Zorrilho é um gambá? Conheça este animal e suas curiosidades

Zorrilho é um gambá? Conheça este animal e suas curiosidades

Você já ouviu falar do zorrilho? Ainda que ele seja confundido com o gambá, possui características únicas e especiais. Venha descobrir tudo sobre ele!


Você sabe o que é um zorrilho?

O zorrilho é um mamífero onívoro da família Mephitidae, sendo um parente próximo do gambá. Como ele, é caracterizado pelo cheiro forte e desagradável que pode exalar quando é imobilizado ou ameaçado. Ele é bastante confundido com gambás, mas, fique tranquilo, adiante todas as diferenças entre eles serão explicadas.

Além disso, o zorrilho é um animal de tamanho médio que gosta de viver em locais arbustivos, em que possa cavar tocas e se abrigar. Possui colorações discretas, em tons escuros, e faz parte da cadeia alimentar sendo predado por cobras e outros animais maiores, embora seu odor forte espante predadores, que costumam evitá-lo.

No mais, há muitas características e curiosidades interessantes acerca dos zorrilhos. Inclusive, neste artigo você entenderá tudo sobre eles: como agem em momentos de perigo, comportamento geral, reprodução, além de todas as características físicas essenciais para diferenciá-los de gambás. Vamos lá?

Características gerais do zorrilho

zorrilho na grama

Vamos entender com mais detalhes sobre esse curioso animal. A seguir você conhecerá suas origens, descobrirá seu tamanho, peso, características físicas, qual é a sua distribuição, além de seu comportamento e reprodução. Acompanhe!

Nome

Muitas pessoas não estão familiarizadas com a nomenclatura “zorrilho”. Esse é um substantivo masculino designado ao animal específico da família Mephitidae, e possui significado em português de “raposinha”. De acordo com a língua espanhola, "zorrilho" também possui referência com os animais raposa, gambá e guaxinim. Em inglês, seu nome é altamente relacionado aos gambás.

Tamanho e peso do animal

O zorrilho apresenta aproximadamente o mesmo tamanho dos gambás, mas, por possuir pelagem mais espessa e grossa, pode parecer um pouco maior. Sendo assim, consegue alcançar, em média, de 50 cm a 70 cm, contabilizando a sua cauda e o focinho.

As fêmeas podem ser mais miúdas e podem possuir cauda com alguns centímetros menores. Já o seu peso também possui dimorfismo: os machos podem pesar até 40% a mais que as fêmeas. Enquanto elas pesam entre 2,5 kg e 3,5 kg, eles pesam quase 4,5 kg.

Características visuais

As características visuais do zorrilho abrangem pelagens “fofas” e densas em todo o seu corpo, principalmente em sua cauda. Ela pode chegar a medir quase metade do seu comprimento total. Suas colorações são baseadas no branco e no preto. Entretanto, alguns deles podem se dar em tons amarronzados fortes.

Sendo assim, dependendo da espécie, podem possuir manchas ou listras no corpo que vão desde a cabeça até o rabo. Comumente, essas listras são brancas, e o restante do corpo é escuro. Seu focinho é bem comprido, principalmente porque o zorrilho se alimenta de insetos, e suas orelhas e patas são pequenas.

Distribuição e habitat

O animal zorrilho é encontrado em regiões diversas da América do Sul e, principalmente, no Sul e no Leste do Brasil. Outros países em que esses mamíferos são frequentes são: Chile, Argentina, Uruguai, Peru e Paraguai. No geral, eles não se adaptam bem a localidades muito frias, preferindo climas quentes. Ademais, eles costumam apreciar bastante matas abertas com vegetações não muito altas.

O zorrilho também gosta de viver em estepes e, se perceber algum perigo, viaja para outros locais sem problemas. Não gosta de viver em matas densas devido aos seus predadores, que podem se esconder e caçá-lo quando estiver distraído.

Comportamento

O zorrilho é um animal solitário que só se aproxima de outros da sua espécie durante o acasalamento. Em todas as outras épocas do ano, restringe-se ao seu território. Ademais, tem hábitos noturnos e procura alimentos durante a noite, de preferência insetos, besouros, aranhas ou ovos.

Durante o dia, ele descansa em tocas rochosas. Em épocas frias, durante o inverno frio, acredita-se que ele durma por períodos muito longos em tocas, como uma espécie de hibernação. Porém, nos dias mais quentes de inverno, ele deixa essa toca em busca de alimento.

Reprodução do animal

Embora solitários durante o ano, os machos saem em busca de fêmeas durante a estação de reprodução, que acontece entre o final de fevereiro e início de março. O seu acasalamento não é muito estudado por pesquisadores, entretanto, sabe-se que as fêmeas geralmente engravidam em março e dão à luz ninhadas de 2 a 5 filhotes no final de abril ou início de maio. O período de gestação é de aproximadamente 2 meses, e os filhotinhos são sexualmente maduros com 10 a 12 meses de idade.

Espécies de zorrilho

Existem várias espécies de zorrilho, cada uma com suas características específicas. Vamos descobrir quais são elas, como se comportam e em quais aspectos esses mamíferos diferem entre si. Acompanhe!

Conepatus chinga

O zorrilho de espécie Conepatus chinga é de tamanho médio, pesando aproximadamente de 2 kg a 4,5 kg e medindo em torno de 50 cm a 90 cm de comprimento até seu nariz. Possui uma coloração característica, com pelos geralmente pretos e 2 listras brancas que vão do topo da cabeça até os lados do corpo. A sua cauda é quase inteiramente branca.

Ele é encontrado tipicamente ao sul da América do Sul, incluindo Chile, Peru, norte da Argentina, Bolívia, Paraguai e, no Brasil, é visto nos estados do sul. Ele prefere as áreas de vegetação aberta e estepes. Gosta de ficar pelas matas arbustivas em áreas de encostas rochosas para dormir ou descansar.

Conepatus humboldtii

Conepatus humboldtii

Os filhotes dessa espécie pesam cerca de 30 g ao nascerem. O crescimento até a idade adulta geralmente leva 3 meses. Também conhecidos como “gambás-de-nariz-de-porco”, esses zorrilhos geram de 3 a 7 filhotes. Acredita-se que a razão para a ninhada ser tão pequena seja o número relativamente pequeno de mamas que as fêmeas possuem.

O uso do habitat para esse animal varia de terras com grama, arbustos e afloramentos rochosos. Ele também pode ser encontrado em torno de habitações humanas, como casas e galpões.

Conepatus leuconotus

Também conhecido como “gambá americano”, essa espécie possui as costas e o rabo inteiramente brancos, enquanto o restante do corpo possui pelagem preta. Ao contrário de outros gambás, ele não tem um ponto branco ou listra perto dos olhos. Seu corpo é maior e a cauda é mais curta do que outras espécies.

Este animal é comumente encontrado em uma ampla variedade de habitats, incluindo florestas, pastagens, encostas de montanhas, planícies costeiras, áreas tropicais, de arbustos espinhosos e até mesmo campos de milho. O comprimento total do seu corpo geralmente fica entre 68 cm a 80 cm.

Conepatus semistriatus

Essa espécie é bastante encontrada em regiões do leste do Brasil e litorais. Durante estações secas, seu habitat pode variar e inclui pastagens, florestas decíduas, florestas arbustivas e áreas abertas. A coloração do seu corpo é predominantemente preta, com uma área branca que começa do pescoço e que se estende para as costas.

Além disso, o zorrilho possui uma ramificação em duas listras separados por uma faixa estreita preto. A cauda é coberta por uma série de pelos pretos e brancos que são mais curtos do que em outras espécies do gênero.

Curiosidades sobre o zorrilho

zorrilho

Por fim, existem diversas curiosidades envolvendo o zorrilho. Vamos entender quais são as reais diferenças entre ele e um gambá, se eles exalam o mesmo odor e como está o estado de conversação da espécie. Leia!

Diferença entre zorrilho e gambá

Fisicamente falando, o zorrilho e o gambá são extremamente parecidos e é bem fácil confundi-los. Entretanto, o gambá é um marsupial e foi originado na América do Norte. Enquanto isso, o zorrilho possui origens sul-americanas. Além disso, uma diferença fundamental entre o zorrilho e o gambá diz respeito à cauda.

A cauda de um zorrilho é grossa e peluda, muito parecida com a de um esquilo. Um gambá, por outro lado, pode ser reconhecido por sua cauda nua característica. Com o pelo grosso cobrindo todo o corpo até a cauda, essa criatura assemelha-se mais a um rato grande do que a um gambá mais fofo.

Zorrilho fede como gambá

Com certeza, o zorrilho fede como um gambá. Esse animal possui glândulas odoríferas localizadas próximo ao ânus. Assim, eles produzem um odor bastante desagradável e forte. Quando se sentem ameaçados, eles expelem esse cheiro no animal ou na pessoa que os assusta. Entretanto, o odor não traz prejuízos à saúde e é usado simplesmente para distanciar riscos potenciais.

Estado de conservação da espécie

Felizmente, o zorrilho está classificado como “pouco preocupante” pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN). Por mais que seu habitat natural esteja sendo desmatado, depravado e urbanizado, ele consegue adaptar-se bem aos costumes humanos e pode ser encontrado em locais escondidos dentro de casas e buracos.

Gostou de conhecer mais sobre os zorrilhos?

zorrilho com fundo branco

Como você pôde perceber, zorrilhos são animais bastante tranquilos, exceto quando se sentem ameaçados. Eles possuem glândulas odoríferas que possuem um forte odor para distanciar inimigos ou predadores. Além disso, são animais bastante solitários e vivem sozinhos em suas tocas sem grandes problemas.

O zorrilho é bastante encontrado no Brasil, e também é confundido com o gambá. Sua principal diferença é o seu rabo, que é peludo, enquanto os gambás possuem uma cauda fina e comprida, sem muitos pelos. Felizmente, zorrilhos são animais que são estão em perigo de extinção porque se adaptam bem às modernidades e a diminuição de seu habitat ainda não impactou severamente a espécie.

De forma geral, esse mamífero não faz mal nenhum aos humanos e aos outros animais, apenas participa da cadeia alimentar e usufrui dela, com insetos, ovos e principalmente aranhas. Sendo assim, agora, caso você encontre um zorrilho por aí, já sabe que ele não irá te fazer mal e poderá diferenciá-lo de um gambá!

Autor deste artigo

Artigos relacionados


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Origem do cavalo: veja a história dos ancestrais à evolução

Você já se perguntou de onde surgiu o cavalo? Conheça a origem e os ancestrais do cavalo, um dos animais mais majestosos e antigos do reino animal!


 Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Topolino: veja características, preço e como criar o roedor

Você já ouviu falar do rato Topolino? Este artigo mostrará tudo a respeito dele, de modo que você poderá criá-lo em casa, se quiser! Confira!


Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Cores do Lulu da Pomerânia: conheça cores raras e populares

Diferentemente de outras raças, este pequeno e fofo cachorro possui 23 cores possíveis! Descubra aqui as inúmeras possibilidades de pelagem desta raça!


Últimos posts


Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Pássaro preto (graúna): descrição, como criar e muito mais

Você conhece o pássaro preto? Neste artigo será possível conferir quais são as principais características da espécie, as subespécies, além de outras informações


Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Como fazer brinquedos para gatos: veja 32 ideias caseiras!

Você sabia que criar brinquedos para o seu gatinho pode ser muito mais fácil do que imagina? Confira aqui 32 ideias super fáceis para você fazer!


Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Grama para gatos: o que é, tipos, benefícios e como plantar

Você sabia que a grama para gatos afeta o comportamento do seu felino e traz benefícios? Aprenda sobre a planta, formas de cultivo e muito mais neste artigo!


Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Cio de cachorro macho e fêmea: sintomas, como acalmar e mais!

Seu pet está passando pelo cio? Se a reposta for sim, não perca tempo e venha conferir todas as dicas para passar por esse período de oscilações.


Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Petisco natural para cachorro: receitas, benefícios e dicas

Já pensou em como pode ser interessante dar petisco natural para cachorro? Aqui você descobre os benefícios dessas guloseimas e algumas receitas para preparar.