Pequinês: veja características, preço, cuidados e muito mais

Pequinês: veja características, preço, cuidados e muito mais

Pequinês é uma raça de cachorro muito cativante. Aqui vamos saber um pouco mais sobre a origem e os cuidados devidos com os cãezinhos dessa raça!


Conheça o esperto cãozinho pequinês!

Pequinês de pelos claros deitado no gramado

Com a aparência a de um leãozinho, o pequinês é um cachorrinho que se destaca pela sua inteligência, carinho, tamanho e pelagem. Características estas que têm conquistado o coração de muitas pessoas que escolhem o cão da raça pequinês como um animal de estimação e membro da família. Se você está pensando em ter um pequinês em seu lar, não deixe de conferir este guia informativo que preparamos.

Aqui você vai encontrar tudo sobre a origem, pelagem, expectativa de vida, e muitas outras informações importantes como, a média de custos que você terá com alimentação, vacinas e veterinário. Vamos ver também, quais os tipos de cuidados que o cãozinho da raça pequinês exige.

Características do cachorro pequinês

Dois pequineses de pelagem escura

O pequinês além de ser um cão com uma bonita aparência, tem uma história que muitos não conhecem, que vai além das características já conhecidas e comuns da raça, mas que fazem dele, um cão muito mais especial. Confira a seguir!

Origem e história da raça

O pequinês é um cão originário da China, inclusive há relatos de que no século 8, os cães dessa raça eram os animais de estimação das primeiras dinastias chinesas. Por serem animais somente da realeza, eles eram tratados como tal e tinham servos exclusivos para eles.

Antes, o cão pequinês só era encontrado na realeza chinesa, sua popularidade se deu quando 5 pequineses foram encontrados durante as Guerras do Ópio, em 1860, e um deles foi entregue à rainha Vitória, da Grã-Bretanha, deixando a raça muito mais conhecida. Porém, só em 1906, o pequinês foi reconhecido pelo American Kennel Club como uma raça.

Tamanho e peso do pequinês

Por ser um cão do grupo toy, formado por cachorros pequenos e de personalidade, o pequinês apresenta um tamanho pequeno que pode variar de 15 a 25 cm e um peso médio na faixa de 2,5 kg para os cães menores e até 6 kg no caso dos cães um pouco maiores.

De maneira geral, os cães dessa raça apresenta um corpo relativamente baixo e curto. A cabeça deles é razoavelmente mais larga, olhos arredondados e escuros, um focinho evidente e as orelhinhas caídas tem formato de coração.

Pelagem da raça pequinês

A pelagem do pequinês é uma das características mais evidentes desta raça. Os pelos desse cãozinho conferem um charme a mais para o seu tamanho. Essa pelagem dos pequineses costuma ser moderadamente longa com uma camada superior rústica e subpelo mais macio.

No que diz respeito às cores da pelagem do pequinês, é comum encontrar cães com pelagem dourado ou cinza. Também é possível encontrar o pequinês nas tonalidades preto e caramelo. Além disso, alguns pequineses apresentam o pelo em duas cores que podem ser: branco e caramelo, preto e branco ou preto e cinza.

Expectativa de vida da raça

Para aqueles que são apaixonados por cachorros e buscam uma companhia para muitos anos, o pequinês é a raça ideal. A expectativa de vida de um pequinês é de, aproximadamente, 16 anos. Porém, para que ele sobreviva todo este tempo ao lado dos tutores, é fundamental que se tenha muito cuidado com a saúde do cão, principalmente quando ele estiver mais velhinho e precisando de cuidados mais específicos.

Personalidade da raça de cachorro pequinês

Pequinês com pelos curtos

Além das características físicas do pequinês, é muito importante que se tenha conhecimento sobre a personalidade do cão, pois ela pode ser decisória na escolha do animal de estimação. Para ajudar você a entender um pouco mais dos comportamentos do pequinês, separamos alguns pontos da personalidade da raça. Confira.

É uma raça muito barulhenta ou bagunceira?

Os cachorros pequineses apresentam uma característica muito importante de ser observada, antes de escolher um cãozinho da raça: eles têm um gosto muito grande por latidos. Com isso, eles acabam sendo considerados barulhentos.

Essa característica faz com que a raça seja considerada como um cão de alarme, devido aos fortes e constantes latidos. Porém, ao contrário do que se imagina, os pequineses são cães bastante calmos, ideais para quem procura por um cão de companhia, além de serem bastante afetuosos.

Compatibilidade com outros animais

Por ser um cão considerado protetor e de guarda, o pequinês apesar de ser pequeno é um cão muito corajoso e que não tem medo de enfrentar cachorros maiores do que ele. Para essa raça, a presença de outros animais é considerada uma ameaça. Ou seja, o pequinês é um cão destemido e protetor.

Uma alternativa para diminuir a posição de ataque do pequinês, é investir em técnicas de adestramento e socialização. Porém, vale ressaltar que por ser um cão teimoso, nem sempre ele vai atender às ordens. Tenha paciência e trate ele com carinho.

Costuma se dar bem com desconhecidos?

Não, os cachorros da raça pequinês não costumam ser muito receptivos com pessoas que não fazem parte da sua convivência diária. Além disso, eles costumam ser mais afetuosos com crianças maiores, pelo fato delas terem mais noção de como se pega um cachorro pequeno.

Com os desconhecidos é muito comum que esse cãozinho não obedeça a nenhum comando. Mas se o seu tutor estiver junto com o desconhecido e der alguma ordem para o cão, se ele for adestrado, com certeza irá atender o pedido do seu dono.

Pode ficar sozinho por muito tempo?

Se você adestrar o cãozinho desde filhote a ficar em casa sozinho, com certeza ele irá se adaptar e ficará bem tranquilo sozinho, isso porque a raça é muito independente e gosta de tomar algumas atitudes por si só.

Porém, se o cão for criado com companhia constante de alguma pessoa, isso pode se tornar um problema. Por isso, é importante definir desde filhote como será a convivência do cão com os humanos, se ela será frequente ou se ele terá alguns momentos sozinho, isso é determinante para essa adaptação.

Preço e custos do cachorro pequinês

Filhote de pequinês branco

Está gostando de conhecer um pouco mais sobre a raça pequinês? Avalia a possiblidade de ter um cãozinho dessa raça em casa? Antes de fazer a escolha de um cão da raça pequinês, analise todos os custos e necessidades, para que o cãozinho possa viver saudável e feliz.

Preço de um cachorro pequinês

O preço do cão da raça pequinês pode variar conforme a genética de sua família. Além disso, a localização do canil em que o cachorro está, também pode fazer com que o valor fique maior ou menor.

No entanto, é possível encontrar no mercado de venda de cachorros um pequinês na média de R$ 1500,00 a R$ 3500,00 por animalzinho. Assim como na maioria dos cachorros, a fêmea da raça pequinês apresenta maior preço podendo custar entre R$2500,00 e R$3500,00, e o macho de R$1500,00 a R$2500,00.

Onde comprar o cachorro desta raça

Antes de comprar um cachorro pequinês é fundamental que você conheça todos os cuidados que o cão necessita para viver de maneira saudável. Feito isso, é chegado o momento de buscar por lugares que vendam o cachorro da raça.

Este momento requer muitas pesquisas, atenção e também visitas pessoais, isso mesmo. Opte por criadores regularizados e sérios e, se possível, antes de efetuar a compra, visite o canil onde está o cãozinho. Além disso, solicite ao responsável pela venda do cão, o documento que apresenta o pedigree do pequinês escolhido por você e tenha a certeza de estar levando para casa um cãozinho puro e saudável.

Custos com alimentação do cachorro

Por ser um cão com pelagem longa é fundamental escolher uma ração que tenha nutrientes que também auxiliem na saúde do pelo do cãozinho. De maneira geral, opte por uma ração de boa qualidade e que indique na embalagem que ela é um alimento nutricional e completo, a fim de garantir que o cão não sofra carências de nutrientes.

As rações com o selo premium, que são as mais completas, variam de R$ 40,00 a R$ 55,00 o pacote com 1 kg. Por mês você gastará, aproximadamente, R$ 100,00 com alimentação do seu pequeno peludinho.

Custos com vacina e veterinário

Anualmente os cães de qualquer raça necessitam de, pelo menos, três vacinas que são elas: antirrábica, V8 e V10. O custo dessas vacinas podem variar de R$ 30,00 a R$ 100,00 a dose, conforme a marca e a cidade que você mora. Além das vacinas anuais, quando filhote, os cães necessitam de vacinas adicionais para que eles possam crescer saudáveis.

O preço das vacinas e o período da imunização também variam. Por isso, prepare o seu bolso para atender ao protocolo de vacinação do seu filhote de pequinês. Quanto aos custos com veterinário, o preço das consultas pode custar em torno de R$ 200,00 conforme a sua região e o local de atendimento.

Custos com brinquedos, casinhas e acessórios

Antes de trazer o novo membro para dentro de casa é fundamental estar com tudo prontinho para bem receber o filho pet. Os brinquedos como bolinhas, pelúcias e chocalhos podem variar de R$ 20,00 a R$ 40,00 em média, dependendo da qualidade e do material.

Já a casinha para o cãozinho dormir pode custar de R$ 90,00 os modelos mais tradicionais a R$ 300,00 reais as mais luxuosas. Os potes e bebedouro também são muito importantes, você vai encontrar valores que vão de R$ 10,00 a R$ 120,00 reais cada pote. Esse valor pode variar conforme o local que você mora, e também com a qualidade dos produtos escolhidos.

Cuidados com o cachorro da raça pequinês

Pequinês de pelos brancos sendo examinado

Assim como todo o animal de estimação requer cuidados dos seus tutores com o pequinês não é diferente. Por ser uma raça originária de uma região fria, locais muito quentes podem não fazem bem para ele, além disso a pelagem longa requer cuidados diários.

Cuidados com o filhote da raça

É muito importante cuidar com atenção do filhotinho para que ele cresça ativo e saudável. Um dos principais cuidados que se deve ter com um filhote de pequinês é com relação à alimentação, opte por rações premium e de qualidade.

Ao adquirir um pequinês, solicite ao canil indicação de ração, é importante dar continuidade com a ração que ele já estava acostumado. Assim você evita problemas intestinais e até mesmo irritações cutâneas que podem acometer o cão, por conta da troca de ração. Além disso, por ser originário de uma região mais fria, o pequinês não suporta locais com temperatura muito alta, e isso vale para a fase de filhote e também adulta.

Quanto devo dar de comida

Por não ser muito adepto a atividade física, é muito importante que o cão da raça pequinês tenha uma alimentação mais equilibrada a fim de evitar a obesidade. De maneira geral, o filhote de pequinês deve ser alimentado, pelo menos, três vezes ao dia, sempre seguindo a orientação do veterinário. Quando o pequinês chega à fase adulta, ele deve ser alimentado duas vezes por dia. Além da alimentação, não esqueça de sempre manter a água limpinha e fresca para ele se hidratar.

Essa raça necessita de muita atividade física?

Por fazer parte da Corte Imperial Chinesa, o pequinês herdou o sedentarismo. Essa herança fez com que o cão da raça se tornasse o mais sedentário das raças de cães pequenos. Isso se deve ao fato dele ser um cão de companhia, e que adora ficar no conforto do lar e junto com os seus tutores. É fundamental que sejam feitas caminhadas diárias de, pelo menos, 20 minutos para trabalhar musculatura robusta do cão desta raça.

Cuidados com o pelo do pequinês

Por ter uma pelagem longa, é fundamental ter cuidado redobrado para evitar que o pelo fique com nós. Para que isso não aconteça, o recomendado é que o pelo do pequinês seja escovado diariamente.

A escovação diária deixa o pelo mais sedoso, elimina os pelos mortos e torna mais fácil a verificação da presença de nós, lesões e até mesmo de parasitas como as pulgas. Quanto a frequência de banhos, o recomendado é que ele seja feito a cada 15 ou 20 dias, no mínimo, para evitar que danifique a proteção natural da pele do cãozinho.

Cuidados com as unhas e dentes

O cão da raça pequinês costuma ter problemas dentários como o mau hálito, formação de tártaro e placa bacteriana. Para isso, é fundamental conversar com o veterinário, que irá indicar os produtos adequados, a periodicidade e como deve ser feita a escovação.

As unhas do cão dessa raça devem ser aparadas regularmente, a fim de evitar que elas se desgastem e até mesmo machuquem o cãozinho no seu dia a dia. O corte delas deve ser feito com técnica e equipamentos adequados. Não corte as unhas do seu pequinês com instrumentos caseiros, você pode machucá-lo.

Curiosidades sobre a raça pequinês

Pequinês deitado

Um cãozinho leal, inteligente e peludinho. Além dessas características, a raça pequinês apresenta outras particularidades que envolvem desde lendas chinesas até o modo de andar. Ficou curioso(a)? Continue a leitura e saiba mais.

Eles têm um andar peculiar

Assim como o cachorro da raça Shih Tzu, os pequineses se parecem com mini leões, por conta da sua cabeça e pelos. E isso reflete também no andar destes cachorrinhos. Com um andar lento, sem nenhuma pressa, ele acaba ondulando levemente o corpo devido a sua traseira pesada e mais larga. Um andar digno de uma realeza animal.

São populares em lendas chinesas

Uma lenda chinesa muito antiga, conta que o surgimento do cão pequinês aconteceu quando um leão encontrou uma pequena macaca e se apaixonou por ela. Com isso, o leão que queria muito se casar com a macaca, teve que pedir autorização para o Deus Hai-Ho.

O Deus avisou ao leão que seria necessário ele perder toda a sua força e tamanho para se casar com a macaca. O leão apaixonado aceitou a condição do Deus Hai-Ho e dessa união da macaquinha com o leão, que perdera toda a sua força e estatura, surgiu o pequinês, a consequência desse amor.

Faz parte da nobreza imperial

Como o pequinês é um cãozinho tão pequeno e encantador, ele sempre esteve presente na nobreza imperial, como o animal de estimação oficial da antiga família do Palácio Imperial Chinês, cheio de regalias e cuidados reais. A criação dos cães dessa raça fora dos muros do império era motivo de condenação de morte por parte do império chinês.

Também são super famosos no brasil

Na China o cão pequinês sempre foi muito adorado, logo em seguida ele foi conquistando o seu espaço em outros países, até chegar ao Brasil. Nas décadas de 70 e 80, o pequinês fez sucesso no Brasil. Porém, com o grande número de cruzamento feitos de maneira incorreta, a raça foi perdendo os seus traços originais e consequentemente a sua procura.

E aí, preparado(a) para ter um pequinês?

Pequinês de pelos castanhos

Pequeno no tamanho, mas grande na lealdade, assim podemos definir o pequinês. Um cãozinho que foi considerado membro da família imperial chinesa e que hoje conquista os mais diferentes lares no mundo todo. Neste artigo, você pode conhecer um pouco mais sobre as principais características desta raça como a sua origem, seus comportamentos, pelagem e expectativa de vida.

Vimos também, os cuidados necessários para sua saúde e bem-estar, e algumas curiosidades como o seu jeito de andar, popularidade em lendas chinesas, entre outros. Se você é um apaixonado pela raça ou conhece alguém que gosta dos cães pequineses, compartilhe este artigo com quem também vai gostar de saber essas informações.

Autor deste artigo

Artigos relacionados


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Conheça a expectativa de vida de um gato e quais são os aspectos gerais que podem influenciar essa qualidade.


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.