Cachorro pode comer cuscuz? Dicas alimentares importantes!

Cachorro pode comer cuscuz? Dicas alimentares importantes!

Você sabia que cachorro pode comer cuscuz? Conheça os benefícios desse alimento para os cães e como você pode prepará-lo para incluir nas refeições do seu pet.


Será que o cachorro pode comer cuscuz?

Farinha para cuscuz.

A resposta é: sim! O alimento possui diversos benefícios para o seu cão, e pode complementar a alimentação de seu amigo.

O cuscuz é uma fonte de carboidrato e consequentemente uma fonte de energia, rico em nutrientes e vitaminas A e B, magnésio, selênio e zinco.

O prato, que é feito a base de farinha de milho ou mandioca, pode ser servido tanto para humanos quanto para cachorros com diversos acompanhamentos. Veja, a seguir, tudo sobre o cuscuz e os efeitos do alimento na dieta do seu cãozinho!

Benefícios do cuscuz para meu cachorro

Cachorro comendo.

É um alimento que traz muitos benefícios para a saúde humana e também canina. Nos próximos tópicos você aprende sobre como esse alimento é benéfico para os cachorros. Confira!

Antioxidantes

Rico em potássio, esse alimento tem ação antioxidante ajudando a combater a hipertensão e regular o sistema vascular. Embora não seja de conhecimento popular, cães também podem desenvolver pressão alta. O cuscuz pode ser uma excelente opção para prevenir e combater essa doença.

Além disso, o cuscuz possui boa quantidade de selênio, outro antioxidante necessário na nutrição canina. O selênio ajuda na resposta imunológica do cãozinho, permitindo que o seu pet se mantenha forte e saudável contra micróbios e bactérias.

Proteínas

O cuscuz é também uma fonte de proteína vegetal. É indicado principalmente para os pets que precisam controlar a alimentação e evitar a obesidade.

As proteínas permitem que seu cachorro cresça com a musculatura forte e saudável. Além disso, ajuda a fortalecer a musculatura de cãezinhos idosos, evitando lesões e outros possíveis problemas.

Fibras

Embora contenha pouca quantidade de fibra, é ainda sim mais rico que vários outros alimentos nesse quesito. As fibras ajudam a regular o intestino e fazem com que o cão realize as necessidades regularmente.

Fonte de energia

Para cães muito ativos, que fazem longos passeios, trilhas e outros tipos de atividades com seus tutores, o cuscuz acaba sendo uma ótima fonte de energia. Passa a ser indicado principalmente para os animais atletas que precisam de uma alimentação mais enriquecida.

Porém, não é indicado oferecer em dias que o cachorro não realizará nenhuma atividade, já que o alimento possui uma quantidade alta de calorias e pode causa sobrepeso caso oferecido em excesso.

Quais são os riscos do cachorro comer cuscuz?

Cachorro deitado com bolsa de água.

Nem tudo é perfeito quando o assunto é cuscuz na alimentação canina. Os cachorros podem sim comer cuscuz. Porém, é conforme o velho ditado: tudo em excesso faz mal. Por isso, é importante entender quais podem ser os riscos de oferecer cuscuz para o seu cachorro.

Selênio pode ser tóxico

O selênio presente no cuscuz pode ser tóxico para o pet. O importante é não exagerar na quantidade oferecida do alimento para o pet. Uma dica é reduzir as porções oferecidas para no máximo 3 vezes na semana.

Cuidado com temperos

Os temperos também são grandes vilões na alimentação dos cachorros. Não recomenda-se oferecer cuscuz para o cachorro com nenhum tipo, incluindo alho e cebola. Estes últimos contêm uma substância chamada alicina, que deteriora os glóbulos vermelhos em cães e pode causar anemia. Portanto, são totalmente proibidos.

Contudo, os cachorros precisam de um pouco de sódio no organismo. Então pode ser necessário colocar uma pitada de sal em porção pequena ao cozinhar a alimentação natural do animal.

Cuscuz para a dieta do cachorro:

Porção de cuscuz cozido.

O cuscuz é um alimento muito apreciado pelos brasileiros em qualquer uma das principais refeições do dia. Aprenda sobre a preparação do alimento para o seu cachorro.

Comprando o cuscuz para o cachorro

Esse alimento é fácil de encontrar em qualquer mercado brasileiro a um preço relativamente baixo. O quilo do cuscuz, dependendo da região do país, pode custar de R$10 a R$17.

Portanto, esse alimento é um ótimo aliado não apenas para a saúde do animal, mas também para o bolso do tutor. É um alimento com excelente custo-benefício, já que pode ser consumido tanto pelo dono quanto pelo pet!

Preparando cuscuz para o cachorro

Geralmente, o cuscuz pode ser preparado para o cachorro de forma muito rápida e simples. Primeiro a farinha de cuscuz deve ser umedecida com água filtrada e deixada em repouso por alguns minutos. Depois, basta colocar água na parte de baixo da cuscuzeira e o alimento na parte de cima. Será cozido no vapor e ficará pronto dentro de 10 minutos em fogo alto.

Como mencionado anteriormente, evite adicionar qualquer condimento que possa fazer mal ao cachorro. No máximo, adicione uma pitada de sal.

Saboreando o cuscuz com seu cachorro

Assim como para os humanos, o cuscuz também é um alimento muito saboroso para os cães. A maioria dos cachorros ama o sabor e você vai perceber que o seu melhor amigo provavelmente vai ficar muito empolgado com a novidade no cardápio.

É recomendado fazer porções separadas de cuscuz entre você e seu cachorro de caso queira saborear o prato com condimentos e temperos.

Posso misturar cuscuz com o quê?

Duas porções de cuscuz.

Se você se pergunta como oferecer o cuscuz ao seu cão, saiba que é muito simples! Você pode dar cuscuz ao cachorro com diversos acompanhamentos. Entenda como preparar a refeição do seu cachorro.

Cuscuz com carne

Não é novidade que os cachorros amam carne, sendo possível também oferecer cozida junto com o cuscuz. No entanto, fique atento com o surgimento de alergias, já que alguns animais podem ter esse problema com a carne vermelha. Também podem ser incluídos nas misturas carne de carneiro, frango, peixe ou peru.

Independente do tipo de carne que vai ser utilizado uma coisa é importante, nunca deixe ossos ou espinhas, pois o cachorro pode se engasgar durante a mastigação.
Evite usar qualquer tipo de tempero no preparo das carnes também.

Cuscuz com vegetais

Os vegetais podem acompanhar o cuscuz em uma refeição para os cães, uma vez que representam cerca de 25% da refeição, enquanto a proteína representa 50%.

Os vegetais que podem ser oferecidos são o brócolis, cenoura, alface, vagem, abóbora, beterraba, dentre outros. Eles devem ser cozidos já picados e sem a presença de nenhum tempero. Mesmo que muitas pessoas não gostem desses alimentos, podem ser muito saborosos para os cachorros.

Cuscuz com ovos

O ovo é considerado uma fonte de proteína e que pode ser incluída no cardápio dos cachorros junto ao cuscuz.

Cozinhe sem a adição de temperos e ofereça para o cachorro junto ao cuscuz e vegetais ou em outros alimentos. Os cachorros costumam amar essa proteína, no entanto, não se indica oferecer mais que um por dia, seja para os ovos de codorna ou de galinha.

Alternativas ao cuscuz

Mesa com alimentos e cuscuz

Como já destacado anteriormente, o cuscuz não deve ser oferecido todos os dias para o animal. Por conta disso, é importante buscar possibilidades para ele. Confira quais alimentos servirão como alternativa para o cuscuz e como esses alimentos podem trazer benefícios para a saúde canina.

Arroz integral

O arroz integral pode ser cozido sem tempero junto com os vegetais, facilitando o preparo das refeições. Também é rico em vitaminas e outros nutrientes, e contem mais fibras para o cachorro do que o cuscuz. É necessário mencionar que o arroz integral jamais deve ser o único alimento presente nas refeições dos cães.

Aveia

A aveia também pode ser ótima opção de alimento. É rica em minerais, vitaminas e também contribui na qualidade da pelagem canina. É indicado cozinhar em água filtrada e oferecer com ovo, carnes e vegetais.

Ao realizar o preparo nunca utilize leite, pois os cães produzem pouca lactase, ou seja, são intolerantes a lactose. Além disso, assim como o cuscuz, tenha cuidado com os acompanhamentos ao oferecer o alimento ao cachorro.

Batata doce

Outra ótima alternativa ao cuscuz para oferecer ao cachorro é a batata doce. Um alimento acessível no Brasil e muito saboroso para os cães, mas não deve nunca ser oferecida crua. Realize o cozimento em água potável e sem tempero, como os demais alimentos. Nesse sentido, ajudará a combater possíveis inflamações e fortalecerá o sistema imunológico.

Ofereça cuscuz com moderação

Dois cachorros prontos para comer cuscuz.

No final das contas, os cachorros podem sim comer cuscuz. Principalmente acompanhado de bons vegetais e fontes de proteína em uma alimentação natural e equilibrada, sendo claro, bem preparada. Apesar de ter benefícios para a saúde canina, não deve ser oferecido todos os dias ou em grandes quantidades.

Então, prepare sempre refeições completas para o seu pet utilizando alimentos de qualidade. Caso o peludo seja alimentado por ração, ofereça esses alimentos somente na forma de petiscos.

Autor deste artigo

Jornalista, Auxiliar Veterinária e apaixonada por animais. Hoje sou tutora de Panthro e Ava, dois Pit bulls muito amorosos. Escrevo sobre pets há 5 anos e assim consigo unir o trabalho e uma grande paixão.

Palavras-chave relacionadas


benefícios cuscuz riscos pet

Artigos relacionados


Dragão Barbudo: confira preço, custos e como comprar o pogona!

Dragão Barbudo: confira preço, custos e como comprar o pogona!

Será que você tem o que é preciso para cuidar de um pogona de forma responsável? Neste artigo, saiba tudo sobre preço do dragão barbudo e outros gastos.


Pogona: hábitos, características e curiosidades deste pet

Pogona: hábitos, características e curiosidades deste pet

O pogona, chamado também de dragão barbudo, é um réptil muito cobiçado como bicho de estimação no Brasil. Conheça tudo sobre ele aqui!


Alimentação de coelhos: veja dicas importantes para o seu pet!

Alimentação de coelhos: veja dicas importantes para o seu pet!

Você sabe exatamente o que os coelhos comem? Qual a melhor e mais saudável alimentação para esse pet? Confira!


Convênio para cachorro: plano de saúde mais seguro para o pet

Convênio para cachorro: plano de saúde mais seguro para o pet

Conheça os convênios para cães: ótimas opções para donos que prezam por prevenção e tratamentos veterinários exclusivos!


Petauro do açúcar: veja curiosidades e como cuidar do sugar glider

Petauro do açúcar: veja curiosidades e como cuidar do sugar glider

Agora você vai conhecer o petauro do açúcar, um interessante marsupial planador também chamado de sugar glider e que já é criado por alguns hobbystas no Brasil.


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.