Como amansar um gato? Veja dicas para conquistar seu pet!

Como amansar um gato? Veja dicas para conquistar seu pet!

Descubra por que seu gato é arisco e entenda como amansá-lo. Conheça as técnicas que tornarão seu pet mais manso!


Amansar um gato pode ser muito desafiador

Close de um gato manso

Quando se tem um gato, é comum que o dono preocupe-se ao notar traços de comportamento arisco ou agressivo no seu pet. Por isso, é fundamental reconhecer as origens e as causas desse tipo de conduta para que, assim, o animal sinta-se confortável e conviva melhor com todos ao seu redor.

Dessa forma, averiguar as causas que tornaram seu gato arisco e examinar os motivos que o levaram a ser tão retraído são fundamentais.

Assim, com as técnicas adequadas e com muita paciência, seu gatinho se tornará muito mais manso. Confira aqui todas as dicas!

Por que alguns gatos são ariscos?

Close de um gato arisco

Por trás de todo comportamento, existe uma causa. E é fundamental analisá-la, afinal, entendendo o histórico do seu gato, será muito mais fácil reverter comportamentos que o levam a ser arisco, possibilitando, assim, torná-lo mais manso. Vamos lá!

Dor ou doença


Caso o seu gato sinta dores difusas pelo corpo devido a algum trauma físico ou a doenças, possivelmente ele relutará ao receber carinho ou ao perceber aproximações que possam ameaçá-lo. Quando isso acontecer, ele pode reagir de forma agressiva ou arisca, já que suas dores levam-no a uma condição de vulnerabilidade.

Por isso, leve seu gato regularmente ao veterinário. É preciso identificar e remediar caso ele apresente doenças ou quaisquer condições limitantes. Quando ele for tratado, ele será bem mais receptivo ao carinho e ao afeto da família ou de visitas e se tornará mais manso. Atente-se às dores e doenças!

Situação dos gatos adotados

Caso o seu gato seja adotado, entenda que ele possui origens que você possivelmente desconhece, ou seja, você nunca saberá como ele foi tratado antes de ser resgatado. Pode ser que ele tenha sofrido maus tratos ou que tenha sido negligenciado, levando-o a desenvolver comportamentos de natureza arisca ou agressiva.

Por isso, reconheça as limitações do seu pet e tenha paciência com a fase de adaptação dele. Com o tempo ele reconhecerá seu novo lar e se sentirá à vontade, já que será muito bem tratado e receberá muito carinho.

Insegurança com o ambiente

Após chegar ao novo ambiente, é preciso entender que a fase de adaptação é lenta e gradativa. Assim, é natural que seu pet sinta-se desconfiado no ambiente em que se encontra e que relute às tentativas de aproximação.

Ademais, caso ele ainda resista, para torná-lo mais manso, rotineiramente, é recomendável que você reserve um tempo do seu dia para ficar um pouco com ele em todos os ambientes de sua casa. Assim, será possível que ele “desbrave o território”, o que fará com que ele se sinta protegido e confortável.

Medo

Apesar de parecerem imponentes, por trás da bela postura da maioria dos gatos, há um animal indefeso que pode sentir, assim como todos os outros pets, medo. Por isso, é preciso que você dê muita atenção e carinho para que seu felino se sinta seguro e confortável.

Seja paciente e dê espaço para o bichano. Além disso, atente-se ao ambiente em que seu animal está inserido. Ele é muito movimentado? Há visitas constantes? Há muitos ruídos? Todos esses fatores interferem no bem-estar dele, já que, para remediar o medo, é preciso que o animal sinta-se acolhido e seguro.

Personalidade

Não é novidade para ninguém que gatos são animais de muita personalidade. Há, inclusive, estudos que analisam alguns tipos de personalidade e quais os traços deles. Por exemplo, há gatos que apresentam extroversão e outros que apresentam neuroticismo, sabia? Geralmente, gatos com essa segunda qualificação são mais inseguros, ansiosos e tímidos.

Ou seja, compreender os processos de sociabilização do seu gato é necessário para que você reconheça quais são as limitações dele e como superá-las. Por isso, para amansar um gato, deve-se entender qual a personalidade dele e trabalhar dentro dos padrões que ele apresenta, afinal, você quer fazer com que ele seja mais manso, não que ele se torne um gato completamente diferente.

Quais são as raças mais difíceis de amansar?

Gato arisco sob um cobertor

Como tratado anteriormente, algumas raças são mais difíceis de se amansar do que outras. Isso ocorre por fatores que englobam a linhagem da raça, o padrão de personalidade dela, as preferências do animal, dentre outros. Descubra agora quais são elas!

Sem Raça Definida (SRD)

Popularmente conhecidos como “vira-latas”, gatos SRD são particularmente difíceis de se amansar, pois há muitas variações quanto à personalidade. Apesar disso, de acordo com uma pesquisa da Comissão de Animais de Companhia, cerca de 80% dos gatos que habitam lares brasileiros se enquadram no perfil SRD!

É bem difícil prever o comportamento deles, no entanto, como são maioria na casa das famílias brasileiras, há mais relatos sobre serem ariscos e, por vezes, agressivos. Por isso, caso esse seja seu gato, examine os hábitos dele para encontrar as causas de seu comportamento arredio e para combatê-las.

Siamês

Gatos siameses são muito conhecidos no mundo todo e possuem um fenótipo muito característico: olhos azuis, pelagem cinzenta e extremidades mais escuras. Essa raça de gatos possui, também, um temperamento bem marcante. Pode ser muito independente e reservada, principalmente na presença de estranhos.

A dificuldade para se amansar gatos siameses está na socialização. Por serem mais autônomos, podem se isolar com mais facilidade ou mesmo apresentar um comportamento ciumento com outros animais ou com outras pessoas. Assim é comum que sejam mais esquivos. Mas, mesmo assim, são muito dóceis e apegados com a família.

Pelo Curto Brasileiro

Os gatos classificados como Pelo Curto Brasileiro foram originados através de uma mistura de felinos de pelo curto trazidos ao Brasil na época da colonização e representam a primeira raça brasileira reconhecida pela World Cat Federation (WCF). São gatos bastante conhecidos por aqui!

Apesar de serem gatos muito dóceis e de gostarem de interagir com pessoas de diferentes idades, são um pouco mimados. Além disso, ficam ariscos quando suas necessidades não são atendidas de imediato. Suas necessidades de atenção são bem elevadas, e isso pode torná-lo, vez ou outra, facilmente irritável.

Pontos importantes para amansar um gato

Gato manso recebendo carinho

Existem pontos importantes para compreender quando se deseja amansar um gato. Eles são anteriores às técnicas e fundamentais para que elas sejam aplicadas da melhor forma possível, apresentando a melhor fórmula para tornar seu gato menos arisco e mais manso. Confira!

Tenha paciência

A paciência é uma virtude fundamental quando se preza pelo melhoramento do comportamento do seu pet. Ou seja, para que haja uma boa convivência entre você e o seu gato, é preciso tempo para que ambos permaneçam tranquilos e para que o gato não se assuste.

Tenha tranquilidade ao corrigir os comportamentos ariscos do seu felino, não seja agressivo e entenda que o processo até que ele se acostume é lento e gradual.

Dê muito carinho

O carinho é, com certeza, um dos pontos primordiais desta lista. É preciso zelar pelo seu pet e ser muito afetuoso para que o comportamento dele evolua de forma plena e saudável. Em outras palavras, agir com agressividade e impor regras de modo nada delicado não é eficaz, pelo contrário, pode regredir o bom comportamento do felino.

Por isso, seja carinhoso com o seu gato. O comportamento arisco é, muitas vezes, originado por medo e por insegurança.

Incentive-o

Para que seu gato seja cada vez menos arisco, incentive-o! Sim, através de pequenas recompensas, como uma guloseima, após ele apresentar comportamentos positivos e obedecer aos comandos que você ensinar, você fará com que ele entenda que o que ele está fazendo é correto.

Dessa forma, aos poucos, o seu gato se tornará mais manso. É preciso incentivá-lo para que ele aprenda, seja constante e não desista. Quando você menos esperar, seu pet estará menos arisco e será mais receptivo a todos ao seu redor.

Opte pelo adestramento


Adestramento não é só para cães! Optar por ele é uma ótima maneira de entender as necessidades do gato para que seus comportamentos dentro de casa se ajustem.

Alguns dos benefícios são: estimula a parte cognitiva do pet, aproxima você do seu gato e aumenta a capacidade de resolução dos problemas. Há muitos motivos e hoje há inúmeros modos de prosseguir com o adestramento. Você pode contratar um profissional especializado ou, ainda, pesquisar truques na internet.

Técnicas para amansar um gato

Close de um gato manso

Enfim, reconheça quais técnicas podem ser utilizadas para que seu maior fim seja alcançado: tornar seu gato mais manso. Aqui você descobrirá as principais indicações para que o convívio de seu pet no seu lar seja melhor! Vamos lá!

Pode ser que eles queiram ração

Você sabe reconhecer quando seu gato está com fome? Há pessoas que identificam os sinais pelo miado do animal. No entanto, há outros comportamentos que indicam tal necessidade, como ansiedade e agressividade, ou seja: quando o gato fica arisco!

É comum que gatos sejam um pouco exigentes quando se trata de alimentação e de higiene. Por isso, fique sempre atento quanto à qualidade da ração que você oferece ao seu felino; além disso, cuide para que o alimento não fique por muito tempo “parado” para que não perca os nutrientes e a textura capazes de satisfazer o bichano.

Compre um arranhador

Sim, gatos adoram arranhadores! Você deve investir em tais acessórios para que seu felino mantenha-se sempre entretido. O motivo dos pets adorarem o arranhador está atrelado aos instintos ancestrais: há muito tempo os gatos utilizavam árvores e pedras (verticais) para aliviar o estresse e aparar as unhas.

Logo, o hábito de arranhar, além de demarcar o território do pet, oferece sensações únicas para o bichano. Para amansar seu gato, esse utensílio mostra-se essencial, afinal, além de aliviar o estresse, ele estimula a criatividade e ainda faz com que seu animal se exercite brincando!

Tenha uma coleira de passeio

Muitas pessoas acreditam que só se deve passear com cães, pois gatos são animais instintivamente livres e independentes ao ponto de passearem sozinhos e sem coleira. No entanto, tal crença é uma falácia, pois é fundamental que donos de gatos tenham coleiras para seus pets. Isso porque você dá liberdade ao animal ao mesmo tempo que previne acidentes na rua.

Ou seja, quando você tem uma coleira de passeio, além de ajudar a combater o estresse e a agressividade do seu pet arisco, você faz com que ele seja cada vez mais manso.

Reforce bons comportamentos

Gatos são animais extremamente sensíveis e especiais. Por isso, saiba que você não conseguirá grandes evoluções através de broncas ou elevando seu tom de voz. Para que seu animal seja menos arisco, será necessário o reforço positivo. Ou seja, será preciso premiar as atitudes que te agradam quando o animal as fizer.

Por exemplo, quando seu animal modificar comportamentos negativos transformando-os em positivos, dê uma guloseima deliciosa. Fazendo isso, seu gato entenderá que a atitude executada por ele é boa e que, por isso, deve repeti-la.

E você, o que está esperando para amansar seu gato?

Gato manso recebendo carinho

O cotidiano do seu gato será muito mais agradável quando você colocar tais técnicas em prática. Além disso, aprimorando a comunicação entre você e o seu pet, o convívio será melhor e muito mais harmonioso.

Não é difícil amansar seu gato, porém é preciso muita prática, consistência e constância. Com o passar do tempo seu pet não será mais arisco, pelo contrário, será comunicativo, sociável e educado!

Autor deste artigo

Sempre me interessei muito pela escrita e, principalmente, por pets. Uni ambas as coisas e comecei a escrever me inspirando, primeiramente, em meus pets e, posteriormente, em outros.

Últimos posts


Curiosidades sobre gatos: veja 24 fatos fascinantes

Curiosidades sobre gatos: veja 24 fatos fascinantes

Neste artigo, te mostraremos 24 curiosidades e características dos gatos. Você não faz ideia das curiosidades que esse animal tão popular em todo mundo possui!


Preço do Pastor Belga Malinois? Veja como comprar e custos!

Preço do Pastor Belga Malinois? Veja como comprar e custos!

Sabe quanto custa um Pastor Belga Malinois e os gastos mensais com esse cão? Neste artigo te mostraremos tudo. Boa leitura!


 Hotel para gatos: veja benefícios, preço e dicas importantes

Hotel para gatos: veja benefícios, preço e dicas importantes

Conhece os hotéis para gatos? Confira aqui os benefícios e entenda se essa é uma boa opção para você e para seu pet!


Descubra por que o cachorro gosta de dormir encostado no dono

Descubra por que o cachorro gosta de dormir encostado no dono

Neste artigo, falaremos tudo sobre as particularidades e razões caninas que fazem seu cachorro amar dormir perto de você. Confira e conheça várias curiosidades!


Cachorro dormindo: tudo sobre posições, gestos e cuidados

Cachorro dormindo: tudo sobre posições, gestos e cuidados

Você sabe o que as posições do cachorro dormindo significam? Saiba os significados de diversas situações relacionadas ao sono canino. Confira