Banho a seco para gatos: veja como dar em 5 formas simples!

Banho a seco para gatos: veja como dar em 5 formas simples!

Quer começar a dar banho a seco no seu gato, mas não tem ideia de como começar? Confira este artigo e saiba tudo sobre esse tipo de higienização!


Gato precisa de banho a seco?

O banho a seco, diferente dos banhos tradicionais com água, são bastante indicados para gatos, que são animais conhecidos pela sua aversão à água. Para ajudar você a escolher qual a melhor técnica de higiene utilizar, foram concentradas nesse artigo algumas dicas importantes para prepará-lo antes de introduzir esse novo hábito ao seu amigo.

Aqui você saberá quais produtos utilizar, o que cada um deles faz, qual o melhor momento dar banho a seco em gatos, o que fazer caso seu gato não coopere com a higienização e até conhecerá quais os maiores benefícios trazidos pelo banho a seco. Boa leitura!

5 formas de dar banho a seco em gatos

Existem, pelo menos, cinco formas diferentes de dar banho a seco em gatos. Basta escolher o método com o qual o animal se identificar mais e for mais fácil de aplicar. Vamos conhecê-los?

Shampoo a seco para gatos

O shampoo a seco para gatos é um produto fácil de utilizar e de transportar. Além de ser uma alternativa melhor para seu bichano por não necessitar de água, ele ainda pode ser utilizado em qualquer cômodo da casa, inclusive é uma boa alternativa para quando vocês estiverem em viagens.

Além disso, esse shampoo é fácil de encontrar tanto na internet quanto em petshops, disponível em vários modelos com embalagens e cheirinhos diferentes. A média de preço gira em torno de R$ 13,00 e não precisam ser enxaguados, então seu gatinho não precisará entrar em contato com água.

Lenço umedecido

Os lenços umedecidos também são boas opções para manter seu gato sempre limpinho e sem precisar forçá-lo a entrar na água, o que pode ser bem desagradável para ele. Entretanto, antes de utilizá-los é preciso se certificar de que foram comprados em lojas específicas para animais: não use lenços de humanos.

Além de serem menos incômodos, os lenços ainda limpam a pele do gato profundamente, além de aliviar até mesmo as coceiras provenientes de sujeiras e pele seca. O valor médio desse produto é de R$ 12,90, podendo ser encontrado na internet ou em petshops.

Bicarbonato

O bicarbonato é um componente coringa para diversas situações: deixar seu gatinho limpo é uma delas! Isso porque ele limpa profundamente os pelos, de forma a diminuir os riscos de que bactérias e fungos se alastrem pela pelagem do animal. Ele é encontrado em farmácias ou supermercados a partir de R$ 2,00.

Primeiro penteie seu gatinho para tirar o excesso de pelos. Depois aplique o bicarbonato por todo o corpo, menos na cabeça, e deixe por cinco minutos. Por fim, remova o produto com uma toalha e penteie o felino mais uma vez para tirar qualquer sobra do componente.

Espuma

Assim como os sprays, a espuma também é um tipo de shampoo a seco para gatos. O que muda é que ela entra em contato mais profundamente com a pele e os pelos do animal, de forma que promove uma limpeza ainda mais completa. Elas também não precisam ser enxaguadas.

Para aplicar esse produto, basta colocar uma quantidade considerável de espuma nas mãos e, em seguida, espalhar por todo o corpo do bichano, esfregar e deixar secar. Ele ficará limpo e cheirosinho com o auxílio de um produto que custa, em média, R$ 13,00!

Toalha com vapor

O banho com o auxílio de uma toalha vaporizada é excelente para gatos idosos que não conseguem se limpar ou para gatos que não suportam água, justamente porque não necessita de contato direto com o líquido. Basta pegar uma toalha do tamanho do animal e aquecê-la em vapor a uma temperatura que não queime.

Envolva o gato na toalha e limpe nessa ordem: rosto, orelhas e corpo. Basta massagear o corpo do felino e, caso a toalha esfrie, é só esquentar de novo. Esse processo não substitui banhos com produtos, mas ajuda na limpeza superficial e no desconforto pela sujeira.

Dicas extras para dar banho a seco em gatos

Além dos tipos de banhos, é necessário saber algumas outras dicas que podem ajudar na hora da higienização do seu felino, como quando é o melhor momento para limpá-lo ou quais outros hábitos de higiene utilizar. Confira abaixo!

Escolha um momento ideal para o banho a seco

Assim como diversas outras atividades higiênicas realizadas com gatos, é imprescindível realizar o banho a seco em um momento em que o animal esteja relaxado, como quando está dormindo ou depois de brincar bastante. Isso porque gatos se assustam e se estressam com facilidade.

Após escolher a técnica e os materiais que usará no banho, comece acariciando seu amigo. Deixe que ele se sinta confortável com seus toques e mostre a ele os produtos que escolheu. Comece a manipulá-lo devagar, assim ele vai entender que a prática não envolve maiores riscos, o que torna a próxima vez mais fácil.

Acalme o gato antes

Se o seu gato está muito agitado mesmo com o banho a seco e não quer cooperar, tente acalmá-lo para que ele veja que todo o processo não apresenta ameaças. O melhor a se fazer é não tentar dar banho agora, mas dar atenção e espaço a ele para que se acalme.

Brinque com ele usando seus brinquedos favoritos, faça carinho no seu gato para que ele se sinta menos ameaçado. Gatos precisam sentir que suas experiências com hábitos novos não serão traumáticas, assim eles se acostumarão com o tempo e serão mais flexíveis com as próximas vezes.

Recompense o gato após o banho

Assim como eles precisam sentir que os novos hábitos não são ameaçadores, também é uma boa ideia associar esses momentos com recompensas e situações positivas. Quando você recompensa seu felino após o banho, com seus petiscos favoritos, por exemplo, ele irá associar a comida ao banho.

Dessa forma, todas às vezes em que ele for tomar banho, vai esperar o petisco e tolerar o manuseio. Com o tempo, quando tiver se acostumado, os petiscos nem sequer serão necessários. Isso é uma forma de utilizar a boa associação para a criação de novos hábitos.

Lembre-se de limpar bem as orelhas

Na hora do banho a seco, todas as partes do corpo do gato devem ser limpas, desde o rostinho até os vãos das patinhas. Isso não exclui, é claro, as orelhas, que também acumulam bastante sujeira com o tempo. Especialmente com a toalha com vapor ou com o lenço esse processo é mais fácil.

No caso do shampoo ou da espuma, por exemplo, é possível espirrar o produto em um algodão e limpar a parte externa das orelhas. Lembre-se de nunca limpar a parte interna se você não sabe como fazer, pois pode machucar o animal.

Mantenha uma rotina

Gatos são animais que funcionam muito melhor quando seguem uma rotina: horário para comer, para brincar, para cortar as unhas ou para tomar banho são muito bem-vindos, já que assim o animal saberá o que esperar em cada momento.

Como os banhos não são invasivos, ainda mais se realizados da maneira correta e no tempo do animal, eles saberão que essa prática é só mais uma em meio às tantas que sua rotina determina. Aproveite esse tempo para aumentar a confiança entre vocês e fazê-lo se acostumar ao novo hábito.

Escove os pelos com frequência

Para ajudar no banho a seco, é necessário que os pelos estejam sempre desembaraçados e sem excesso de pelagem morta. Por isso, uma dica é manter a escovação do seu bichano em dia, respeitando a frequência correta estabelecida para cada tipo de pelagem, seja curta, média ou longa.

Fora ajudar na hora do banho, a escovação ainda faz com o que a pele receba estímulos, além de distribuir corretamente a oleosidade natural do corpo e ajudar o animal a se acostumar com o manuseio do dono para aceitar facilmente as próximas vezes.

Benefícios do banho a seco para gatos

Agora que você sabe como dar banhos secos da maneira correta e quais as melhores dicas para ajudar no processo, conheça quais os maiores benefícios de utilizar o banho seco no lugar dos banhos com água!

Evita o contato do gato com a água

A grande parte dos gatos não gosta de ter contato com água, principalmente aqueles que não adquiriram o hábito do banho desde cedo. O momento pode ser bastante estressante e traumático para eles, o que faz com que eles tenham aversão da água e, consequentemente, tenham a confiança pelo dono abalada.

Com o uso dos banhos a seco, o gato não precisa passar por uma experiência da qual não gosta, evitando se estressar, mas ainda manter-se limpo. É uma boa forma de fazer com que ele se acostume inclusive com banhos com água no futuro.

Economiza tempo

O momento do banho necessita de água, sabão, esfregação, de controle do dono ao lidar com o gato, de escovação e, por fim, da secagem. São vários passos que podem acabar tomando bastante tempo, especialmente se o gato não for acostumado a tomar banho com água.

No entanto, o banho a seco economiza bastante tempo, já que, na maioria dos casos, consiste apenas em deixar um produto agindo na pele ou em poucos movimentos e esfregação para limpar o pelo e a pele. É uma boa opção para pessoas com pouco tempo, mas que ainda querem cuidar dos gatinhos.

Limpa áreas difíceis de alcançar

Todos os tipos de banho a seco, com exceção da toalha com vapor, penetram nos pelos para remover a sujeira acumulada, bem como a retiram da pele do gato, de forma que limpam lugares bem específicos. Ou seja, mesmo não sendo um banho com água, ainda fazem uma limpeza profunda.

Além disso, mesmo que seu gatinho tome banho sozinho diariamente, existem lugares difíceis para ele limpar sozinho, como a barriga, genitais e costas. Ao ajudá-lo com o banho, você também promove o alívio do acúmulo de sujeira nas áreas em que ele não alcança sozinho.

Bom para a pele do gato

Todos os produtos utilizados no banho a seco ajudam a evitar acúmulo de fungos, bactérias e sujeira na pele do animal, mantendo-o saudável. Além disso, ajudam na escamação natural da pele, removendo pelos e pele morta sem machucar, evitando um ressecamento que pode causar coceira, por serem bem hidratantes.

Esse é um momento perfeito para que você toque e observe a pele do seu gatinho por baixo da pelagem em busca de possíveis machucados e cortes, além de pulgas, por exemplo.

Viu como é fácil dar banho a seco em gatos?

Muitos gatinhos não suportam o contato com a água, então por que não utilizar métodos de higiene que vão deixá-los limpos e cheirosos sem causar muito estresse? A maioria dos gatos reagem bem a novos hábitos quando introduzidos a eles desde filhotes ou quando recebem a atenção necessária para se acostumarem com o tempo.

Caso esteja pensando em iniciar o método do banho a seco no seu gato que trouxemos aqui, lembre-se de ter bastante paciência com seu felino e de seguir o passo a passo corretamente para estabelecer uma relação de confiança com seu amigo, assim tudo fica muito mais fácil.

Autor deste artigo

Formada em Letras - Português pela Universidade do Estado de Minas Gerais, trabalho como redatora freelance e revisora de textos acadêmicos, e-books e artigos. Apaixonada por gatos e roedores.

Palavras-chave relacionadas


tipos dicas cuidados

Artigos relacionados


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Quantos anos vive um gato doméstico? Veja a média e compare!

Conheça a expectativa de vida de um gato e quais são os aspectos gerais que podem influenciar essa qualidade.


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.