulldog Alemão, o Boerboel é uma boa opção. Essa raça é muito calma, confiante e inteligente, sendo assim um bom cão de estimação. O Boerboel adora passeios, principalmente se for longo.

Essa raça é de grande porte, chegando a medir até 77 cm de altura e pesando entre 65 a 80 kg. O Boerboel tem uma expectativa de vida de 12 anos. Com todas essas características é um cão ideal para crianças e vigilância.

American Pit Bull Terrier

Muito parecido com o Bulldog Alemão, durante muito tempo acreditou-se que o American Pit Bull Terrier era descendente dele. Com o passar dos anos esta teoria perdeu força por falta de evidências científicas. Mas, o que sabemos é que esse cão tem uma expectativa de vida de 15 anos.

O American Pit Bull Terrier é muito musculoso para seu tamanho, causando um certo medo nas pessoas. Porém, essa raça não é tão hostil quanto parece, ele é brincalhão, confiante e tem um temperamento estável.

Bulldog Alemão: foi um cão leal

O Bulldog Alemão foi um cão muito leal aos seus donos. Trabalhou durante longos períodos nas fazendas ou até mesmo caçando. Além disso, foram valentes cães de guarda. Embora esse cão já extinto tivesse a aparência de bravo e realmente fosse, não tem como negar que ele tinha muitas utilidades.

Ao longo deste artigo, você descobriu o motivo que levou à extinção desta raça, como também, leu sobre as características físicas desse cachorro. O Bulldog Alemão embora tenha sido extinto, através de seus cruzamentos, deixou várias raças descendentes, como o Dogue Alemão e o Boxer, por exemplo.

Muito parecido com o cachorro da raça Boxer, o Bulldog Alemão possuía uma pelagem curta, não necessitando de muitos cuidados. Você descobriu também como era sua saúde e a sua alimentação, por exemplo. Agora que você terminou de ler este artigo, não precisa ter medo de adotar algum de seus descendentes.

Autor deste artigo

Atualmente sou redatora e criadora de conteúdo para redes sociais. Já tive muitos animais de estimação, desde cachorros até peixes, e hoje, dedico-me a escrever sobre eles.

Palavras-chave relacionadas


características

Artigos relacionados


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


Como cuidar de periquito: guia completo do filhote ao adulto

Como cuidar de periquito: guia completo do filhote ao adulto

Neste artigo, você verá que os periquitos são aves de fácil adestramento de ótima convivência e que sua presença traz leveza ao ambiente doméstico.


Cachorro idoso: veja os sinais da idade e os cuidados

Cachorro idoso: veja os sinais da idade e os cuidados

Quem não quer seu cachorro idoso feliz e saudável até o fim de seus dias, não é mesmo? Vamos aprender os sinais de idade e os cuidados com amigo fiel!


Peso e tamanho do Shih Tzu pelos meses: veja o crescimento!

Peso e tamanho do Shih Tzu pelos meses: veja o crescimento!

Confira aqui como acontece o crescimento do Shih Tzu, no tamanho e no peso, do primeiro mês até a fase adulta, além dos cuidados com a raça.


Surucucu pico-de-jaca: Conheça esta enorme cobra venenosa

Surucucu pico-de-jaca: Conheça esta enorme cobra venenosa

A surucucu pico-de-jaca é uma cobra enorme e com um poderoso veneno que pode matar rapidamente. Veja aqui características marcantes desta espécie.


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.