O que cachorro não pode comer? Veja alimentos que fazem mal

O que cachorro não pode comer? Veja alimentos que fazem mal

Você sabia que existe diversos tipos de alimentos comuns para os humanos que o cachorro não pode comer? Neste artigo te mostraremos uma lista deles.


Há muitos alimentos que cachorro não pode comer

café com chocolate

Os cachorros são os mais comuns animais domésticos em todos os cantos do mundo. Convivendo com os humanos há milhares de anos, eles se adaptaram ao nosso convívio tanto socialmente, quanto fisicamente. Entretanto, essa adaptação não engloba tudo, e a alimentação é um dos fatores que ficam de fora.

Existem diversos alimentos consumidos por humanos que fazem mal aos cães! Desde espécies de frutas como uva e abacate, legumes, como cebola e tomate, e até alimentos processados, muito do que comemos pode virar veneno no organismo canino.

Neste artigo, te mostraremos alimentos que cachorro não pode comer, além de explicarmos os motivos e as reações que essas comidas geram nos nossos companheiros de quatro patas. Continue lendo e descubra tudo sobre o que faz mal para eles.

Frutas que cachorro não pode comer

abacate e limão

As frutas são alimentos naturais que podem ser encontrados na vida selvagem. Mesmo entre elas, existem algumas espécies que podem fazer mal para os cachorros, causando desde mal-estar até envenenamento. Saiba mais a seguir.

Abacate pode ser tóxico

O abacate, tão saudável para os humanos, pode ser tóxico para os cães. O caroço, a pele e as folhas da fruta contêm persina, uma toxina que pode causar vômitos e diarreia nos cachorros. A persina está presente na própria planta, portanto, todas as partes são potencialmente venenosas.

A maior parte está concentrada nas folhas, na casca e no caroço da fruta. Ela é encontrada também na polpa do abacate, em pequenas quantidades. Não se sabe exatamente que quantidade da toxina é letal; em abundância, pode causar vômitos e diarreia.

Limão pode fazer mal

Normalmente, os próprios cães já rejeitam o limão. Isso, porque ao cheirá-lo antes de comer, os pets já associam o azedo com algo estragado. Mas mesmo que isso não acontece, não dê limão ao seu cãozinho!

A concentração de ácidos presentes na fruta não é absorvida corretamente pelo organismo deles, mesmo em pequenas quantidades. O limão pode causar irritações no sistema gastrintestinal dos cães, causando vômitos, diarreia e outros problemas mais graves.

Uva e uva-passa

Mesmo parecendo saudáveis, as uvas e as uvas-passas (que nada mais é que a uva desidratada) fazem mal para os cães. Não se conhece exatamente quais substâncias presentes nessas frutas que causam isso, mas é correto afirmar que geram problemas como mal-estar, diarreia, vômito.

Não existe quantidade mínima que seu cão possa comer, visto que cada animal reage de um jeito. São alimentos que muitos costumam deixar em fruteiras na mesa, onde o pet pode alcançar, portanto, tome muito cuidado onde você deixa suas uvas!

Carambola

A carambola é uma fruta muito consumida em várias regiões do Brasil, onde muitos tem até mesmo o pé da fruta no quintal. Por ser comum e saborosa, é normal pensar que tudo bem dar para o cachorro. Mas saiba que a carambola contém toxinas prejudiciais para os rins dele!

A carambola contém sais oxalatos, que ao se ligarem às moléculas de cálcio podem levar até mesmo à falência renal. É extremamente proibida para os cães com problemas nos rins, mas, dependendo da quantidade, a fruta pode fazer mal até para os saudáveis.

Legumes que cachorro não pode comer

cebola e alho

Os legumes, tão saudáveis tanto para os humanos quanto para os cachorros, também podem fazer mal a eles! Algumas espécies contêm substâncias que reagem mal ao organismo canino, podendo gerar diversos problemas. Leia mais abaixo.

Cebola e Alho

Usados nos temperos de diversas comidas pelos humanos, a cebola e o alho não podem ser ingeridos por cachorros! A cebola contém um princípio tóxico chamado dissulfeto de n-propil, que reduz a circulação de oxigênio no corpo do animal, causando fraqueza, falta de apetite e até desmaio.

Já o alho contém uma substância (tiossulfato) que, assim como a cebola, pode deixar seu pet anêmico. Esses temperos para humanos, assim como diversos outros, são extremamente proibidos para os cães!

Espiga de milho

O cachorro pode comer milho-cozido, contanto que esteja separado da espiga! Isso acontece porque a espiga de milho pode causar graves quadros de obstrução intestinal, muitas vezes necessitando de uma cirurgia.

Os malefícios da espiga são poucos conhecidos, já que o milho faz bem e a estrutura lembra muito a dos ossos mastigáveis de cachorro. Portanto, cuidado para não se confundir! A espiga de milho faz mal para seu pet.

Soja não é um bom alimento

Apesar de ser permitido o consumo de soja pelos pets, é importante oferecer da maneira correta. É um alimento que causa reação alérgica a diversos cães e, em excesso, pode fazer mal até para os que não são alérgicos. Quando não gera alergia, o excesso de soja causa desequilibro hormonal no cachorro e uma quantidade alta de estrogênio.

Por precisar de muitas precauções para oferecer soja a eles, no dia a dia, é complicado isso ocorrer de forma segura. Por isso, a soja não é um bom alimento de dar para seu cachorro.

Cachorro não pode comer tomate

O tomate é mais um dos alimentos saudáveis para os humanos, mas que fazem mal para o cachorro. Nós temos um estômago mais resistente a acidez do que nossos pets, e o tomate é um fruto que, mesmo que muita gente não saiba, apresenta uma taxa alta de ácido.

É essa acidez que, em excesso, pode lesionar o estômago dos cães! Além disso, existe uma substância chamada solina, presente no tomate e na planta, que pode ser tóxica, gerando fraqueza, convulsões, perda de apetite e alterações no ritmo cardíaco.

Aspargos

Os aspargos podem ser consumidos por cães, mas em quantidades bem pequenas. Esse vegetal é pouco calórico e rico em vitaminas, sendo possível que apareça bem raramente na alimentação canina. O sistema digestivo deles é feito para digerir mais proteínas do que vegetais, por isso alimentos como aspargos não podem ser a base de sua alimentação.

Mesmo sendo benéfico para nossa saúde, ele pouco acrescenta na dos cães, apenas pode auxiliar. No geral, é possível oferecer um pouco de aspargo bem cortado e acompanhado de outros legumes, mas não é necessário.

Alimentos humanos que cachorro não pode comer

salsicha e presunto

Os alimentos feitos para humanos, mesmo os considerados saudáveis, são feitos para o nosso sistema digestivo processar. Como sabemos, o organismo do cachorro é muito diferente e mais sensível, fazendo com que muitos das nossas comidas seja tóxica para eles. Descubra a seguir.

Café não pode

O café faz mal para os cães em qualquer formato que ele estiver! Em pó, diluída ou em alguma comida, a cafeína é extremamente perigosa para os pets, já que age no sistema nervoso deles. Os estimulantes do café causam hiperatividade e até tremores no animal.

Em casos extremos, pode levar a morte. É um alimento perigoso do nosso dia a dia, de modo que é necessário sempre ter cuidado e atenção para que os cães não tenham acesso a ele. Ademais, alguns tutores oferecem o fim do café da xícara para os cães pensando que não estão causando maiores problemas. O problema é que, além de cafeína, o recipiente pode conter açúcar ou adoçante, substâncias que também são tóxicas para os pets.

Chocolate é um dos alimentos tóxicos

Muita gente pensa que está tudo bem em dar um pedacinho de chocolate para o cachorro, ainda mais após ele insistir muito para ganhar! Mas, saiba que o chocolate é um dos alimentos tóxicos para os cães. Se ingerido, eles podem causar mal-estar, diarreia, vômito e até mesmo intoxicação.

Isso acontece porque o chocolate, feito à base de cacau, apresenta dois ingredientes intoxicantes para os pets: cafeína e teobromina. Em contato com o organismo do animal, esse alimento não tem uma boa digestão, além de não conseguir conter os níveis dessas toxinas.

Doces são alimentos não recomendados

Nenhum tipo de doce pode ser dado para os cachorros. Os doces em geral são feitos de açúcar, corante e outros ingredientes artificiais prejudiciais para o organismo canino, se tornando veneno para eles. O açúcar pode acelerar o coração e entupir veias, prejudicando a circulação sanguínea.

Os corantes artificiais foram feitos para serem digeridos pelos humanos, e não pelo corpo animal, por tanto não é recomendado que os pets ingiram nenhum tipo de doce!

Salsicha e presunto

Mesmo sendo feitos de carne de porco, que não é prejudicial para os cães, a salsicha e o presunto não podem ser consumidos por eles. São alimentos ultra processados que passam por diversos produtos químicos prejudiciais para o organismo canino.

Assim como os doces, são produtos feitos apenas para não gerar problemas para humanos, portanto não há garantias de que o resultado seja o mesmo com nossos pets. Esses produtos, além de serem mal digeridos, ainda podem gerar sobrepeso nos cães.

Massa crua

A massa crua de pães, bolos e outros tipos de comida não pode ser ingerida por cães. É verdade que alguns tipos de massa pronta, sem conservantes e temperos, podem ser consumidas em pequenas quantidades pelos pets, porém, a massa crua apresenta fermentação, que pode ser alcoólica.

Essa fermentação pode gerar intoxicação no cachorro, já que seu organismo não foi feito para suportar nenhuma quantidade de álcool. Para não ter dúvidas, o melhor é não oferecer nenhum tipo de massa crua para seu bichinho.

Xilitol pode fazer mal

O adoçante xilitol pode se tornar um veneno em contato com o organismo dos cães. Isso acontece porque eles absorvem essa substância mais rápido que os humanos, o que pode levar a uma também rápida liberação de insulina.

Se isso acontecer, o nível de açúcar no sangue do cachorro fica muito baixo (hipoglicemia), botando a vida do animal em risco. O correto é não deixar que o animal ingira xilitol nem em mínimas quantidades.

Bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas de qualquer tipo fazem mal para a saúde do cachorro! Em qualquer quantidade, o nível de álcool presente nas bebidas os prejudica, já que, como dito anteriormente, seu corpo não foi feito para absorver produtos alcoólicos.

Não há nada de benéfico nessas bebidas para os cães, muito pelo contrário, os riscos podem ser fatais! Além disso, as reações ainda podem variar desde enjoo até sequelas nos neurônios. No geral, o álcool prejudica as funções renais, afeta o fígado e causa desidratação nos peludos. A bebida é extremamente maléfica para eles.

Mais alimentos que o cachorro não pode comer

ossos de galinha em um prato

Existem alguns alimentos que não se enquadram nas categorias anteriores e fazem mal para os cães, portanto é preciso comentar sobre elas também! Veja outros alimentos que seu amiguinho não pode comer aqui embaixo.

Leite faz mal para cães

O leite de vaca que compramos no mercado faz mal para os cães, principalmente os filhotes! Isso porque, além de sofrer processos em sua industrialização, O leite contém um açúcar (a lactose), sendo difícil de ser digerido pelos pets. Ou seja, além não trazer nenhum benefício para os cães, o leite ainda pode gerar sobrepeso.

Se você tem um filhote de cachorro, apenas o leite próprio para a espécie, vendido em petshops, é aconselhável. O leite de vaca ou de cabra, naturais, foram feitos para as necessidades dos filhotes desses animais!

Macadâmia

Alguns tipos de nozes, como amendoim e algumas castanhas, podem ser consumidos por cães. Outros, como a macadâmia, não. A macadâmia é um tipo de castanha comum no Brasil que está no topo da lista de castanhas e nozes mais perigosas para cães.

Isso, porque ela contém substâncias tóxicas que mesmo se consumidas em pequenas quantidades pode causar sintomas neurológicos graves, como fraqueza, vômitos e tremores.

Osso de galinha

Pela fama popular de gostarem de comer ossos e até mesmo por se vender osso para cães, muitos tutores julgam que pode dar osso de galinha para os cães. Essa prática não é recomendada pelos riscos de acidente e intoxicação.

O osso da galinha pode conter alguma bactéria do próprio animal (ou humana, se for resto de comida) e também componentes adquiridos quando cozidos que façam mal para o cachorro. Além disso, uma mastigação pouco efetiva pode fazer com o que o osso machuque o corpo do seu pet por dentro!

Cachorro não pode comer cogumelo

Existem inúmeras espécies de cogumelos na natureza e assim como é para os humanos, apenas alguns são próprios para consumo. Esse número reduz ainda mais quando se trata de cogumelos que podem ser encontrados em locais próximos de casa ou durante um passeio. Portanto, nunca deixe seu cachorro comer cogumelo!

A hipótese de ele ser tóxico e venenoso para seu animal são enormes, o que pode até ocasionar em morte.

Na alimentação dos cães, todo cuidado é pouco!

Alimentos que cachorro não pode comer, tomate, abacate e uva-passa

Neste artigo, você descobriu que diversos alimentos presentes no dia a dia podem fazer mal para os cães, como alguns tipos de frutas (principalmente as cítricas), alguns exemplos de legumes como tomate e diversos alimentos humanos que podem ser tóxicos, como o chocolate. Viu também que, mesmo alimentos que parecem bom para eles, podem gerar problemas, como o leite industrializado.

Quando falamos da alimentação dos nossos companheiros de quatro patas, todo cuidado é pouco! É preciso sempre estar atento às comidas que os cães têm acesso e também sempre se questionar se certa comida pode ou não lhes oferecer. Na dúvida, é sempre válido consultar um veterinário!

Autor deste artigo

Escritor e redator, apaixonado por animais, pela leitura e por contar histórias. Sou estudante de jornalismo na UFF, onde aprimoro minha prática e alimento minhas paixões profissionais. Escrevo por aqui como troca de conhecimento, inspirado no amor pela minha gatinha Gina.

Palavras-chave relacionadas


Cuidados Tipos Criar Dicas

Artigos relacionados


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


 Lagartixa come escorpião? E aranha? Veja e se surpreenda!

Lagartixa come escorpião? E aranha? Veja e se surpreenda!

Está tendo problemas com aracnídeos? Confira neste artigo quais insetos ou animais são predadores deles e aprenda muitas dicas para se livrar desses venenosos!


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.