Como alimentar filhote de passarinho: aprenda aqui o passo a passo!

Como alimentar filhote de passarinho: aprenda aqui o passo a passo!

Você resgatou um filhote de passarinho, mas não faz ideia de como alimentá-lo? Acesse este artigo e descubra as principais dicas para nutri-lo da melhor forma!


Não sabe como alimentar um filhote de passarinho?

filhotes de passarinho no ninho com a boca aberta

Você já passou por uma situação em que se perguntou como deveria alimentar um filhote de passarinho? Se sim, sabia que existem diversas respostas para essa pergunta? Desde certificar-se que o animal realmente não pode voltar para a família até se dedicar integralmente a ele.

Mas, saiba, antes de tudo, que as necessidades são um pouco semelhantes às de um bebê, por isso se prepare para passar algumas noites sem dormir. Inclusive, essa é uma informação que costuma fazer com que as pessoas deixem esses animais à mercê ao invés de entender como alimentar um filhote de passarinho. Não é uma crítica, mas um aviso!

Assim, se estiver realmente interessado em se dedicar ao cuidado dessa criatura e a entender como alimentar filhote de passarinho, continue lendo o artigo, que a seguir separamos algumas dicas para você estar preparado para manter esse animal vivo. Confira.

Dicas iniciais para alimentar filhote de passarinho

filhote de passarinho na mão com a boca aberta

Você sabe qual é o primeiro passo para começar a entender como alimentar filhote de passarinho? Continue lendo o conteúdo a seguir que iremos dar algumas dicas para aprender essa tarefa, veja.

Procure identificar a espécie

O primeiro passo é identificar a espécie do pássaro. Isso, porque, com essa informação em mãos, ficará mais fácil acertar qual alimento dar e quais são os principais cuidados para que o filhote se mantenha saudável.

Com uma pesquisa na internet, já é possível ter uma noção sobre qual espécie você tem em mãos, porém, o mais aconselhável é entrar em contato com um veterinário, que irá garantir essa identificação e até mesmo dará alguns conselhos para você entender como alimentar seu filhote de passarinho.

Identifique o estado do filhote

Outro passo importante é conferir o estado que o animal está, ou seja, se há ferimentos graves, se ele ainda é dependente ou se já tem uma idade mais avançada para cuidar de si mesmo.

É claro que você pode fazer uma avaliação inicial, mas saiba que para ter total certeza, é sempre indicado contar com a ajuda de um profissional para indicar os exames necessários: raio-X, coleta de sangue, tomografia, entre outros procedimentos. Caso seja detectado algum tipo de problema, você sairá com uma prescrição em mãos para cuidar do filhote.

Se ele caiu do ninho, tente recolocá-lo

Além dessas recomendações iniciais, é importante que, antes de saber como alimentar filhote de passarinho, você analise se ele realmente precisa deste cuidado. Isso, porque ele pode ter caído do ninho e precisa de uma ajuda especial para colocá-lo de volta ao seu lar e família.

Lembre-se que é importante colocá-lo de volta para encontrar o seu ninho, afinal, o filhote precisa do cuidado da mãe para ficar saudável e crescer feliz com outros animais da sua espécie. Além disso, quando um animal cresce longe da sua espécie, ele não consegue se reintegrar à natureza, por isso é essencial se atentar a esse passo.

Se não conseguir, faça um ninho artificial

Agora, caso não tenha encontrado o lugar que o filhote de passarinho caiu, a outra opção é criar um ninho artificial para que os pais do animal possam encontrá-lo e continuar cuidando da sua cria.

É muito fácil construir um ninho artificial e, na maioria das vezes, não é preciso comprar materiais para isso. Para fazer esse lugar, é preciso uma caixa, pano seco e papel, seja jornal ou papel sulfite. Você terá que colocar o pano no fundo da caixa para que o passarinho não passe frio e os papéis picados ao redor para acomodá-lo.

O que dar para alimentar filhote de passarinho?

filhote de passarinho no ninho com a boca aberta

Caso as suas tentativas de devolver o animal para os pais não tenham funcionado até agora, de modo que você optou por alimentá-lo por si só, confira algumas dicas que separamos a seguir. Veja.

Passarinho filhote come papinha

A primeira opção de alimento para o filhote de passarinho são as papinhas, que podem ser encontradas nos grandes pet shops. Inclusive, existem diversas fórmulas no mercado para você escolher para o seu mais novo animal.

Porém, tenha atenção na escolha! Isso, porque os pássaros não costumam se adaptar bem às mudanças, por isso, o mais recomendado é que você mantenha a fórmula até o bebê desmamar, evitando, assim, o estresse ou até mesmo problemas de digestão durante a readaptação.

Sementes são alimento de várias espécies

As sementes também podem ser uma boa opção para oferecer para o filhote de passarinho que está cuidando. Afinal, na natureza esses animais costumam comer os mesmos alimentos que os pais, assim ajudando também na transição alimentar depois da papinha.

Não é difícil entender como alimentar filhote de passarinho, já que possivelmente você já tem alguns desses grãos e cereais em casa. Ademais, na maioria das vezes, os filhotes de Bicudo, Curió e Trinca-Ferro gostam da perilla, uma erva que é da mesma família da folha de menta.

Passarinho come frutas

As frutas também são outra opção de alimentos, se você quer aprender como alimentar filhote de passarinho. Porém, é preciso ter cuidado na escolha dos tipos, afinal, elas precisam ser pequenas o suficiente para serem engolidas de uma só vez.

Além disso, procure por indicações, já que cada espécie tem a sua preferência, o que torna a escolha mais seletiva. Os Sabiás, por exemplo, gostam de acerola, enquanto os Jacus e os Pica-Paus são fãs de abacate. A lista é grande, por isso, não hesite na hora de pesquisar.

Pode dar verduras e legumes

Uma opção de alimento fácil e rápido para filhotes, principalmente de calopsitas, são as verduras e os legumes. Porém, é importante lembrar que essa é uma comida que deve ser dada de maneira sazonal, ou seja, a indicação é que a papinha seja a principal fonte de nutrientes, mas quem não gosta de uma comida diferente ocasionalmente, não é mesmo?

A lista de alimentos é bem variada. As verduras, por exemplo, podem ser desde brócolis sem talo, até agrião, rúcula e algumas folhas verdes escuras. Agora, quanto aos legumes, as opções são: vagem, milho, cenoura e pepino.

Alguns filhotes comem insetos

Quando estão nos ninhos, os filhotes de pássaros comem vários grãos, mas também é possível que os pais tragam alguns insetos, inclusive vermes que trazem nutrientes importantes para o animal crescer saudável.

Os vermes também podem ser uma opção de comida para quem está aprendendo a como alimentar filhotes de passarinhos de Sabiás, Pardais e Pica-Paus. Porém, a recomendação é que eles comam esses animais somente após 5 dias de vida, já que só assim eles terão a habilidade de esmagar os insetos. Após 5 semanas, também é possível incluir minhocas pela metade, já que os passarinhos só aceitarão esses animais inteiros quando estiverem na idade adulta.

Você pode dar ovo cozido

Os ovos cozidos são alimentos interessantes para dar ao filhote de passarinho, principalmente para calopsitas, afinal, essa é uma comida muito nutritiva, servindo como um suplemento alimentar para os bebês que não foram cuidados pelas mães.

Você sabia que a casca também pode ser usada, devido ao seu alto teor de cálcio? Para isso, é preciso limpá-las, moê-las e depois torrá-las. Feito isso, dê o alimento para o animal, depois de algum tempo cuidando desse bebê.

Alguns gostam de fígado cru

Para pássaros, como o Gaturamo, o Beija-flor e o Pardal, que costumam comer insetos, alimentá-los com fígado cru é uma boa pedida. Isso, porque as proteínas, o fósforo e o cálcio, contidos nesse alimento ajudam as aves a se desenvolverem e crescerem saudáveis.

Mas, antes de optar por esse tipo de alimento para o filhote de passarinho, saiba que é preciso conferir a procedência da comida, já que ela é servida cru e não passa pelo processo de limpeza dos parasitas que podem estar contidos na carne.

Dicas de como alimentar um filhote de passarinho

filhotes de passarinho no ninho com a boca aberta

Agora que você já conhece a lista de alimentos para preparar e alimentar o filhote de passarinho, o próximo passo é descobrir como realizar essa tarefa da maneira mais simples possível. Leia e entenda.

Use uma seringa ou pinça

Um dos modos mais recomendados para dar comida para os filhotes de passarinhos é através de uma seringa, principalmente se a comida for líquida ou pastosa, como é o caso das papinhas vendidas nas lojas de animais.

Agora, se a comida for sólida, como uma minhoca, um pedaço de verdura ou uma fruta, é possível que o uso de uma pinça seja mais recomendado. Porém, lembre-se que é importante manter separados e limpos os objetos que serão usados.

Alimente o filhote frequentemente

A frequência da alimentação também é importante na hora de descobrir como alimentar filhote de passarinho, já que assim você consegue evitar que ele fique com fome. O Agapornis, por exemplo, é um animal que deve ser alimentado quatro vezes por dia, a uma temperatura entre 37 °C e 40 °C.

Essa é uma espécie de pássaro que se alimenta poucas vezes no dia, porém, existem outras que exigem um cuidado maior, como os filhotes de Sabiá. Quando estão nos primeiros dias de vida, eles precisam ser alimentados a cada 15 ou 30 minutos.

Varie a dieta conforme o filhote cresce

A variação da dieta também é muito importante. No começo, o ideal é manter uma alimentação com papinhas, porém, quando o filhote for crescendo, é essencial acrescentar outros alimentos, como verduras, legumes, insetos e grãos.

Dessa forma, você consegue garantir que os pássaros estejam fortes, saudáveis e com o corpo desenvolvido o suficiente para esmagar os alimentos mais sólidos. Inclusive, é aconselhável contar com a ajuda de um veterinário para não acabar prejudicando o animal.

Evite oferecer água

Pode até parecer estranho à primeira vista, mas não se deve dar água para o filhote de passarinho. É claro que o consumo é essencial para o corpo, porém, as papinhas, dadas nos primeiros dias de vida, já oferecem os nutrientes que ele precisa.

Além disso, se tentar dar água na seringa para o filhote de passarinho, é possível que se possa asfixiar ou até mesmo afogar o animal, mesmo que você esteja tentando deixá-lo saudável e forte. Por isso, fique atento!

Não alimente o passarinho com leite ou pão

Talvez o primeiro instinto ao encontrar um filhote seja dar leite, não é mesmo? Mas isso não é regra para todos os bichos, principalmente para as aves, que não são alimentadas com leite na natureza quando nascem.

Nos primeiros dias de vida do seu filhote de pássaro, também é importante evitar as migalhas de pão. Isso, porque esse é um alimento muito pesado e que o sistema digestivo do animal não consegue digerir, fazendo mal para o passarinho.

Outros cuidados além de alimentar o filhote de passarinho

filhote de passarinho com a boca aberta

A alimentação, com certeza, é um cuidado muito importante, porém, não é o único quando estamos tentando aprender como cuidar de um filhote de passarinho. A seguir, explicaremos alguns pontos de atenção. Confira abaixo.

Mantenha o filhote aquecido

Os filhotes de passarinhos são muito frágeis, o que quer dizer que eles não possuem o sistema imunológico completamente desenvolvido. Por isso, nos primeiros dias de vida, eles são suscetíveis a doenças, principalmente se ficarem expostos ao frio.

Assim, a recomendação é criar um ninho que fique longe do frio, isso quer dizer, de paredes e chão. Além disso, também vale colocar um pano e alguns pedaços de papel picado na caixa que for colocar o filhote de passarinho, mantendo-o seguro.

Coloque o ninho em um lugar tranquilo

Não se esqueça que todo cuidado é pouco quando falamos em cuidar de um animal. Isso vai desde entender como alimentar um filhote de passarinho, até mantê-lo salvo de quaisquer imprevistos. Por isso, a recomendação é deixá-lo em um lugar tranquilo.

Procure um local onde não haja muito barulho nem movimento, assim, garantindo que o animal possa descansar tranquilo, sem nenhum incômodo. Além disso, com tais atitudes, você ainda previne que alguém esbarre no ninho e o deixe cair, podendo machucar o filhote de passarinho.

Cuidado com o manuseio do pássaro

Assim como há um cuidado extra ao pegar um bebê, com o filhote de passarinho é do mesmo jeito, afinal, ele é muito frágil. Por isso, uma das dicas quando for pegá-lo é deixar as mãos bem limpas para evitar que as sujeiras do dia a dia impactem a saúde do bicho.

Outro ponto de atenção é quanto à temperatura das mãos, já que, nos primeiros dias de vida, é o calor do corpo da mãe que o esquenta. Quando as mãos estão muito frias, isso pode incomodar o filhote, fazendo-o passar frio.

Acompanhe seu crescimento

Os primeiros dias depois do nascimento são momentos decisivos, já que, devido à sua fragilidade, o passarinho pode morrer se não houver cuidados a todo momento. Ademais, quando ele começa a crescer, os cuidados ainda não devem parar.

Assim como o seu corpo está se desenvolvendo, suas necessidades também passam a ser mais exigentes, principalmente quando ele está aprendendo a voar. Afinal, ele pode se machucar mais facilmente, por isso, sempre fique por perto.

Conte com ajuda profissional

Uma dica essencial para quem está aprendendo a cuidar de um filhote de passarinho, seja para entender como alimentá-lo ou mantê-lo aquecido, é contar com a ajuda de um veterinário, que irá sanar todas as dúvidas e ainda dar conselhos excepcionais.

Dessa forma, as chances de que algo dê errado são mínimas. Por isso, não hesite em pôr na mesa todas as dúvidas que forem surgindo, e caso o pássaro apresente algum efeito colateral, vá até um veterinário e veja o que está realmente errado, começando o tratamento.

Agora que já sabe como alimentar filhote de passarinho, dê o próximo passo!

filhote de passarinho com a boca aberta

Neste artigo, você pôde conferir algumas dicas sobre como alimentar filhote de passarinho, além de conhecer algumas práticas que ajudam a manter esse animal saudável e forte para quando for colocá-lo de novo na natureza.

Lembre-se que todo animal é selvagem, mas, quando ele passa muito tempo em contato com o ser humano, as chances de que ele perca os instintos que o fazem sobreviver na natureza são minimizados, por isso, se for um pássaro que não é de cativeiro, não se apegue muito e sempre tente manter uma distância.

Assim, se você seguir todas as dicas acima, você não terá problemas no cuidado desse animal tão frágil e pequeno.

Autor deste artigo

Artigos relacionados


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


 Lagartixa come escorpião? E aranha? Veja e se surpreenda!

Lagartixa come escorpião? E aranha? Veja e se surpreenda!

Está tendo problemas com aracnídeos? Confira neste artigo quais insetos ou animais são predadores deles e aprenda muitas dicas para se livrar desses venenosos!


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.