Você sabe quanto tempo vive uma galinha? E um galo? Saiba agora

Você sabe quanto tempo vive uma galinha? E um galo? Saiba agora

Você já se perguntou quando anos em média vive uma galinha? E um galo? Neste artigo falaremos sobre o tempo de vida delas e os fatores que interferem nisso.


Sabe quanto tempo vive uma galinha?

Galinhas no galinheiro

As galinhas são aves muito importantes para a alimentação de inúmeros brasileiros, além de serem muito rentáveis aos seus criados. Mas, afinal, você sabe quanto tempo vive uma galinha? Bom, são vários os fatores que alteram a longevidade deste animal, mas uma galinha costuma viver algo em torno de 4 a 8 anos.

Esse tempo vai depender muito da raça, das condições em que vive e, até mesmo, da genética. Descubra como tudo isso pode influenciar nos anos da galinha e mais alguns fatores que são importantes de serem observados e levados em consideração. Continue lendo e descubra mais sobre a expectativa de vida da galinha.

Anos de vida da galinha

Galinha

Para introduzir nosso artigo, falaremos um pouco, de forma geral, do tempo de vida de uma galinha. Aqui você vai conferir as 3 perguntas mais frequentes sobre os anos de vida da galinha, bem como algumas curiosidades que podem ser novidades para você.

Quanto tempo vive uma galinha tradicional?

O grande e principal benefício das galinhas tradicionais é justamente seu tempo de vida útil mais longo. Elas geralmente são criadas com maiores cuidados para que seu tempo de vida seja o maior possível, vivendo entre 4 e 8 anos.

Uma vez que o corpo dessas galinhas tradicionais, bem como seus conteúdos genéticos, não foram muito hibridizados, é de se esperar que elas vivam muito mais tempo do que as híbridas. No entanto, apesar disso, também vai depender dos cuidados dados a ave.

Quanto tempo vive uma galinha híbrida?

O termo híbrida é atribuído para indicar o animal resultante de cruzamento entre raças ou linhagens diferentes, porém pertencendo à mesma espécie. Em outras palavras, as galinhas híbridas foram manipuladas para serem mais produtivas. Além disso, são férteis e capazes de produzir novas gerações.

Vale lembrar que, pelo fato de ser manipulada, a galinha híbrida tende a morrer mais jovem (por volta dos 3 a 4 anos) de tumores reprodutivos ou outros problemas desse processo. Sendo o seu tempo de vida bem mais curto.

Todas as raças de galinha têm a mesma expectativa de vida?

Não! É importante que você saiba que a principal característica que difere o tempo de vida de cada galinha é a sua respectiva raça. É mais comum perceber que essas aves vivem uma média de 4 a 8 anos, levando em consideração tanto as galinhas tradicionais quanto as galinhas híbridas, uma média geral.

Cada raça possui suas próprias características, aspectos nos quais vão definir a capacidade de sobrevivência do animal. E, consequentemente, vai definir o tempo de vida da galinha.

Fatores que interferem nos anos de vida de uma galinha

Galinhas no galinheiro

Um dos principais fatores que interferem no tempo de vida das galinhas é a sua respectiva raça. Porém, vale lembrar que esse não é o único fator. A seguir iremos apresentar a você mais alguns pontos relevantes na hora de estipular o tempo de vida médio de uma galinha.

Genética

Você se lembra de ter lido que a manipulação desses animais para maximizar a produtividade pode prejudicar e afetar o tempo de vida da espécie? Quando falamos desse tipo de manipulação, estamos falando na alteração dos genes de determinado animal. Algo que está totalmente ligado a genética.

Além disso, quando falamos em genética podemos pensar também em doenças hereditárias, aquelas passadas de geração em geração. Elas podem vir a diminuir o tempo de vida do animal, por isso é importante pesquisar bastante a raça do seu interesse.

Condições de habitação e saneamento

Outros pontos muito importantes são as condições de habitação, bem como o saneamento do habitat. É devido a isso que uma galinha selvagem corre mais riscos de morrer jovem, já que na natureza, essas condições podem não ser as ideais.

Aquelas galinhas que são mantidas sob cuidados de criadores, tendem a ter uma qualidade de vida melhor, pois são fornecidos espaços adequados, higiene, alimentação e muitos outros cuidados. Uma galinha mantida em um local limpo, seco e quente, com água e comida adequados, definitivamente, tende a viver mais.

Tratamento de doenças

Como já foi dito neste artigo, algumas doenças podem surgir na vida de uma galinha, vindo a impedir que ela tenha uma vida longa. Nessa ideia, não devemos nos limitar a pensar somente nas doenças passadas de geração em geração.

Podem surgir complicações como vermes, piolhos, ácaros, parasitas e outros. Para evitar que as aves sofram com esses problemas, é necessário idas ao veterinário. No entanto, caso ela não escape deles, é essencial um tratamento adequado, assim como para as doenças hereditárias.

Raça

Por último e não menos importante, temos a raça do animal. Como já dissemos, cada raça da galinha ou do galo pode interferir diretamente na sua capacidade de sobrevivência e, consequentemente, no seu tempo de vida.

Cada raça tem suas características específicas, que podem ser mais propensas a determinado tipo de problemas, ou mais resistentes a outras doenças. Por isso, é muito importante pesquisar sobre as raças de galinhas e descobrir qual é a ideal para você e para o ambiente em que viverão.

Como fazer para a galinha viver mais?

Galinhas no galinheiro

Existem muitas ações e cuidados que você pode ter para fazer com que sua galinha viva mais tempo. Conheçam algumas delas a seguir e fique pronto para executá-las em seu dia a dia.

Cuide bem dos pintinhos

Cuidar dos animais desde a fase filhote garante que eles cresçam saudáveis e tenham um maior tempo de vida. Com as galinhas não é diferente. Elas também precisam ser tratadas da melhor forma possível desde a fase de pintinho para que seu sistema e corpo se fortaleçam, estando apto a encarar possíveis doenças ou outros problemas no futuro.

Cuidar bem deles é uma atitude simples, que pode vir a ser extremamente vantajosa no futuro das suas galinhas. Alguns desses cuidados são não deixar faltar água, comida e espaço.

Ofereça espaço para a galinha

Assim como as vacas, bois, girafas e outros animais, as galinhas precisam de um espaço para que possam se locomover com facilidade e segurança. Devemos lembrar, também, que o ar fresco é de extrema importância para que problemas respiratórios sejam evitados ao máximo.

Tenha em mente que as condições de espaço e vida em que a galinha é mantida irão contribuir para a sua saúde a longo prazo. Por mais que elas possam ser, de alguma forma, domesticadas, elas precisam de espaço suficiente para andar, correr, dar pequenos voos, se sentir livre e se adaptar ao local facilmente.

Limpe o galinheiro com frequência

A limpeza é algo que deve estar sempre em dia no local em que uma ou mais galinhas serão mantidas. Um galinheiro sujo e mal cuidado contribui para a proliferação de doenças e outras complicações, que podem diminuir a expectativa de vida da ave.

Pesquise boas maneiras para tal limpeza e certifique-se de que ela ocorra com certa frequência. Também mantenha o galinheiro sempre livre de parasitas e outros agentes causadores de doenças.

Mantenha a galinha bem alimentada e hidratada

Você deve estar sempre ciente que, para manter uma única galinha ou milhares delas saudáveis, é necessário dispor de uma determinada quantidade de comida e água. Isso porque manter a galinha sempre bem alimentada e hidratada fortalece todo o seu sistema, deixando-a saudável para enfrentar doenças que possam surgir.

Garantir alimento e água para esses animais não é algo muito caro e será ótimo para a prosperidade de suas galinhas. Portanto, garantir que esses recursos estejam sempre em dia, garante uma vida mais longa.

Proteja a ave de predadores

Falando em questões de segurança dos animais, também é indispensável que você mantenha suas galinhas em um local livre de predadores. Até porque ninguém que sair perdendo galinhas para outros animais, não é mesmo? Isso pode trazer prejuízos muito grandes!

Geralmente os animais mais comuns que surgem como predadores de galinhas em ambientes rurais são: gambás, jaguatiricas, furões, araras e gaviões. Então certifique-se de deixá-las sobre algum cercado onde possam ficar protegidas.

Não esqueça dos cuidados veterinários

Não se esqueça dos cuidados veterinários, eles são extremamente importantes. Mesmo que a galinha não apresente sintomas, é importante levá-la com uma certa regularidade ao veterinário. Dessa forma você pode descobrir doenças silenciosas, ou remediar alguma que esteja no início.

Assim como os seres humanos precisam realizar check-up para saber como está sua saúde, as galinhas também precisam do mesmo. Dessa forma você evita que suas galinhas e galos vivam com problemas e garante que elas vivam mais tempo.

Cuide de sua galinha para ela viver mais!

Galinhas

Nesse artigo você aprendeu que há diversos fatores que podem interferir nos anos de vida de uma galinha, como por exemplo, raça, genética, condições de habitação, entre outros. Além disso, você leu sobre algumas dos principais cuidados que devemos ter para melhorar as condições de vida da ave e, consequentemente, fazê-la viver mais.

As galinhas podem ser muito produtivas em vários aspectos, e vivem relativamente pouco quando se compara com outras espécies de animais. Portanto, é importante que você faça o possível para mantê-la saudáveis. Agora que você já sabe como fazer isso, e como consequência aumentar sua expectativa de vida, basta por os cuidados em prática.

Autor deste artigo

Artigos relacionados


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Conheça a expectativa de vida de um gato e quais são os aspectos gerais que podem influenciar essa qualidade.


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.