Terrário para jabuti: Como fazer em quintal ou apartamento

Terrário para jabuti: Como fazer em quintal ou apartamento

Quer montar um terrário caseiro perfeito para seu jabuti com tudo o que ele precisa para ser feliz? Clique aqui e aprenda como fazer!


Terrário para jabuti é muito importante na criação!

Close de jabuti em toca de barro.

O terrário para jabuti é importante para mantê-lo saudável. É necessário não apenas conferir a alimentação necessária e água para hidratação do animal, mas cuidar também da sua moradia. Isso porque, apesar de parecerem fortes, jabutis são animais sensíveis por baixo do casco.

Quando o jabuti permanece solto por uma casa, em contato constante com o piso, suas patas podem sofrer com deformidades, já que o chão costuma ser muito liso. Em contrapartida, quando o solo é muito áspero, as patas (e até o casco) podem sofrer lesões, o que causa problemas de locomoção posteriormente.

Portanto, para saber qual o espaço ideal para deixar um jabuti brincar e passear de forma saudável, é recomendado criar um terrário com tudo o que o animal necessitar. Confira abaixo algumas dicas para montar o local ideal para deixar seu animal de estimação correr livremente.

Escolha do local para fazer um terrário para jabuti

Jabuti sobre piso de madeira.

Assim como todos os outros animais, jabutis precisam de um ambiente enriquecido para que tenham lazer, conforto e segurança. Um terrário que contenha os elementos necessários para a manutenção da saúde do animal é, portanto, necessário.

Apesar disso, é comum que algumas pessoas possuam espaços maiores ou menores para cuidar de seus pets, o que não significa que sejam locais menos agradáveis: tudo depende de adaptações e como elas são feitas.

Para pessoas que moram em casas com e sem quintal ou pessoas que moram em apartamentos existem formas diferentes de adaptação e enriquecimento ambiental. Abaixo estão algumas dicas de como preparar o local adequado para montar o terrário de um jabuti.

Se quer montar em um apartamento

O primeiro passo é escolher uma espécie de jabuti que não cresça demais e, portanto, não demande muito espaço. Por exemplo, as tartarugas mediterrâneas, jabuti-piranga ou as tartarugas russas atingem uma média de 30 a 35 cm de tamanho.

Como os espaços de apartamentos costumam ser pequenos, a dica é tomar cuidado com muitos ruídos dentro do local - algo que pode estressar as tartarugas, que manifestam sentimentos de angústia de forma física, como doenças - e espaço suficiente para locomoção.

As medidas adequadas devem ser, pelo menos, 10 vezes maiores que o tamanho do comprimento do casco do animal e 6 vezes a largura dele. Em caso de terrário, deve-se levar em consideração que devem ser 3 vezes mais altos que os jabutis.

Caso o tutor do animal tenha um quarto vago ou um espaço que corresponda às exigências para alocar o jabuti, o problema pode ser facilmente resolvido. Entretanto, existem outras questões de segurança que serão tratadas mais à frente.

Se você tem um quintal

Pessoas que possuem quintal em casa já saem na frente em relação ao espaço. Como os jabutis não podem se locomover em superfícies lisas ou abrasivas, como explicado anteriormente, um quintal com grama ou terra é perfeito para eles.

O que o tutor deve se certificar é de colocar alguma toca para que o jabuti possa se esconder e um local onde ele possa tomar sol regularmente. Ainda, é possível construir um terrário em espaço separado nesses locais para que o jabuti não fuja ou danifique algumas plantas, se for o caso.

Se quer montar em casa

Assim como nos casos anteriores, tudo depende de como vai ocorrer a adaptação do local para que o jabuti não se machuque, possa andar livremente e tenha condições ideais para não adoecer.

Se a casa não possui quintal, basta construir o terrário em um local aberto e preencher o chão do lugar com substrato ou grama para não machucar as patas. É preciso levar em consideração, porém, a temperatura do ambiente.

Em climas mais frios, é necessário transportar o jabuti para dentro de casa (caso o terrário não forneça iluminação própria para aquecê-lo). Quando estiver mais quente, é possível deixá-lo para fora, mas lembrando de manter uma fonte de água regular para a hidratação do animal.

O que é necessário para fazer um terrário para jabuti

Jabuti

Alguns pontos importantes devem ser levados em consideração na construção do terrário ideal, como ornamentos, iluminação, fonte de água e comida. Assim como gatos precisam de enriquecimento vertical e cachorros necessitam passear, jabutis são pets que possuem suas próprias necessidades.

Abaixo podem ser conferidos alguns pontos principais na construção de um terrário saudável e seguro, de modo que o jabuti permaneça entretido e tenha todas as suas necessidades supridas.

Caixa ou mesa para jabuti

Assim como outros animais, os jabutis gostam de locais nos quais podem se esconder quando não estão a fim de muito contato ou querem dormir. Uma caixa reservada em um local fresco dentro do terrário pode ajudar o pet a encontrar a paz que necessita.

A dica aqui é apostar em um material resistente, como madeiras grossas, para que o jabuti não destrua sua caixinha quando quiser entrar ou brincar. Além disso, as caixas não podem ser muito estreitas para não incomodar o animal.

Tigelas rasas

Como os jabutis são animais rasteiros, é importante deixar a água e a alimentação do animal em locais que ele possa facilmente alcançar. No caso das tigelas, é importante que sejam rasas por esse motivo e para que não sejam derrubadas.

Para que os alimentos e a água estejam sempre à disposição do jabuti no terrário, tigelas rasas ajudam esses animais a se alimentar e hidratar sem problemas, além de não serem derrubados com facilidade, o que vai garantir que os jabutis sempre tenham alimento e água à disposição.

Um ponto importante a se levar em consideração é colocar tanto a comida quanto a água do animal na parte mais fresca do terrário, dessa forma a água não irá evaporar rapidamente, a comida não estraga com facilidade e o animal se sentirá mais confortável.

Iluminação

Que os répteis são animais de sangue frio todo mundo sabe. Assim como as cobras e os lagartos, os jabutis precisam de uma fonte de calor para poderem se aquecer algumas vezes ao dia. Portanto, um terrário bem planejado deve conter um espaço com uma iluminação que aqueça o pet para mantê-lo saudável.

Também é importante não deixar o terrário exposto em um lugar com alta incidência de luz solar ou artificial o tempo todo, já que os animais também precisam de um local fresco para regular sua temperatura.

Substrato e ornamentação

O substrato é essencial para que o jabuti caminhe sem se machucar e para que possa, por exemplo, se enterrar quando tiver vontade. Além do substrato existem outras alternativas, como os tapetes para répteis ou a grama sintética. O tutor precisa avaliar o que se encaixa melhor na proposta do terrário e, claro, adaptar o que estiver em falta.

A ornamentação pode ser feita tranquilamente, desde que haja uma atenção especial ao que se coloca dentro do terrário. Plantas falsas, de plástico, devem ser observadas quando inseridas, já que correm o risco de serem comidas pelo jabuti. A dica é apostar em cores não muito vibrantes e, se o animal continuar tentando comê-las, devem ser removidas.

Como montar o terrário caseiro para jabuti

Jabutis em terrario

Apesar de serem animais que demandam um custo baixo de manutenção, ao montar o terrário é importante dar ao jabuti tudo o que ele precisa para crescer forte e saudável. Abaixo estão algumas recomendações pontuais para montar um terrário próprio.

Instalação da caixa

As caixas ajudam os jabutis a encontrarem um local seguro para descansar, onde podem se sentir despreocupados. Existem algumas opções prontas que são vendidas em lojas de animais ou mesmo na internet.

Um ponto importante é observar o material: se é resistente, se é grande o suficiente. Ela deve ser colocada na parte mais fresca do terrário, a fim de evitar que o animal sofra com as mudanças de temperatura.

Preenchimento com substrato

Como dito anteriormente, o substrato é uma das inúmeras opções disponíveis para serem agregadas ao terrário. Entretanto, são os favoritos, já que os jabutis podem não só caminhar por eles, mas também cavar suas tocas.

O substrato mais comumente utilizado é a terra e o pó de coco, que devem ser afofados quando colocados no terrário para que fiquem firmes, mas não duros de forma que o jabuti não possa cavar. Caso o tutor prefira, pode optar pela grama sintética ou tapete para répteis, mas é importante ressaltar que o piso liso ou áspero deve ser evitado.

Esconderijos

Animais, normalmente, não gostam de estar em contato com pessoas ou outros bichos o tempo todo. Por isso, ter para onde correr e se esconder quando querem ficar sozinhos é importante para a privacidade deles.

Se o tutor utiliza um substrato de terra, o jabuti pode cavar seu próprio esconderijo. Porém, oferecer mais opções pode ser interessante. O importante é deixá-lo confortável no terrário.

Pedras e plantas para ornamentação

Para promover um ambiente enriquecido, é interessante colocar ornamentos. Assim, o animal terá um ambiente visivelmente mais rico, mas que também pode ser prático. Pedras grandes e troncos, por exemplo, são bons atrativos, assim como plantas reais ou de plástico.

Regulação de luz e temperatura

Em suma, o terrário deve ter dois ambientes bem definidos: uma área fresca, que deve atingir cerca de 28 a 20ºC, e uma área de calor, que pode variar de 34 a 33ºC. Para fazer esse acompanhamento, a recomendação é a utilização de dois termômetros nessas áreas.

Uma outra opção é a instalação de uma lâmpada UVB, caso o terrário não fique em local com iluminação natural. Essa lâmpada faz o trabalho de aquecimento e pode ser acesa por 12 horas, enquanto que, nas outras 12, o animal precisa permanecer no escuro.

Umidade do ambiente

A umidade também deve ser levada em conta para a saúde do jabuti. Em média, ela não deve passar de 60%, já que esses animais não suportam lugares frios e muito secos, por serem acostumados a fontes de calor.

O excesso de umidade também pode trazer riscos à saúde do pet, portanto, se manter fora desses dois extremos é o ideal para mantê-lo saudável. Um higrômetro pode ajudar no monitoramento da umidade do ambiente.

Fornecimento de comida e água

Em recipientes rasos, a água deve estar sempre à disposição do jabuti, enquanto a comida pode ser oferecida uma ou duas vezes por dia. Como são animais onívoros, sua dieta é baseada em vegetais e até carne.

Frutas, legumes e verduras de cor escura são sempre bem-vindos, enquanto a carne moída pode ser dada uma vez por semana, misturada a um suplemento de cálcio. Caso o tutor prefira, também pode oferecer rações específicas para o pet.

Alguns cuidados com jabuti no terrário

Jabuti em terrário ao lado de tigela com folha de alface.

Agora que ficou fácil montar o terrário perfeito, bastam algumas considerações finais para que o tutor mantenha o ambiente do jabuti seguro e agradável. Abaixo podem ser conferidas algumas dicas que podem ajudar na manutenção da saúde do pet.

Cuidados específicos em apartamento

Como os apartamentos são locais mais limitados, o cuidado deve ser redobrado. Em apartamentos com escadas, se possível, é recomendado deixar o terrário em um local que o jabuti não possa fugir e, consequentemente, sofrer uma queda.

Além disso, o cuidado com barulhos muito altos ou mudanças de temperatura muito bruscas devem ser levados em consideração e monitorados sempre que possível.

Cuidados com terrário no quintal

Os jabutis são famosos por terem facilidade de fugir facilmente dos ambientes em que estão. Portanto, o tutor deve sempre se atentar a possíveis rotas de fuga no quintal. Além disso, deve ter cuidado redobrado caso o quintal tenha piscina, já que, diferente das tartarugas, os jabutis não conseguem nadar.

Manutenção do terrário

A água disponível para o jabuti deve ser trocada diariamente, enquanto que os resíduos de comida devem ser retirados. Uma vez por semana deve ser feita a limpeza completa do terrário com produtos que não sejam prejudiciais ao animal. Depois disso, o substrato deve ser devolvido, bem como o resto do ambiente.

Higiene e limpeza do pet

O jabuti, por sua vez, pode ser lavado com três dedos de água morna para fria, sempre que houver necessidade, apenas com água e sem auxílio de esponjas. Não se deve utilizar sabonetes ou shampoos para dar banho em jabutis.

A água fria deve ser evitada, já que o animal pode sofrer com choques térmicos e adoecer. Depois disso, o tutor deve lavar bem as mãos com água e sabão.

Convivência dos pets no terrário

Apesar de serem animais dóceis, não é recomendado deixar jabutis machos juntos em um mesmo terrário. Mesmo que o jabuti conviva bem com animais de diferentes espécies, quando machos se encontram podem acabar machucando um ao outro. O ideal é ter mais de um terrário, caso haja mais de um jabuti.

Fazer um terrário para jabuti não é tão difícil!

Jabuti sobre tronco de madeira.

Queridos por muitos brasileiros, os jabutis são animais que levaram a fama de serem tranquilos, dóceis, amigáveis e fáceis de cuidar. Apesar disso, assim como todos os animais de estimação, eles também possuem necessidades em relação ao seu habitat para que seu bem-estar seja garantido, fora a alimentação e higiene.

Ao optar por um jabuti como animal de estimação, é responsabilidade do tutor prover tudo o que ele precisa, incluindo afeto! Dessa forma, o animal pode viver de maneira saudável por muitos anos, já que também é um valioso membro da família. Boa sorte ao montar o terrário ideal para seu jabuti!

Autor deste artigo

Formada em Letras - Português pela Universidade do Estado de Minas Gerais, trabalho como redatora freelance e revisora de textos acadêmicos, e-books e artigos. Apaixonada por gatos e roedores.

Artigos relacionados


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Cachorro marrom: conheça 21 raças grandes, médias e pequenas!

Quer ter um cachorro marrom? Conheça a seguir várias raças com essa coloração dividida em porte grande, médio e pequeno, assim como suas características!


Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Você já se perguntou de onde surgiu o cavalo? Conheça a origem e os ancestrais do cavalo, um dos animais mais majestosos e antigos do reino animal!


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.