Fígado para cachorro: saiba se pode dar e como preparar

Fígado para cachorro: saiba se pode dar e como preparar

Você sabia que seu cachorro pode comer fígado? Conheça os benefícios desse alimento e aprenda a preparar da maneira correta!


Fígado pode fazer mal ao cachorro?

Fígado cru em fatias

O fígado é um alimento que faz parte do cardápio dos humanos há muito tempo. Mas a dúvida que fica entre as pessoas que têm cachorros é se podem oferecer para seus peludos esse alimento tão saboroso. Então, saiba que sim, você pode oferecer fígado para seu cachorro!

Esse alimento possui muitos benefícios que vão complementar a alimentação do seu cão. O fígado é rico em vitaminas, então quando fornecido da maneira correta, será muito benéfico para o animal. E claro, você não pode exagerar na quantidade, pois este será apenas um complemento à ração do cãozinho.

Mas, antes de você começar a introduzir o fígado na alimentação do seu pet, você precisa saber mais sobre o fígado e os efeitos que ele causa no seu animal de estimação. Leia o artigo para descobrir!

Benefícios do fígado para cachorro

Cachorro feliz recebendo carinho do dono

O fígado é um alimento que tem inúmeros benefícios para o desenvolvimento do seu cachorro. Nos próximos tópicos você verá mais sobre cada uma das vantagens de dar esse alimento para seu cão. Confira!

Fortalece a imunidade do cão

Por mais que as rações e vitaminas possam contribuir para a saúde do seu cachorro, o fígado é uma ótima opção natural para complementar a alimentação do seu companheiro e deixá-lo livre de doenças. O fígado também é chamado pelos nutricionistas e veterinários de multivitamínico, devido a sua variedade de vitaminas.

Contém vitamina D, que é uma das responsáveis em fortalecer a imunidade do cachorro. Logo, combate as células cancerígenas, infecções e doenças autoimunes, ajudando também no processo de cicatrização.

Fígado é um alimento antioxidante

Como uma das funções do fígado é limpar as toxinas do corpo, há um senso popular de não querer comer este alimento por medo de estar ingerindo mais toxinas. Mas isso não passa de um mito. Um dos benefícios de inserir o fígado na alimentação do cachorro é justamente devido ao seu alto poder antioxidante.

Sendo rico em vitamina A e no mineral selênio, esse alimento vai ajudar na digestão do seu cão. Além de que, irá contribuir para que o fígado do seu cachorro identifique e elimine as toxinas ingeridas através de outras comidas ou medicamentos com mais facilidade.

Beneficia o sistema nervoso e a mente

Assim como os humanos, os cachorros também podem ter a perda de neurônios com o passar do tempo. Então, para que isso não aconteça, alimentar seu cão com fígado vai fazer com que ele ingira ácido fólico e vitaminas do complexo B, que ajudarão no funcionamento do sistema nervoso e na mente.

Além disso, o fígado é muito rico principalmente em vitamina B12, que ajuda na fadiga, na capacidade mental e na saúde dos nervos do animal.

Fígado é bom para o sangue

Assim como a vitamina B12 previne a anemia do seu peludo, o fígado também combate a anemia por possuir muito ferro. Portanto, esse alimento evitará que seu cachorro possa vir a ter problemas de circulação, acarretando futuramente em pressão alta.

O ferro que encontra-se no fígado ajuda também na formação de hemoglobina, no desenvolvimento e função cerebral, na regulação da temperatura corporal, na atividade muscular, na oxigenação do sangue e no metabolismo do seu pet. Desse modo, ingerindo fígado ele ficará mais resistente e forte.

Como preparar fígado para cachorro

Ao preparar a alimentação canina é sempre muito importante ter certos cuidados. Não somente de higiene, mas também verificar se é de origem confiável. A seguir, mostraremos como preparar algumas opções de receita com fígado para cachorro. Continue lendo!

Fígado cru

Fígado cru em pedaços

Sim, seu cão pode comer fígado cru e não fará nenhum mal a ele. Pelo contrário, ao ingerir o fígado natural sem nenhum cozimento, seu cachorro estará absorvendo mais nutrientes.

Segundo uma pesquisa realizada em 2007 pela USDA, ao ser cozido, o fígado perde 40% de ferro, magnésio e vitamina A, 55% de niacina e B6, 35% de folato, 30% de fósforo e 25% de cobre e vitamina C.

Ao fornecer o fígado cru, certifique-se de que é de boa procedência, para não causar nenhum mal ao animal. Quando for servi-lo, corte em pequenos pedaços para que o animal não tenha dificuldade para comer e não se incomode com a textura.

Fígado desidratado

Pote com pedaços pequenos de fígado desidratado

Outro ótimo modo de preparar o fígado e oferecer para seu cachorro sem que ele negue por causa da sua textura, é na forma de guloseimas desidratadas. Ao desidratar o fígado ele não perderá seus nutrientes igual quando cozido, devido a temperatura da desidratação não passar dos 70°C.

Além disso, o fígado tem uma durabilidade maior e não possui conservantes. Então, para desidratar o fígado para o seu cachorro, você pode deixá-lo no micro-ondas durante 20 minutos. Esse tempo é suficiente para que ele não perca totalmente seus nutrientes.

Depois de pronto, corte em pequenos pedaços que você possa dar ao animal como recompensa de vez em quando ou misturar à ração.

Fígado cozido

Prato com pedaços de fígado cozido

Como você pôde ver nos tópicos anteriores, o fígado cozido não é uma das melhores opções para oferecer para seu cachorro, pois perde muitos nutrientes que são importantes para a saúde do cão. Porém, como não é todo cachorro que consegue gostar do fígado cru, nesses casos essa opção é válida.

O cozimento do alimento é rápido, caso queira que fique cozido apenas por fora, deixe no fogo durante um 1 minuto ou por 3 minutos se quiser cozido por completo. Não utilize sal ou temperos, pois podem ser tóxicos para o animal.

Sirva em pequenos pedaços e pode misturar com a ração. Mas, nesse caso, diminua a quantidade de ração que normalmente daria, para que ele não coma em excesso.

Prepare petiscos de fígado

Pessoa dando um petisco para o cachorro

Para agradar o seu peludo você pode fazer petiscos de fígado. A receita é bem fácil! Você só vai precisar de 450g de fígado cru, 1 colher (chá) de óleo de coco e 4 xícaras de farinha de aveia.

Bata bem o fígado com o óleo de coco no liquidificador, depois coloque em algum recipiente onde poderá juntar a farinha de aveia. Adicione aos poucos até ficar uma mistura mais consistente, ideal para biscoito.

Abra essa massa com um rolo e corte como desejar. Se tiver forminhas de biscoito, melhor ainda. Leve ao forno para assar por 15 minutos à 180 ºC. Quando esfriar, já pode dar um para o seu cachorro experimentar!

Cuidados ao dar fígado para cachorro

Tábua com uma faca ao lado e um pedaço de fígado com algumas fatias cortadas

Todo alimento que você preparar para o seu cachorro precisa de cuidado, e com o fígado não seria diferente. É preciso ter cuidado com o manuseio da carne, escolher o tipo certo e não exagerar na quantidade. Vamos aprender mais sobre os cuidados necessários logo abaixo!

Possui alto índice de gorduras saturadas

Conforme você aprender neste artigo, o fígado é responsável em identificar e eliminar as toxinas do corpo. Como resultado, ele possui um alto nível de gordura saturada devido ser um alimento de origem natural. Sendo assim, pode fazer mal para seu cachorro se ingerido em grande quantidade.

O excesso de gordura saturada encontrada no fígado pode trazer os mais diversos problemas de saúde para seu peludo, além de causar sobrepeso ou obesidade.

Qual é o tipo certo de fígado para o cachorro

Existe no mercado de alimentação canina a venda de vários órgãos, mas o mais comum é o do fígado de boi. A dúvida que fica ao comprar esse alimento é se o cão pode comer fígado de qualquer animal, e sim, ele pode comer o fígado de boi, frango, peru, entre outros.

Apesar dessa variedade de fígados, o de boi e o de frango são os mais comprados pelos cuidadores, pois são os mais recomendados pelos veterinários. Essas duas variedades de fígado possuem mais fontes de vitamina e minerais para a saúde do peludo.

Dê o alimento na quantidade certa

Outro cuidado que você precisa ter ao alimentar seu cachorro com fígado é em relação à quantidade, principalmente se o seu pet for da raça Bedlington Terrier. Ele é mais sensível ao cobre, uma toxina que pode ao longo do tempo levá-lo a desenvolver um quadro de hepatite. Então, se for dar fígado para ele, dê apenas 1 vez na semana.

Além disso, o fígado de frango não é indicado para cachorros que já têm problemas de hepatite ou colesterol alto, bem como, pode haver excesso de ingestão de vitamina A. O ideal é que ele coma de acordo com o seu peso, sendo que a cada 1kg do peso do cão, pode comer 15g por dia.

Higienize bem antes de preparar

Ao comprar o fígado para seu cachorro, você deve verificar se é uma carne certificada. Caso seja, isso significa que esse animal passou por um processo de jejum e abstinência de medicamentos antes do abate, eliminando as toxinas do fígado do animal.

Tendo tido todos esses cuidados anteriores, na hora de preparar este alimento, caso tenha comprado ele inteiro ou em pedaços grandes, retire a membrana que recobre toda a superfície externa, e logo depois lave abundantemente. Mas se você já comprou ele sem essa membrana, apenas lave.

Ofereça fígado para cachorro com equilíbrio

Cachorro se lambendo

Vimos neste artigo o quanto o fígado pode beneficiar a saúde dos cães. Fortalece sua imunidade, o sistema nervoso, elimina as toxinas do corpo e até mesmo previne contra doenças do coração e de memória.

Você aprendeu também a como preparar o fígado para seu cãozinho sem que o alimento perca seus nutrientes. Pode ser um fígado cru, desidratado ou até mesmo em forma de biscoito! Mas lembre-se de não exagerar na quantidade de fígado na dieta do seu cão, pois tudo em excesso faz mal.

Além disso, o fígado, ou um petisco de fígado, pode ser um ótimo agrado de vez quando para o seu amigo canino. Agora que você já sabe como fornecer fígado para cachorro, compre um pedaço e veja se agrada ao seu peludo!

Autor deste artigo

Atualmente sou redatora e criadora de conteúdo para redes sociais. Já tive muitos animais de estimação, desde cachorros até peixes, e hoje, dedico-me a escrever sobre eles.

Artigos relacionados


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


 Lagartixa come escorpião? E aranha? Veja e se surpreenda!

Lagartixa come escorpião? E aranha? Veja e se surpreenda!

Está tendo problemas com aracnídeos? Confira neste artigo quais insetos ou animais são predadores deles e aprenda muitas dicas para se livrar desses venenosos!


 Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Você já ouviu falar do rato Topolino? Este artigo mostrará tudo a respeito dele, de modo que você poderá criá-lo em casa, se quiser! Confira!


Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Diferentemente de outras raças, este pequeno e fofo cachorro possui 23 cores possíveis! Descubra aqui as inúmeras possibilidades de pelagem desta raça!


Últimos posts


Cuidador de cachorro: o que fazem, como se tornar e mais!

Cuidador de cachorro: o que fazem, como se tornar e mais!

O cuidador de cachorro é o profissional responsável por cuidar do seu pet quando você precisa se ausentar. Saiba como escolher ou se tornar um!


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.