Borzoi: veja características, preço, cuidados e muito mais

Borzoi: veja características, preço, cuidados e muito mais

Você conhece o silencioso e veloz cachorro Borzoi? Neste artigo você vai conferir, cuidados, custos e outros detalhes sobre essa raça de perfil aristocrático!


Conheça a raça de cachorro Borzoi

Cão Borzoi

Com a aparência que lembra um galgo com pelagem longa e uma velocidade notável, o Borzoi é uma raça de cachorro silenciosa, de perfil aristocrático e indicada para famílias com perfil mais tranquilo.

Nesse artigo, você vai conhecer sua origem nos ambientes de caça russos e seu temperamento dócil. Além de entender as características que fazem dele um cachorro ágil e como é sua socialização com pessoas e outros animais.

Vai saber também quais são os custos para a criação adequada de um animal desta linhagem e quais são alguns dos cuidados necessários para mantê-lo sempre com saúde. Confira o guia completo logo abaixo!

Características do cachorro da raça Borzoi

Cão Borzoi

Criado inicialmente como cão para caça, o Borzoi tem um corpo alto, esguio e uma pelagem mais longa do que alguns de seus ancestrais. Veja a seguir mais detalhes sobre suas características.

Origem e história da raça Borzoi

O Borzoi tem sua origem na Rússia, a partir do século XV. Na época, os caçadores do país usavam os fortes cães Koutsi e Loshaya, capaz de matar um cervo e até um alce. O Borzoi é descendente dessas linhagens.

A partir do século XVI, outras raças acabaram influenciando em seu padrão final, como o Galgo Polonês, o Courland Sighthound e os Lébreis da Montanha e da Crimeia. Mas foi apenas em 1888 que a Sociedade de Caçadores de Moscou oficializou a unificação de um tipo de Borzoi, que carregava fortes características dos seus antepassados.

Tamanho e peso da raça

O tamanho do Borzoi macho, na fase adulta, fica entre 75 e 85 cm, enquanto a fêmea atinge entre 68 e 78 cm nesse mesmo período de vida. A estatura elevada da raça está associada, principalmente, às suas pernas altas, corpo alongado, dorso largo e uma estrutura óssea forte.

Já o peso, associado a esse cão de porte esguio e esbelto, fica entre 34 e 37 kg entre machos, e, no caso das fêmeas, varia entre 25 e 40 kg.

Pelagem do cachorro Borzoi

O pelo do Borzoi é sedoso e longo na maior parte do corpo, formando pequenos e grandes cachos. Na cabeça, orelhas e lado interior dos membros a pelagem é curta.

Possui cores branca; castanho misturado com outros tons, como avermelhado, acinzentado e prateado; além de também apresentar as cores vermelho claro ou cinza claro; vermelho com pelos escuros sobrepostos; cinza; e tigrado.

O Borzoi também pode ter uma cor única ou manchas e marcações acastanhadas. Entre cores fora do padrão da raça são citadas marrom, azul e lilás.

Expectativa de vida

A expectativa de vida relatada para o Borzoi é entre 7 e 12 anos. O prolongamento do tempo de vida está associado principalmente a uma alimentação de qualidade, visitas ao veterinário e exercícios físicos.

A longevidade também está condicionada à predisposição ou não a doenças genéticas, como a Síndrome de Wobbler (compressão da medula); displasia da valva tricúspide (um tipo de cardiopatia); e a Síndrome da dilatação Vólvulo-Gástrica, que afeta o estômago.

A raça é magra por natureza, mas é necessário, também, ter atenção com a obesidade, daí a necessidade de evitar sedentarismo ou alimentação excessiva.

Personalidade do cão da raça Borzoi

Cão Borzoi

O Borzoi é silencioso, independente e se dá bem com outros animais e com crianças. Quer saber mais como é o temperamento destes cães no dia a dia? Leia na sequência deste artigo!

É uma raça muito barulhenta ou bagunceira?

O Borzoi é considerado um cachorro independente, calmo e silencioso. Inclusive, prefere locais nos quais possa ficar tranquilo e pode se incomodar quando seus guardiões são uma família muito barulhenta.

Seus latidos costumam ocorrer por motivos bem específicos, como alerta em relação a algo que considere ameaça ou para pedir alguma coisa ao seu tutor.

No ambiente doméstico, pode ser um pouco desajeitado no momento de brincadeiras envolvendo corridas, derrubando coisas, mas o tutor pode se planejar em relação a isso.

Compatibilidade com outros animais

O Borzoi costuma socializar bem com outros animais. Esse tipo de personalidade se dá principalmente por se tratar de um animal cujos descendentes caçavam em matilha constantemente. Também por este motivo, costuma demonstrar lealdade, companheirismo e brincar com outros animais da casa quando crescem juntos.

A única ressalva em relação a eles é que podem considerar um pet pequeno ou alguma ave como presa ou simular isso em alguma brincadeira. Devido a isso, nesses casos, é importante a socialização desde filhote.

Costuma se dar bem com crianças e desconhecidos?

O Borzoi não tem problemas para socializar com as crianças, mas também não é uma raça que gosta de brincar constantemente. Por isso, é preciso dosar o contato com elas. Por ser um pouco desajeitado no momento das brincadeiras, é recomendado supervisão nestes momentos de socialização com os pequenos.

Já em relação a estranhos, ele costuma ter uma reação entre neutralidade a simpatia quando a pessoa é conhecida dos donos da casa, mas reagirá com latidos se sentir uma ameaça.

Pode ficar sozinho por muito tempo?

Apesar da independência e perfil silencioso, o Borzoi não gosta de ficar muitos períodos de tempo sozinho. É principalmente quando o tutor está em casa que ele prefere se aventurar pelo quintal para brincar.

Uma das alternativas nas quais a família pode pensar caso não passe muito tempo em casa é adotar outros cães e incentivar a socialização entre eles desde filhotes. Oferecer quintais grandes e passeios diários também são contrapartidas importantes no caso de tutores que tenham pouco tempo.

Preço e custos do cachorro Borzoi

Cão Borzoi

Apesar de ter um custo mais elevado, por sua raridade no Brasil, outros gastos cotidianos com o Borzoi não fogem do padrão de outras raças. Abaixo, você poderá conferir um guia de despesas básicas.

Preço do cachorro Borzoi

O Borzoi tem um preço que varia de R$ 2 mil a R$ 4 mil no mercado pet, atualmente. Um dos fatores que condicionam estes valores são o fato de não ser muito popular no Brasil.

Por este motivo, no mercado legalizado, costuma ser criado por canis especializados, que oferecem garantias como pedigree, vermifugação, vacinas e microchipagem, valores incluídos no preço de venda. Idade e sexo também são fatores que influenciam no valor. Fêmeas e filhotes têm custo maior no mercado pet.

Onde comprar o cachorro desta raça?

Não são muitos canis legalizados que realizam criação do Borzoi no Brasil, tendo em vista que não é uma raça muito recorrente no país. No entanto, é possível encontrar criadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Belo Horizonte. Os Kennels Clubes do Rio Grande do Sul e Joinville também possuem criadores filiados.

É importante visitar o local e se certificar que haja filiação dos canis a entidades como CBKC e Sobraci, que exigem regras de bem-estar animal de seus membros.

Custos com alimentação

Um pacote de 15 kg de uma ração de primeira linha custa entre R$ 140 e R$ 200. Ele possui uma duração que varia de 45 dias a cinco meses, conforme o tempo de vida do animal, isso porque quanto mais novo o filhote menos alimentação sólida ele consome. Já na fase adulta, a duração máxima do pacote de 15 kg é de um mês e meio a dois meses.

O custo de um pacote de petiscos, recomendados para limpeza dos dentes, é de R$ 10 por pacote, com duração de uma semana.

Custos com vacina e veterinário

Cada dose de vacinas indicadas para o Borzoi custa entre R$ 60 e R$ 90. Elas são a polivalente (geralmente, V8 ou V10), que imuniza contra uma série de doenças, e a antirrábica, contra a raiva.

No caso da polivalente, a primeira dose é aplicada com um mês e meio de vida, seguida de dois reforços em intervalos de 25 dias e manutenção anual. Já a primeira aplicação contra raiva é aos quatro meses, com reforços anuais. As visitas de rotina ao veterinário, de uma a duas vezes ao ano, custam de R$ 100 a R$ 200, dependendo da região.

Custos com brinquedos, casinhas e acessórios

Pelo instinto de caçador, investir em brinquedos que simulam presas é uma boa escolha para queimar a energia dos Borzois. Estes tipos de itens, além de bolinhas e frisbees, custam a partir de R$ 5.

A casinha para ele precisa ser acompanhada de um bom colchonete, para proteger seu pelo sensível. Uma de madeira específica para este porte e já com este item custa em média R$ 300. Para os passeios, são indicadas guias retráteis e coleira de peito, que custam a partir de R$ 60.

Cuidados com o cachorro da raça Borzoi

Cão Borzoi

Com perfil de corredor, o Borzoi requer estímulos a isso, mas também cuidados. Veja abaixo outras atenções necessárias que esta raça requer de seu tutor desde os primeiros meses de vida.

Cuidados com o filhote

Além das vacinas necessárias, a recomendação para os filhotes de Borzoi é uma socialização precoce e até um adestramento, já que é uma raça moderadamente teimosa em alguns casos.

Ele é um corredor nato e um passeio sem coleira com um filhote pode causar transtornos caso ele veja algum animal pequeno. Coleira e microchipagem são fundamentais nessa fase.

Como se trata de uma linhagem de porte esbelto, é preciso atenção também com a alimentação nessa fase de crescimento, com mais reforço nas proteínas e vitamina A.

Quanto devo dar de comida?

A quantidade de ração indicada para o Borzoi, com até um ano, é de 90 a 340 g diária. O valor exato varia conforme a idade exata, tipo de ração e sexo. Depois de um ano, a quantidade varia entre 235 e 375 g. Embalagens das rações e sites das marcas possuem tabelas e calculadoras para definir a quantia exata.

No caso dos filhotes, a quantidade deve ser dividida entre três a quatro refeições diárias. Para adultos, pode ser reduzida para duas ao dia.

Essa raça necessita de muita atividade física?

O Borzoi tem como uma das principais características o potencial para corrida, por isso precisa queimar energia ao longo do dia. Além disso, a manutenção de seu padrão físico esguio está ligada a uma vida saudável.

Assim, são indicados dois passeios diários de cerca de 30 minutos cada. Também é indicado levá-lo em locais seguros abertos, para que possa correr durante o momento de lazer. Quintais grandes, uso de brinquedos que ele possa buscar e interação com outros cachorros também são estímulos indicados.

Cuidados com o pelo

A pelagem do Borzoi necessita cuidados especiais, já que é longa, na maior parte do corpo, e enrolada, ocasionando em surgimento de nós caso não haja atenção necessária. Assim, são recomendadas cerca de três escovações semanais, com escova específica e macia, devido à sensibilidade da pele comum à raça.

Também devido a essa sensibilidade dermatológica, os banhos também não podem ser muito frequentes. Devem ocorrer a cada um ou dois meses. A dica é aguardar que eles fiquem sujos de fato.

Cuidados com unhas e dentes

O acúmulo de bactérias nas bocas dos cães pode causar não apenas problemas dentários, como tártaro e cáries, como também descer para o estômago, gerando outros males. Portanto, é importante acostumar o Borzoi à escovação de dentes desde filhote e realizá-la, pelo menos, três vezes por semana.

Já o corte das unhas deve ocorrer quando elas arquearem ou estiverem fazendo barulho no piso, para evitar que escorreguem em determinados locais e se machuquem.

Curiosidades sobre o cão da raça Borzoi

Cão Borzoi

Sabia que o Borzoi é considerado o terceiro cachorro mais rápido do mundo e que isso o faz ser destaque nos esportes caninos? Leia sobre essa e outras curiosidades relacionadas à raça na sequência.

São altamente sensíveis e inteligentes

O Borzoi é um cão inteligente e que gosta de aprender. Por isso, seu adestramento não costuma causar dificuldades e pode corrigir algumas questões como teimosia, observada em alguns animais da linhagem.

A inteligência e o aproveitamento máximo dela com ensinamentos evitam problemas como fugas indesejadas em passeios ou temperamentos inadequados em casa. Também é um cachorro sensível e dócil, que vai ser um companheiro muito apegado aos seus tutores, mesmo que não seja dos mais festeiros no ambiente doméstico.

Os cães são excelentes corredores

Devido à descendência de cães com alto potencial para caça, o Borzoi tem no sangue a característica de velocista e pode alcançar até 60 km/h, com potencial para percorrer longas distâncias.

Além disso, entre seus ancestrais está o galgo, que é o cão mais rápido do mundo, chegando a uma velocidade de 72 km/h. Já o Borzoi figura entre o terceiro mais rápido entre os caninos. O segundo na lista é o Saluki, cão real do Egito.

A raça é famosa em esportes caninos

Devido à inteligência e velocidade já citadas, o Borzoi acabou se tornando um cachorro que se destaca nos esportes caninos. A facilidade para adestramento da linhagem também contribui para isso, de acordo com profissionais da área.

Essas características o tornam ideal para competições envolvendo corrida e agilidade, principalmente. Entre as que os Borzoi têm participação mais recorrente está o agility, considerado o esporte com cães em maior ascensão, no qual os animais superam obstáculos em velocidade e com saltos.

O Borzoi é um animal rápido e tranquilo

Cão Borzoi

Neste artigo, você conheceu como o Borzoi é um animal que, ao longo de sua história, migrou de um temperamento de caça para um temperamento calmo e que convive melhor em ambientes menos agitados.

Soube, também, que é uma raça com pele sensível que requer cuidados especiais e que necessita de cuidado para manter seu padrão físico esguio. E que não são muito populares no Brasil.

Se está pensando em tê-lo em casa, a indicação é respeitar seu espaço, mas também prover momentos nos quais possa desenvolver seu potencial de corredor. Seguindo todos os cuidados indicados, é só aproveitar a dócil companhia!

Autor deste artigo

Artigos relacionados


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Conheça a expectativa de vida de um gato e quais são os aspectos gerais que podem influenciar essa qualidade.


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.