Barata branca? Confira características e curiosidades deste inseto!

Barata branca? Confira características e curiosidades deste inseto!

Já ouviu falar sobre barata branca? Venha descobrir tudo sobre ela, além de características, causas sobre sua cor e curiosidades!


Afinal, as baratas brancas existem ou não existem?

Barata branca em uma folha verde

Muitas pessoas afirmam ter visto ou presenciado baratas brancas. Entretanto, elas são simplesmente baratas que acabaram de sair de seu antigo exoesqueleto ou eclodiu do ovo! Elas apresentam essa coloração por um breve período. Posteriormente elas retornarão à sua coloração normal, em tons de marrom.

As baratas, brancas ou não, existem há milhões de anos, e são insetos extremamente adaptáveis e evoluídos. Conseguem sobreviver em diversos locais e estão evoluindo para algumas das pragas mais adaptáveis da Terra. Existem aproximadamente 4.000 espécies vivas de baratas no mundo.

Sendo assim, elas são comumente encontradas em edifícios e casas porque preferem ambientes quentes perto de comida e água, além de esgotos. Isso acontece principalmente para reprodução, que é quando as baratas nascem e escolhem locais escondidos para trocar o seu exoesqueleto.

Características das baratas brancas

A seguir, você vai entender se elas são realmente brancas ou se apresentam essa coloração por causa de outros motivos, além de conhecer suas causas e como isso acontece. Venha saber tudo sobre elas!

Baratas que trocaram de pele

Sim, as baratas são insetos que trocam de pele, isso se chama muda ou ecdise. A muda é um processo comum a todos os artrópodes (insetos e crustáceos). Esses organismos criam um exoesqueleto, em vez de um endoesqueleto, como os humanos e outros vertebrados.

O exoesqueleto é uma estrutura extremamente rígida feita a partir da molécula quitina. A quitina é macia e branca quando se forma pela primeira vez, mas à medida que é exposta ao ar, seca e torna-se mais rígida. Ele também muda de cor durante esse processo. Portanto, uma barata branca permanecerá com está cor por pouco tempo.

Conforme o inseto cresce, ele começa a preencher o espaço excedente dentro de seu exoesqueleto novamente. Uma vez que não pode mais crescer dentro de seu exoesqueleto, o inseto deve explodir para fora do antigo exoesqueleto.

Causas da existência da barata branca

A causa das baratas brancas é a troca do seu exoesqueleto. Elas crescem com o passar do tempo, assim como qualquer inseto. Dessa forma, as baratas brancas realizam a muda quando o seu tamanho já atingiu o máximo permitido pelo seu exoesqueleto.

Uma comparação simples são as roupas que vestimos, quando crescemos, precisamos de roupas maiores. É a mesma situação. Entretanto, as baratas não iniciam o processo de muda em plena luz do dia, pois são muito mais vulneráveis a predadores quando seu exoesqueleto ainda não está endurecido.

Assim, eles geralmente encontram um abrigo (uma área onde as baratas se reúnem), como esgotos ou locais escondidos, antes do início do processo de muda.

As baratas ficam brancas para sempre?

Não. A cor da barata mudará lentamente de branco quase puro para qualquer que seja a cor normal para aquela espécie dentro de algumas horas, seja marrom claro, escuro, avermelhado ou preto.

Sendo assim, se você encontrar uma barata branca ou amarela mais escura, é provável que ela tenha mudado algumas horas antes e está simplesmente no meio do processo de endurecimento de seu exoesqueleto.

Cada espécie de barata tem uma coloração diferente quando terminam a muda. Dessa forma, geralmente, todas as espécies de baratas são quase totalmente brancas quando emergem de seu antigo exoesqueleto.

Curiosidades sobre as baratas

Barata marrom clara

Vamos entender um pouco mais sobre as curiosidades envolvendo as baratas, como a qualidade de sua visão, se podem voar ou transmitir doenças. Além disso vamos entender há quanto tempo elas existem. Com certeza você já ouviu várias dessas perguntas. Venha descobrir!

As baratas brancas podem voar?

Depende da idade que ela apresenta. Baratas novas, com até 2 anos de idade, não possuem as asas bem desenvolvidas. Dessa forma, não conseguem voar nesse período. Já as baratas mais velhas, em torno de 3 a 4 anos conseguem voar sem grandes problemas.

As espécies mais comuns de baratas apresentam diversas mudas com o passar do tempo. Visto que as baratas brancas estão passando por esse processo, e que elas são mais constantes no início da vida e crescimento, não é comum ver baratas brancas voando, por ainda estarem em desenvolvimento.

Há quanto tempo as baratas existem?

As baratas são mais antigas do que você pode imaginar. Elas existem a cerca de 300 milhões de anos. Além disso, mesmo antigamente, elas possuíam diferentes tonalidades, como vermelhas (puxadas para marrom vinho), marrom claro e escuro, além das pretas.

Dessa forma, ela sofreu mutações e a sua evolução hoje abrange diversas espécies e tamanhos. Com isso, são seres bem moldáveis em regiões quentes e frias. De forma geral, se adaptam melhor em locais quentes, e gostam de viver em ambientes sujos e escondidos. Isso é um hábito que existe desde o início de sua evolução e foram se aperfeiçoando para melhor adaptação aos tempos de hoje.

Baratas são resistentes a ataques nucleares?

Não. Isso foi um mito popular criado antigamente. As baratas são seres muito evoluídos em alguns aspectos e por possuírem um sistema corporal com divisão celular lento, elas conseguem sobreviver à diferentes situações em que os humanos não conseguiriam.

Entretanto, ataques nucleares liberam quantidades exorbitantes de energia e radiação, não sendo possível sobreviver nessas condições. Além disso, o seu exoesqueleto não a protege contra esses tipos de radiação e nem ao deslocamento de ar, provocado por uma grande explosão nuclear.

Baratas sobrevivem sem cabeça?

Elas conseguem viver por um breve tempo. As baratas sem cabeça conseguem respirar e não irão morrer de sangramento, por exemplo. Entretanto, ela é incapaz de comer. Bem antes disso, morrerá de sede.

Com isso, sem a cabeça, elas ficam sem boca para beber e morrerão de desidratação em algumas semanas. Além disso, o seu corpo passa a ser comandado por células instaladas na região abdominal, o que é uma característica marcante de baratas, alertando os perigos e auxiliando em sua sobrevivência.

Sendo assim, a contagem total de dias desde o momento em que a barata perde a sua cabeça até o momento em que perde a vida, é algo em torno de 20 dias ou menos.

Baratas transmitem doenças?

As baratas vivem em diversos locais sujos, como esgotos, fezes e chão público. Sendo assim, há boas chances de ela ser portadora de doenças. Além disso, suas fezes, pele e saliva contêm alérgenos, ou seja, podem causar alergias aos seres humanos. Dessa forma, esses insetos podem infectar o ar, causando reações alérgicas em humanos.

Algumas bactérias e vírus comuns que a barata pode transmitir são Streptococcus; Staphylococcus; Salmonela (intoxicação alimentar); Clostridium; Diarréia; Hepatite B infecciosa, entre outros. Por isso, lave sempre as mãos e deixa a higiene da sua casa em dia para que evite a sua proliferação.

Você já sabe tudo sobre as baratas brancas!

Agora você já sabe que a barata branca tem essa coloração por causa do processo de ecdise, onde elas precisam trocar o seu exoesqueleto para crescerem e evoluírem. Dessa forma, quando o esqueleto é novo, elas apresentam coloração clara, como o branco. Por isso, são classificadas como baratas brancas.

Entretanto, a barata volta a escurecer conforme o endurecimento do seu esqueleto. Isso acontece, pois os materiais que formam a sua proteção rígida são escuros. Além disso, as baratas transportam diversas bactérias e podem transmitir doenças.

Por isso, sempre leve a higiene da sua casa a sério, guarde alimentos e não deixe vasilhas abertas. Elas são altamente atraídas pelo cheiro e podem se aproveitar disso.

Autor deste artigo

Artigos relacionados


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Você já se perguntou de onde surgiu o cavalo? Conheça a origem e os ancestrais do cavalo, um dos animais mais majestosos e antigos do reino animal!


 Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Você já ouviu falar do rato Topolino? Este artigo mostrará tudo a respeito dele, de modo que você poderá criá-lo em casa, se quiser! Confira!


Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Diferentemente de outras raças, este pequeno e fofo cachorro possui 23 cores possíveis! Descubra aqui as inúmeras possibilidades de pelagem desta raça!


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.