Bico-de-Lacre: preço, características, onde comprar e mais!

Bico-de-Lacre: preço, características, onde comprar e mais!

Você conhece o Bico-de-Lacre? Saiba tudo sobre essa maravilhosa ave e aprenda a criá-la em sua casa.


Você conhece o Bico-de-Lacre?

Bico-de-lacre ave

O Bico-de-Lacre é um passarinho que não faz parte de nossa fauna, de modo que é uma ave que veio de outro continente de uma maneira um tanto quanto interessante. De cores muito bonitas, esse pequenino é muito bem quisto pelos criadores de aves. Não é uma ave canora, isto é, que canta o tempo todo, sendo que sua vocalização é bastante íntima, por assim dizer.

Durante o artigo, você vai descobrir como essa ave chegou ao Brasil e de onde ela veio. Aqui, você vai descobrir como adquirir e como criar esse pelo pequenino emplumado, além de saber o que o Bico-de-Lacre precisa para ser bem tratado e quando ele canta. Tudo isso, e muito mais, você vai desvendar durante este texto. Boa leitura!

Características do Bico-de-Lacre

Ave bico-de-lacre

Confira informações, a seguir, sobre o Bico-de-Lacre, como tamanho, peso e sua expectativa de vida. Ademais, veja quais são as suas principais características visuais, qual é sua origem, além de conferir qual é o seu habitat!

Origem e nome científico

O Bico-de-Lacre é uma espécie de ave exótica oriunda da região sul da África, cujo nome científico é Estrilda astrild. Essa ave foi introduzida no Brasil através de navios negreiros, durante o reinado de D. Pedro I. Ela é conhecida por diferentes nomes no Brasil, dependendo da região em que é encontrada.

Em Minas, o Bico-de-Lacre é chamado de Beijo-de-moça, e no Espírito Santo, de Beijinho-de-moça e Bombeirinho. Já no Rio de Janeiro, o seu nome mais popular é Biquinho, e em Santa Catarina e no sul do Piauí, ele é conhecido por Bico-de-lacre-comum ou Bico-de-lata. Para finalizar, esse pequenino é chamado de Bico-de-lápis na região da Paraíba.

Características visuais

Quando jovem, o Bico-de-Lacre possui o bico negro, com um fino traço branco reluzente no canto do bico. Além disso, a plumagem não possui ondulação e nem o vermelho vivo. A faixa branca reluzente serve para orientar os pais no ninho escuro, na hora de alimentar os filhotes.

Quando adultos, possuem uma cor castanha no dorso e cinza no peito. O bico é vermelho com uma listra vermelha ao redor dos olhos, de modo que a ave possui outra listra vermelha no peito.

Tamanho, peso e tempo de vida

O Bico-de-Lacre é um passarinho de pequeno porte que mede de 10 a 13 cm de comprimento, chega a 14 cm de envergadura e pesa de 7 a 10 g, quando adulto. É uma ave aproximadamente do tamanho dos pardais, que conhecemos nas grandes cidades.

Não se sabe ao certo a estimativa de vida de um Bico-de-Lacre na natureza, mas, em cativeiro, esse pequenino pode chegar a viver cerca de 6 anos. Para isso, é necessário muito cuidado com sua alimentação e com o ambiente onde será criado.

Comportamentos do Biquinho-de-Lacre

Essa ave é muito corajosa! Quando está próxima de aves de porte maior, como a Rolinha-roxa ou o Bem-te-vi, não costuma se assustar, pelo contrário, age como se fosse superior.

O Bico-de-Lacre, em dias claros de sol, costuma se reunir em bandos de até 40 indivíduos, aproveitando as poças de água acumulada para tomar o seu banho. Tanto faz se a fonte de água é natural ou artificial, essas aves sempre fazem isso quando o sol está quente. São pássaros que gostam de viver em lugares onde existem plantas aquáticas ou em beiras de rios e lagos.

Distribuição e habitat

Hoje em dia, a ave Bico-de-Lacre é uma espécie encontrada em quase todo o território brasileiro. As únicas regiões onde não é encontrada são os estados de Tocantins, Rondônia e Mato Grosso do Sul. Na natureza, gosta de vier próximo de rios e lagos, mas é comumente encontrada voando em regiões urbanas.

Nas cidades, o Bico-de-Lacre prefere campos e terrenos baldios. Quando não consegue água em rios ou em lagos, se banha em poças de água que se formam em lajes ou no chão.

Reprodução

Essa ave pode se reproduzir por todo o ano, mas prefere descansar em tempos mais frios, como o período de junho a agosto. O macho e a fêmea são muito parecidos, sendo muito difícil diferenciá-los. Na natureza, costumam fazer seus ninhos em arbustos mais fechados.

O ninho tem uma forma ovalada e possui paredes grossas. No feitio do ninho, o Bico-de-Lacre usa algodão, capim e até pena de galinha, onde o acesso é feito por uma pequena entrada em forma de tubo. A fêmea coloca 3 ovos pequenos, chocados por ambos, por um período de 13 dias.

Preço e onde comprar um Bico-de-Lacre

Aves bico-de-lacre

Além de saber as principais características acerca da ave, a seguir você saberá quanto custa um Bico-de-Lacre, além de descobrir como adquirir a espécie. Verá, também, qual é o custo para montar seu criadouro e para adquirir acessórios e brinquedos. Acompanhe!

Quanto custa um passarinho dessa espécie?

No Brasil, não é comum se comprar um Bico-de-Lacre, por isso não encontramos nenhum criadouro ou exemplar de espécie a venda. Como este pássaro é bastante presente no Brasil, geralmente as pessoas que o possuem capturam diretamente da natureza, o que não é recomendado, pois nenhum animal pode ser retirado da natureza sem permissão dos órgãos responsáveis.

No entanto, em Portugal é possível achar sites de venda de pássaros que listam o Bico-de-lacre. A compra é feita em euros. Na compra abaixo de 10 unidades, o valor de cada ave é de 5 euros (cerca de R$ 33,00).

No entanto, para importar uma ave da União Europeia para o Brasil, é preciso emitir um Extrato do Licenciamento de Importação no SISCOMEX, além de assegurar que a ave realizou quarentena antes de entrar no território brasileiro.

Onde encontrar um Bico-de-Lacre à venda?

Por ser um passarinho não pertencente à fauna brasileira, o Bico-de-Lacre não precisa de nenhum tipo de autorização ou cadastro do Ibama. Apenas deve ser acompanhado de uma nota fiscal de compra, do devido registro de importação, e a ave deve ser anilhada. Isso para ser criada como animal de estimação.

Um país que comumente comercializa a ave, conforme citado acima, é Portugal. É possível realizar a compra pela internet, mas é preciso emitir os certificados que autorizam a entrada da ave no Brasil através de instituições governamentais.

Preço de gaiola

Para criar um Bico-de-Lacre em casa, você necessita de uma boa gaiola. Uma gaiola sem nenhum tipo de acessório custa, em média, R$ 210,00. Se você optar por dar um maior conforto ao seu pequeno pet, ou se quiser criar um casal, por exemplo, um viveiro sem nenhum acessório custa em média R$ 380,00.

Caso você não queira ter o trabalho de montar uma gaiola ou viveiro, comprando acessórios separados, pode optar por gaiolas e viveiros já prontos. Essas moradas bem equipadas, com acessórios e brinquedos próprios para a espécie, custam em torno de R$ 1.600,00.

Preço de comida

Se você tiver condições de dar ao seu pet as gramíneas que ele costuma comer na natureza, melhor. Mesmo com sua alimentação natural, as aves devem se alimentar de misturas e rações próprias para a espécie.

Uma mistura de qualidade para aves exóticas, custa cerca de R$ 8,00 o pacote de 500 g. Já a ração especial para Bico-de-Lacre custa cerca de R$ 25,00 um pote de 160 g. A quantidade a ser dada para seu pet deve ser orientada por um bom veterinário, especialista em aves.

Preço de comedouro e bebedouro

Para escolher qual comedouro e bebedouro você vai comprar, é necessário saber quantos pássaros você vai adquirir. Existem kits de bebedouros e comedouros para um indivíduo, um casal, e até mesmo várias aves em um mesmo criadouro.

O valor do kit completo com bebedouro e comedouro para o Bico-de-Lacre pode variar de R$ 14,00 a R$ 40,00. Nesse caso, como dito anteriormente, o que vai alterar é o tamanho do produto, devido à quantidade de aves a ser criada.

Preço de brinquedos e acessórios

Como vimos, existem gaiolas e viveiros que já são vendidas com todos os acessórios e brinquedos necessários. Mas se você quiser montar a casinha de seu Bico-de-Lacre, veja algumas dicas interessantes. Um parquinho contendo túneis, escadas e outros aparelhos custa em torno de R$ 90,00.

Os ninhos fechados em madeira custam cerca de R$ 30,00 cada. Outro acessório muito usado é o kit com tocas e brinquedos que você pode distribuir no interior do criadouro, que custa em média R$ 85,00. Brinquedos em madeira e compostos de poleiros custam cerca de R$ 95,00.

Cuidados na criação do Bico-de-Lacre

Ave bico-de-lacre

Descubra, a seguir, como deve ser preparado um criadouro de um Bico-de-Lacre. Veja o que essa pequena ave come quando está em cativeiro, além de saber mais sobre sua alimentação, e muito mais!

Cuidados com a alimentação do Biquinho-vermelho

O Bico-de-Lacre é um animal granívoro, por isso, sementes e proteínas são essenciais em sua dieta. Areia limpa e esterilizada pode ser servida com complexo mineral. A farinhada deve ser consumida durante o período reprodutivo das fêmeas, principalmente fubá e milho grosso.

As vitaminas devem ser dadas pelo menos três vezes na semana, nesse caso, você pode optar por um polivitamínico que poderá ser servido junto com a água. E, por falar em água, o pequenino deve tomar apenas água filtrada, que deve ser renovada diariamente.

Limpeza da gaiola/viveiro

Para melhorar a limpeza da gaiola ou viveiro do seu Bico-de-Lacre, escolha um bom substrato higiênico que facilite o manuseio. Faça as limpezas diariamente para que não aja acumulo de sujeira. Quando for limpar a gaiola, faça as faxinas de modo regular, isto é, faça a limpeza nos mesmos horários do dia.

Os produtos para a higienização devem ser adequados à espécie. Todos os objetos da gaiola ou viveiro devem ser escovados, além de lavados. Após a escovação e a lavagem dos acessórios e brinquedos, lembre-se de secar todos. Evite deixar restos de alimentos no criadouro, isso facilita a limpeza.

Condições do ambiente

Um melhor ambiente para o Bico-de-Lacre é um ambiente em comunidade, já que esse passarinho adora viver em sociedade. O ideal é criar vários casais, a fim de proporcionar a maneira que vive na natureza. Mas se não for possível, crie pelo menos um casal, para que a ave não fique sozinha.

Um criadouro para o período reprodutivo, deve ter, no mínimo, 35 cm de altura por 30 cm de comprimento e 25 cm de largura. Além disso, deixe à disposição das aves, material macio para a confecção do ninho.

Socialização e exercícios

Essa maravilhosa ave, a Estrilda astrild, ou Bico-de-Lacre, como conhecemos, apesenta um comportamento calmo e tranquilo. Essa característica faz com que seja uma ave muito fácil de ser criada em cativeiro. O ideal é criar essa ave em sociedade, isto é, vários casais em um mesmo criadouro.

A socialização é uma das principais característica dessa espécie. Se não for possível, crie pelo menos um casal por criadouro. E lembre-se de preparar o criadouro com brinquedos, onde ele possa se exercitar e brincar.

Curiosidades sobre o Bico-de-Lacre

Ave bico-de-lacre

Agora que você já conhece quase tudo sobre o Bico-de-Lacre, descubra quando a ave costuma cantar, como ela chegou ao Brasil, além de conferir a maneira esperta e inteligente que essa pequenina foge de seus predadores.

Seu canto ocorre apenas no período pré-nupcial

Como são aves que vivem em comunidade, o Bico-de-Lacre possui hábitos característicos que ajudam na sua vivência com seu par. Ela não vocaliza quando briga ou quando está defendendo seu território, por exemplo.

O canto dessas aves só é ouvido durante o período pré-nupcial, onde os machos cortejam suas fêmeas para o acasalamento. A vocalização pode ser ouvida tanto do macho, quanto da fêmea, durante esse período.

Chegaram ao Brasil por meio de navios de escravos

O Bico-de-Lacre não é uma ave nativa no Brasil, nem mesmo do continente sul-americano. Essa ave tem origem na África, mais precisamente, ao sul do continente. Durante o reinado de Dom Pedro I, os navios vinham do continente africano carregados de escravos, destinados aos portos brasileiros.

Acredita-se que o Bico-de-lacre foi introduzido no Brasil através desses navios negreiros, que transportavam os escravos, ainda no período de colonização do país.

Constroem ninhos fictícios para proteção

Cada espécie de ave costuma possuir uma artimanha para afugentar as visitas indesejadas, além de fugir de seus predadores. O Bico-de-Lacre não difere dos demais. A sua mais inteligente façanha é construir um ninho fictício, geralmente acima do ninho verdadeiro.

Isso faz com que, tanto as visitas indesejadas, quanto os seus predadores, tenham a impressão de que o ninho está sempre vazio. Dessa forma, o casal pode viver tranquilo e sossegado no ninho verdadeiro.

Bico-de-Lacre: um passarinho do biquinho vermelho

Ave bico-de-lacre

Aqui, você pôde conferir tudo sobre esse pequenino maravilhoso. Vimos que sua origem é africana e que, segundo informações, esse passarinho veio parar no Brasil através de navios negreiros, na época da escravidão. Você também conferiu todas as características desse pequeno emplumado, conhecendo melhor sua personalidade.

Você descobriu quanto pode custar uma Bico-de-Lacre, onde comprá-lo, além de saber tudo sobre sua criação em cativeiro. Viu, também, algumas curiosidades sobre o animal, por exemplo, soube que seu canto é apenas durante o período pré-nupcial e que, para fugir dos seus predadores, ele constrói um ninho fictício para enganar os maus visitantes. Agora que você conhece mais sobre essa ave, já pode avaliar se quer criá-la em sua casa!

Autor deste artigo

Sou um amante dos animais. Minha irmã e eu temos 4 cães e 11 gatos. Os gatos são meus preferidos, são minha fonte de tranquilidade e inspiração.

Artigos relacionados


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Você já se perguntou de onde surgiu o cavalo? Conheça a origem e os ancestrais do cavalo, um dos animais mais majestosos e antigos do reino animal!


 Lagartixa come escorpião? E aranha? Veja e se surpreenda!

Lagartixa come escorpião? E aranha? Veja e se surpreenda!

Está tendo problemas com aracnídeos? Confira neste artigo quais insetos ou animais são predadores deles e aprenda muitas dicas para se livrar desses venenosos!


 Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Você já ouviu falar do rato Topolino? Este artigo mostrará tudo a respeito dele, de modo que você poderá criá-lo em casa, se quiser! Confira!


Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Diferentemente de outras raças, este pequeno e fofo cachorro possui 23 cores possíveis! Descubra aqui as inúmeras possibilidades de pelagem desta raça!


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.