Maior cobra do mundo: veja Sucuri, Titanoboa e mais gigantes

Maior cobra do mundo: veja Sucuri, Titanoboa e mais gigantes

Você sabe quais são as maiores cobras do mundo e quanto elas medem? Confira a seguir a lista com essas grandes espécies espalhadas pelo mundo todo!


Sabe qual é a maior cobra do mundo?

Píton-birmanesa

Cobras são répteis temidos por muitos no mundo todo. Depois do lançamento do filme Anaconda, que mostrava uma cobra gigante que comia, basicamente, tudo à sua frente, inclusive humanos, o medo por esses animais rastejantes enormes se intensificou ainda mais. Mas, afinal, você sabe qual é a maior cobra do mundo e o seu verdadeiro tamanho?

Neste artigo, você conferirá a lista das maiores cobras do mundo e descobrirá suas principais características, como as cores, o tamanho e o local onde vivem. Você irá se surpreender com esses gigantes que são extremamente fortes.

Ademais, você também irá conhecer as cobras pré-históricas, que já não estão mais entre nós, mas que causavam grande impactos na época e no local em que viviam. Descubra mais detalhes a seguir!

Maiores cobras do mundo

A lista de cobras no mundo é muito extensa, no entanto, há aquelas especiais que ocupam um espaço relevante na listagem das maiores do mundo. Descubra a seguir quais são essas gigantes e seus respectivos tamanhos.

Cobra-real

Cobra-real

Pertencente à Família dos Elapideos, a Cobra-real pode ser encontrada em florestas tropicais, áreas com vegetação rasteira e bosques de bambu, por isso é mais comum na Ásia. Ela pode viver cerca de 20 anos e possui hábitos diurnos.

A Cobra-real é uma das espécies em que a distinção entre machos e fêmeas é bem perceptível. Os machos são bem maiores que as fêmeas, de modo que eles atingem entre 3 e 4 m de comprimento, apesar de já ter sido encontrado um exemplar com 5,85 m.

Surucucu

Surucucu

Também conhecida como Pico de Jaca, a Surucucu é considerada a maior cobra peçonhenta das Américas. No Brasil, ela é mais comum na Mata Atlântica e na Amazônia. A Surucucu também possui uma aparência única, com o corpo variando entre castanho-claro e escuro, e manchas pretas em formas de losango.

Essa perigosa cobra mede cerca de 3 m, mas já foi encontrado um exemplar com 3,65 m. Elas também são consideradas cobras leves, pesando entre 3 e 5 kg. Além disso, as Surucucus possuem hábitos noturnos, por isso, durante o dia, descansam em árvores ocas.

Jiboia-constritora

Jiboia-constritora

Comum na América do Sul, a Jiboia é uma cobra bem conhecida pelos brasileiros. Ela pertence à família Boidae e possui cerca de 11 subespécies, além disso, devido à sua carne e pele, a Jiboia é muito cobiçada no tráfico de animais.

As Jiboias são cobras grande e pesadas, podendo alcançar até 4 m e pesar entre 15 e 30 kg. Sua coloração é bem diversa, principalmente pela quantidade de subespécies que apresenta. Entretanto, no Brasil, elas são mais encontradas nas cores marrom e cinza.

Mamba-negra

Mamba-negra

A Mamba-negra, além de ser grande, é uma das mais venenosas e mortíferas cobras do mundo. Seu veneno desencadeia um ataque cardíaco, sendo que apenas duas gotas dele bastam para matar um ser humano. Sem o soro antiofídico, um homem resiste a ele por apenas 20 minutos.

Com o corpo todo acinzentado, a Mamba-negra é comprida, mas não é pesada. Ela pode medir até 4 m, mas pesa cerca de 1,6 kg. Além disso, ela possui uma preferência por locais espaçosos e é encontrada nas florestas, savanas e pedreiras da África.

Apodora papuana

Apodora papuana

Encontrada em densas florestas de planície baixa em Nova Guiné, a Apodora papuana é uma cobra com algumas peculiaridades que a diferenciam muito das outras. A primeira delas é que seu amadurecimento é muito lento, só atingindo a maturidade após os 6 anos.

Outro fato é que essa espécie muda de cor. Essas cobras, normalmente, são da cor verde-azeitona, mas podem variar do preto ao amarelo. Essa mudança ocorre devido à temperatura. As cores mais fortes surgem com as temperaturas mais altas, enquanto as mais claras, com temperaturas mais amenas. A Apodora papuana pode chegar a medir 5 m e pesa, em média, 20 kg.

Sucuri-amarela

Sucuri-amarela

Também conhecida como sucuri paraguaia, a Sucuri-amarela também pertence à Família Boidae. Como o próprio nome sugere, essa Sucuri é amarela, além disso, possui placas pretas e não é venenosa. Ela mata e captura suas presas pressionando-as em movimentos circulares.

Diferente de algumas espécies, as fêmeas Sucuri-amarela são maiores que os machos, podendo atingir até 4,5 m de comprimento. Elas também são cobras pesadas, podendo chegar aos 55 kg.

Píton-indiana

Píton-indiana

Vivendo em campos, mangues, áreas rochosas, pântanos e florestas tropicais na área do Sudeste Asiático, a Píton-indiana é uma das maiores cobras sem veneno do mundo. Ela possui um padrão de escamas com manchas alongadas, mas também pode ser albina.

A Píton-indiana pesa cerca de 12 kg e mede, em média, 4,5 m, podendo passar facilmente desse tamanho. Essas cobras podem viver por até 20 anos e possuem uma alimentação bem diversa, incluindo mamíferos, aves, répteis e outros.

Píton-africana

Píton-africana

As Píton-africanas são cobras longas e robustas, assustando bastante no primeiro olhar. A espécie é restrita ao ambiente africano, mas foi levada há anos aos EUA para ser utilizada como animal de estimação, onde acabou se proliferando e ameaçando o ecossistema da região, que não estava preparado para elas.

Essa cobra mede cerca de 5 m e pesa entre 40 e 55 kg. Seu tamanho e sua força são tão grandes, que ela se alimenta de filhotes de leopardo, gnus e cães selvagens, além de antílopes e aves. Uma das suas principais peculiaridades é que ela cuida dos ovos e permanece com os filhotes nos primeiros dias de vida.

Píton-ametista

Píton-ametista

Localizada na Indonésia, Austrália e ilhas do Sudeste Asiático, a Píton-ametista é a maior cobra da Austrália. Proporcional ao seu tamanho, essa cobra se alimenta de animais enormes, sendo comum, inclusive, o consumo de cangurus por parte delas!

A Píton-ametista costuma medir 5 m, mas algumas já foram encontradas com 6 m. Pela grossura do seu corpo e tamanho, essa cobra é extremamente pesada, e atinge os 50 kg com facilidade. Algumas, inclusive, podem ser encontradas com até 80 kg.

Píton-birmanesa

Píton-birmanesa

Assim como as outras pítons, a Píton-birmanesa também não possui veneno, mas é extremamente forte. Natural do Sudeste Asiático, essas cobras também foram levadas para os EUA como animais de estimação e acabaram se desenvolvendo por lá, formando uma população relevante para o ambiente do local.

Essa Píton pode chegar a, no máximo, 6 m de comprimento e seu peso varia entre incríveis 40 e 90 kg. Com todo esse tamanho, sua dieta inclui alguns animais maiores, como cervos, porcos selvagens, répteis e aves. Além disso, elas podem colocar até 80 ovos por postura.

Píton-reticulada

Píton-reticulada

A Píton-reticulada possui o título de cobra mais comprida já encontrada em todo o planeta. Localizada em florestas tropicais, em pastagens do Sudeste da Ásia e em algumas ilhas do Pacífico, essa cobra pode medir até 10 m de comprimento e pesar assustadores 170 kg.

Agressiva e excelente nadadora, a Píton-reticulada já foi vista nadando no oceano, provando sua eficiência na água. Ela costuma se alimentar de macacos, porcos selvagens e cervos, emboscando-os com um bote certeiro.

Sucuri verde

Sucuri verde

A sucuri é uma cobra tão grande que inspirou o famoso filme Anaconda. A Sucuri-verde, em específico, pode medir até 8 m e pesar 230 kg, o que a torna a maior cobra do mundo. Elas podem ser encontradas em regiões alagadas e rios da região Amazônica e na Planície Pantaneira.

Sua alimentação contém peixes, aves, capivaras, cervos e até jacarés. No entanto, com seu habitat natural sendo destruído, algumas começaram a consumir até mesmo animais domésticos, como cães. Com a coloração verde-oliva, essa cobra pode viver cerca de 30 anos.

Maiores cobras pré-históricas do mundo

Há séculos, existiam outras cobras que eram bem maiores que essas citadas acima. Elas são as chamadas cobras pré-históricas e são, definitivamente, assustadoras. Conheça a seguir quem são essas gigantes que atormentaram o planeta por muito tempo.

Titanoboa: a cobra gigante

ilustração da Titanoboa: a cobra gigante

Se você achou que as cobras citadas anteriormente eram impressionantes, essa vai, definitivamente, te assustar. Estima-se que ela vivia no Período Paleoceno, há cerca de 60 milhões de anos. A Titanoboa era uma cobra muito rápida. Ela ficava à espreita nas florestas esperando sua presa passar para dar um bote que rompia o pescoço rapidamente.

A gigante cobra vivia nas florestas tropicais da América do Sul. Ela media, em média, 13 m de comprimento, possuía 1 m de diâmetro e pesava mais de 1 tonelada. Todo esse tamanho vinha do metabolismo das antigas criaturas frias, que conseguiram se adaptar ao clima quente e usá-lo ao seu favor. Esses seres conseguiam captar e usar a energia extra que adquiriam para o crescimento do seu corpo.

A descoberta dessa espécie ocorreu em 2002, quando um jovem estudante descobriu um fóssil da espécie na mina de carvão de Cerrejón, na Colômbia. A partir disso, descobriu-se a floresta que existia no local, sendo iniciados estudos para descobrirem mais sobre o fóssil.

Gigantophis garstini

Onde estão atualmente localizados o Egito e a Argélia, há cerca de 40 milhões de anos, vivia a Gigantophis garstini. Uma das suas principais características, que a diferenciava de qualquer outra cobra, era a presença de alguns ossos que eram, na verdade, vértebras.

Medindo cerca de 10 m de comprimento, a Gigantophis foi descoberta em 2002 e ficou conhecida, durante muito tempo, como a maior cobra já existente, até a descoberta da Titanoboa. Não se sabe ao certo onde essa cobra vivia, mas acredita-se que ela era terrestre, e não aquática.

Madtsoiidae

A Madtsoiidae é, na verdade, uma família de cobras Gondwanna que vivia durante o período Cretáceo, na Era Mesozoica, há cerca de 100 milhões de anos. Estima-se que ela habitava a América do Sul, África, Austrália, Índia e alguns locais da Europa, e que media cerca de 10,7 m de comprimento.

Assim como as Pítons que conhecemos e convivemos atualmente, as cobras Madtosiidae matavam as suas presas por constrição. Não se tem muito mais detalhes sobre as outras características dessa enorme, pois os estudos sobre ela ainda estão em andamento.

Essas são as maiores cobras do mundo!

cobra grande

Cobras são animais muito diversos, tanto em tamanho como em cores e comportamento. Neste artigo, você pôde conhecer um pouco mais sobre as maiores cobras do mundo. Também descobriu que nem todas elas possuem veneno e que, apesar de serem grandes, nem todas são pesadas.

Além de conhecer essas gigantes, que assustam muitas pessoas ao redor do planeta, você também pôde saber um pouco mais sobre as cobras pré-históricas. Elas eram bem maiores do que a que nós conhecemos atualmente e causavam um grande impacto no ambiente que habitavam. Ainda estão sendo realizados estudos sobre elas, logo, temos muito o que descobrir.

Agora você já sabe quais são as gigantes cobras que habitam o nosso planeta e até o nosso país. É bom evitar ter um encontro com elas, apesar de algumas serem inofensivas aos humanos, o melhor é não arriscar!

Autor deste artigo

Olá!!
Meu nome é Thulany Dhara, sou jornalista e amante de animais. No momento tenho uma gatinha, chamada Kesha(sim, amo nomes artísticos), um buldogue francês chamado Eros e uma linda dobermann chamada Nala. Eles são os amores da minha vida e quando não estou com eles, estou montando quebra cabeça sobre animais também haha.

Artigos relacionados


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Você já se perguntou de onde surgiu o cavalo? Conheça a origem e os ancestrais do cavalo, um dos animais mais majestosos e antigos do reino animal!


 Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Você já ouviu falar do rato Topolino? Este artigo mostrará tudo a respeito dele, de modo que você poderá criá-lo em casa, se quiser! Confira!


Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Diferentemente de outras raças, este pequeno e fofo cachorro possui 23 cores possíveis! Descubra aqui as inúmeras possibilidades de pelagem desta raça!


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.