Picada de escorpião amarelo pode matar? Veja o que fazer!

Picada de escorpião amarelo pode matar? Veja o que fazer!

Reunimos nesse artigo as consequências causadas pela mordida de um escorpião-amarelo e saiba tudo o que você fazer, caso seja picado. Confira!


Quais riscos a mordida de escorpião amarelo pode causar?

Escorpião amarelo na areia.

Uma das grandes consequências do desenvolvimento urbano desenfreado, tem sido a adaptação de animais peçonhentos que trazem riscos à saúde humana dentro dos lares. Dentre estes animais, o escorpião amarelo é um dos que apresentam grande facilidade adaptativa. Segundo o Ministério da Saúde, o escorpião amarelo é o animal peçonhento que mais mata no Brasil.

Sabendo disso, torna-se fácil entender o porquê ser importante manter-se informado acerca dos riscos e das providências que devem ser tomadas ao se ter contato com este animal.

Nesse artigo, você conhecerá os aspectos e riscos de uma exposição a mordida do escorpião amarelo. Saberá também como pequenas diligências sanitárias podem fazer uma grande diferença na garantia de um tratamento eficaz e sem sequelas.

O que fazer no caso de uma picada de escorpião amarelo?

Escorpião amarelo na areia.

É comum que logo após o contato com um animal peçonhento, o indivíduo sinta-se nervoso por não compreender os riscos e nem como proceder diante de tal. Saiba aqui quais os cuidados que devem ser tomados logo após o acometimento da picada do escorpião amarelo.

Mantenha a calma

É extremamente compreensivo que a vítima de uma picada fique ansiosa, estressada e preocupada com os possíveis riscos atribuídos a esse acidente. Por isso, a primeira recomendação para uma pessoa que acabou de ser picada, é que respire profundamente e mantenha a calma.

A calma deve ser mantida porque o estresse, a ansiedade e preocupação podem acabar por desencadear reações mais intensas, aceleração dos batimentos cardíacos, que assim, progressivamente, contribui para com o mal-estar e no espalhamento do veneno pela corrente sanguínea.

Lave o local com água e sabão

Procure um local com água limpa e sabão, e cuidadosamente, lave o local da mordida. Isso deve ser feito para que seja evitada a entrada de resíduos de veneno que possam ter ficado sobre a superfície da pele da vítima.

Além disso, uma abertura na pele pode ser porta a de entrada para outros organismos oportunistas, como bactérias, que podem intensificar o desenvolvimento dos sintomas ou o desenvolvimento de doenças adicionais. É importante não apenas limpar a região, mas mantê-la limpa até que o local esteja devidamente cicatrizado.

Procure elevar o local da picada

É recomendado que o indivíduo busque um local onde possa permanecer deitado, em repouso. Após isso, para se evitar edema, a vítima deve elevar o local da picada a uma altura superior ao resto do corpo. Por exemplo, se a mordida foi acometida no joelho, o recomendado é manter a perna levantada.

Manter o local da mordida levantado retardará o efeito e a circulação do veneno ao dificultar a intensidade da circulação sanguínea. Isso também desacelerará a morte dos tecidos afetados. Caso a vítima sinta ânsia de vômito, ela deve ser virada de lado para que o vômito escorra e assim a asfixia seja evitada.

Aplique uma compressa de água quente

Para aliviar as dores, o recomendado é que seja aplicado uma compressa limpa de água quente na região da mordida. Também pode ser administrado analgésicos como dipirona e ibuprofeno, se receitado por um médico. A compressa quente age por meio da dilatação dos vasos que, relaxados, recebem um maior fluxo de sangue, aliviando as dores e hematomas musculares.

Beba bastante água

Garantir a manutenção das células saudáveis nesse processo é essencial. As reações causadas pela picada do escorpião amarelo, tem por essência o estímulo da perda de líquidos corporais por meio do vômito e suor excessivo. Essas reações podem agravar a situação ao contribuir para que o usuário alcance um estado de desidratação.

A desidratação pode, além de intensificar os sintomas comuns, desencadear novos sintomas como dores de cabeça, sensação de queimadura, insuficiência renal, boca e olhos ressecados outras mais. Por isso, para se ter um tratamento de sucesso, é de extrema importância que a vítima esteja e se mantenha muito bem hidratada durante todo o processo.

Evite fazer algum esforço

É de extrema importância que a vítima da mordida se mantenha deitada, calma e em repouso. Caso seja necessário locomover-se, o indivíduo não deve fazê-lo pelos próprios meios, principalmente se a movimentação envolver a movimentação do membro atingido.

Até mesmo movimentos leves e moderados podem intensificar o fluxo sanguíneo na região da mordida. Isso contribui para o espalhamento do veneno e a piora progressiva do estado e dos sintomas apresentados, por isso, o recomendado é repouso total. Levantamento de peso, movimentos que exigem força intensa ou que são repetitivos devem ser completamente evitados.

Procure o hospital mais próximo

Para o devido tratamento da mordida do escorpião, a vítima deve buscar a unidade médica de atendimento mais próxima de sua residência. Após a consulta com um médico, será avaliada se o caso da vítima é leve, moderado ou grave.

Em situações em que o caso é avaliado como moderado, grave ou se a vítima tiver menos de três anos, geralmente há a indicação do uso de soro antiescorpiônico, disponível e distribuído gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O que não fazer no caso de uma picada de escorpião amarelo?

Escorpião amarelo na areia.

Tão importante quanto o que fazer, é saber o que não fazer, pois algumas ações tomadas nessa situação podem intensificar os sintomas e estimular um estado ainda mais grave que pode até mesmo colocar a vida do indivíduo em risco

Tocar com a mão suja

Tocar no ferimento causado pela mordida sem antes aplicar a devida higienização nas mãos ou no local, pode complicar ainda mais a situação. Isso porque os organismos que podem estar presentes nas mãos sujas, como bactérias, germes e vírus, são potenciais invasores que podem intensificar e piorar ainda mais a situação.

O recomendado é que tanto o local quanto todas as coisas que forem entrar em contato com a região e suas proximidades estejam adequadamente esterilizadas. Para isso, o recomendado é que seja utilizada água com sabão ou álcool para a devida higienização e segurança da vítima.

Amarrar ou fazer torniquete

Algumas pessoas podem pensar que impedir completamente o fluxo sanguíneo ajudará a evitar que o veneno se espalhe, e assim, algumas complicações. No entanto, vale destacar que amarrar ou fazer um torniquete não irá impedir a propagação do veneno no corpo e nem ajudará na melhora do estado clínico do paciente.

Muito pelo contrário, além de não impedir a contínua propagação do veneno, a falta de oxigenação causada pela falta de irrigação sanguínea na região e a alta concentração do veneno “presa” em uma única região de tecidos costuma aumentar o risco de necrose, o que pode colocar até mesmo o membro em risco de amputação.

Cortar ou furar o local da picada

É comum que algumas pessoas pensem que cortar ou furar o local da picada para fazer o sangue jorrar, e consequentemente, a substância tóxica ser retirada do organismo, pode ser útil. Mas não é bem assim. Essa ação não evitaria a propagação da toxina, no entanto, a perca de sangue apenas complicaria o estado clínico da vítima, podendo dificultar ainda mais o tratamento.

Além disso, esse procedimento, se executado por um não-especialista, pode comprometer seriamente a vida da vítima devido ao grande risco de infecção por outros organismos oportunistas ou perca de sangue excessiva e fora de controle.

Tentar sugar o veneno com a boca

Outra crença muito comum é a de que fazendo uma sucção do local da ferroada o veneno será extraído para fora do corpo. No entanto, as únicas consequências possíveis nesse tipo de situação é uma infecção causada por bactérias que naturalmente colonizam os tecidos da boca humana.

Sendo assim, tentar sugar as toxinas do escorpião com a boca não deve ser uma possibilidade em hipótese alguma. Dessa forma, evita-se infecções secundárias que apenas poderão piorar o estado clínico da vítima.

Fazer curativos que fechem o local

Curativos ou qualquer outra ação que isole e abafe o local da mordida devem ser evitados. Isso se dá, já que, manter o local isolado e abafado consequentemente estimulará a proliferação de bactérias, o que acaba por favorecer o surgimento de infecções secundárias que podem dificultar ainda mais o tratamento e cura sem sequelas do acidente.

Aplicar querosene ou outras substâncias

Faz parte da cultura de algumas regiões do país a crença de que a aplicação de querosene, pó de café, folhas e até mesmo terra, entre outras substâncias, podem auxiliar de alguma forma no tratamento da infecção. Nenhuma dessas substâncias devem ser administradas próximas ou sobre as feridas causadas pelas mordidas.

O que realmente existe, nesses casos, são altas chances do desenvolvimento de infecções e acentuação da intoxicação devido à presença de bactérias ou substâncias indevidas que acabam sendo introduzidas no organismo durante o contato dos elementos com a ferida. Vale salientar que não é recomendada a aplicação de nenhuma substância, exceto água e sabão, na região da mordida.

Ingerir bebidas alcoólicas

Outra crença que se dá é a de que a ingestão de bebidas alcoólicas pode auxiliar no combate da toxina e retardamento da infecção, quando, na verdade, é o contrário. A presença de álcool no organismo durante a infecção poderá atenuar os sintomas como vômito, suor, desidratação, dor de cabeça, confusão mental, desequilíbrio da pressão arterial e entre outros.

A intensificação dos sintomas e uma chance de desidratação ainda mais intensa são fatores que aumentam as chances do desenvolvimento crítico da infecção e dificulta o tratamento efetivo.

Como evitar uma picada de escorpião amarelo?

Escorpião amarelo na areia.

Apesar da alta adaptação dos escorpiões amarelos nos ambientes urbanos, os seus comportamentos são previsíveis e recorrentes. Acompanhe e saiba como evitar o contato e a mordida venenosa desse animal.

Mantenha sua casa e quintal limpos

Um dos principais alimentos que fazem parte da dieta dos escorpiões são as baratas. Manter a casa limpa de elementos que atraiam baratas ajudará a evitar que o escorpião permaneça nela em busca de alimento.

Os escorpiões têm o hábito noturno e geralmente se escondem em locais onde a luz solar não alcança. Com isso, evitar o acúmulo de entulhos e lixos pela casa e quintal fará com que o animal busque outros ambientes que se adéquem as suas preferências.

Não coloque a mão em buracos ou frestas

Tendo ciência de que escorpiões buscam locais isolados para se esconder, é necessário ter cuidado caso haja a necessidade de manusear objetos que estejam inseridos nesses locais.

Deve-se evitar inserir as mãos ou pés em buracos ou frestas, principalmente se estiverem escuras. Caso haja necessidade, deve-se primeiramente remover os elementos que estejam cobrindo o buraco ou a fresta, verificar se não há a presença de escorpiões, e aí sim, com segurança, fazer o que for necessário.

Use calçados e luvas em locais de risco

Em ambientes de alto risco como quintais, região com muito lixo ou entulho, ambientes escuros, abertos ou que estejam tendo infestações de baratas, ou outros seres que fazem parte da dieta do escorpião e em locais que ocorrem ataques de escorpiões recorrentes, o indivíduo deve adentrar utilizando os devidos materiais de segurança.

Calçados (preferencialmente botas) e luvas são considerados materiais de segurança essenciais. Ainda assim, a não ser que o indivíduo seja um especialista, nesses locais deve-se evitar o contato com buracos e frestas devido ao alto risco de mordida em regiões desprotegidas, como braços e pernas.

Inspecione roupas e calçados antes de vesti-los

Muitos acidentes que acometem mordidas de escorpião ocorrem quando a vítima vai calçar um sapato ou vestir uma roupa que não foi devidamente inspecionada. Por serem espaços escuros, pequenos e fechados, escorpiões podem escolher instintivamente esconder-se em guarda-roupas e sapateiras.

Por isso, todo cuidado ao manusear, calçar ou vestir os pertences que estejam dentro desses espaços é pouco. O recomendado é que a vestimenta seja cuidadosamente inspecionada antes de usada. As roupas devem ser abertas e verificadas. Os sapatos podem ser inspecionados a uma distância segura com o auxílio de uma lanterna.

Utilize telas em janelas e ralos

O uso de telas em janelas e ralos se mostram eficiente no controle da entrada desses animais nas residências. Durante o inverno é comum que escorpiões fiquem no bueiro e tubulação de esgoto, esses são, geralmente, espaços infestados de baratas.

Por meio da tubulação o escorpião pode chegar até uma residência, por isso a extrema importância de manter sempre os ralos das pias e dos banheiros adequadamente fechados.

Não espante lagartos e sapos do quintal

O que facilita a propagação da espécie de escorpiões em ambientes urbanos é a ausência de predadores naturais. Por isso, a presença de lagartos e sapos no quintal não deve ser combatida. A presença desses animais auxilia no controle da população de escorpiões, e assim, evita um descontrole que pode ser um risco à saúde e qualidade de vida dos humanos.

Observe também os terrenos em torno da sua casa

Ainda que a sua casa esteja limpa e livre de entulhos que possam abrigar escorpiões, é possível que eles migrem de outros espaços próximos para a sua residência.

Por isso, observe os terrenos ao redor da sua casa, locais com muito entulhos e lixo, em que há infestação descontrolada de insetos como baratas, grilos e outros seres que fazem parte da dieta do escorpião. Caso haja sinal da presença de escorpiões próximos, evite o local e entre em contato com a vigilância sanitária.

Agora você já sabe como evitar e tratar a mordida de escorpião amarelo

Escorpião amarelo na areia.

Como vimos neste artigo, a picada de escorpião amarelo por si só não costuma ser fatal. No entanto, os devidos cuidados podem evitar complicações e diminuir drasticamente o risco de traumas permanentes.

Evitar manter espaços com entulhos e sujeira pode com certeza te ajudar a evitar problemas com este animal, mas também não se esqueça de manter sempre os ralos das pias e banheiros sempre bem tampados.

Vale reforçar que em caso de acometimento por picada de escorpião amarelo é necessário buscar uma unidade de saúde próxima para que a análise dos danos possam ser feitas por um profissional da saúde que avaliará os danos e prescreverá o tratamento adequado.

Autor deste artigo

Palavras-chave relacionadas


dicas cuidados características

Artigos relacionados


Quer adotar cachorro? Veja onde, como, o que precisa e mais!

Quer adotar cachorro? Veja onde, como, o que precisa e mais!

Entenda todo o planejamento que deve preceder esse ato de amor, da oferta de espaço aos custos e tempo disponível. Reunimos tudo o que você precisa saber aqui.


Red Heeler: veja características, preço e mais do cachorro!

Red Heeler: veja características, preço e mais do cachorro!

Conhecido por pastorear animais mordiscando os calcanhares do rebanho, o Red Heeler é um cão que encanta pela sua personalidade. Confira mais detalhes aqui!


Cachorro mordendo muito? Veja como fazer ele parar de morder!

Cachorro mordendo muito? Veja como fazer ele parar de morder!

Veremos aqui, várias dicas que poderão auxiliar quando o cão está mordendo muito e o tutor já não sabe mais o que fazer. Seja filhote ou adulto, há uma solução.


Gato escaminha de tartaruga: raças, temperamento e fatos

Gato escaminha de tartaruga: raças, temperamento e fatos

Você já ouviu falar do gato escaminha de tartaruga? Aqui você conhecerá mais sobre esse tipo de gato: suas raças, características, fatos fascinantes e mais.


Animais para apartamento: veja 18 tipos para ter por perto!

Animais para apartamento: veja 18 tipos para ter por perto!

Separamos aqui 18 animais perfeitos para quem mora em apartamento. Confira todos e escolha qual se adapta mais ao seu espaço e estilo de vida!


Últimos posts


 Hotel para gatos: veja benefícios, preço e dicas importantes

Hotel para gatos: veja benefícios, preço e dicas importantes

Conhece os hotéis para gatos? Confira aqui os benefícios e entenda se essa é uma boa opção para você e para seu pet!


Descubra por que o cachorro gosta de dormir encostado no dono

Descubra por que o cachorro gosta de dormir encostado no dono

Neste artigo, falaremos tudo sobre as particularidades e razões caninas que fazem seu cachorro amar dormir perto de você. Confira e conheça várias curiosidades!


Cachorro dormindo: tudo sobre posições, gestos e cuidados

Cachorro dormindo: tudo sobre posições, gestos e cuidados

Você sabe o que as posições do cachorro dormindo significam? Saiba os significados de diversas situações relacionadas ao sono canino. Confira


Quer adotar cachorro? Veja onde, como, o que precisa e mais!

Quer adotar cachorro? Veja onde, como, o que precisa e mais!

Entenda todo o planejamento que deve preceder esse ato de amor, da oferta de espaço aos custos e tempo disponível. Reunimos tudo o que você precisa saber aqui.


Red Heeler: veja características, preço e mais do cachorro!

Red Heeler: veja características, preço e mais do cachorro!

Conhecido por pastorear animais mordiscando os calcanhares do rebanho, o Red Heeler é um cão que encanta pela sua personalidade. Confira mais detalhes aqui!